quinta-feira, 19 de julho de 2012

Talento e brilho nos olhos


Meu marido pratica natação e tempos atrás descobrimos um projeto esportivo incrível, chamado Talentos do Capão, que oferece treinos de natação a meninos e meninas do bairro do Capão Redondo, em São Paulo. Para quem não conhece, esta é considerada uma das regiões mais violentas da cidade. Mas tem muita, mas muita gente boa lá dentro.
Tocado por um grupo de voluntários com muita seriedade, os garotos do Talentos treinam durante a semana nas piscinas dos CEUs (Centros Educacionais Unificados) e aos finais de semana na represa de Guarapiranga, e têm conquistado títulos e mais títulos em travessias aquáticas pelo Brasil afora graças ao apoio de pessoas físicas e empresas. Meu marido ficou doido quando soube desse projeto e foi lá conhecer o projeto de perto. E nadou com os meninos na represa.
Duas semanas atrás, aconteceu na cidade a Virada Esportiva e foi realizada uma travessia aquática na Guarapiranga. O Luiz fez questão de se inscrever junto com os meninos do Talentos do Capão e foi lá nadar com eles naquele lindo domingo de sol. Eu e as meninas fomos também para conhecer o projeto e torcer pelo marido/pai.
O meu desafio esta semana era praticar uma boa ação junto com as crianças. Uma forma de retribuir e aprender que fazer o bem faz bem.  E casou perfeitamente com o final de semana da virada que acabara de acontecer.

Expliquei para as meninas, especialmente para a Luísa, que é mais velha e já entende melhor, o que era aquele projeto e porque estávamos ajudando aquela turma. E foi tão legal, tão especial, que saímos de lá cheias de vida. As meninas adoraram. Ficaram lá no meio da turma, assistindo a competição e torcendo pelos meninos do Talentos do Capão. Filmaram, fotografaram, vibraram não só pelo pai, mas por cada um dos garotos do grupo que chegava. E ficamos para ver todos eles recebendo as medalhas.


Elas viram que, para ajudar, muitas vezes basta estar ali, mostrando que somos todos iguais. Que aquela simplicidade e naturalidade representa muito mais do qualquer outro passeio que pudéssemos fazer.  
Foi uma satisfação incrível não apenas por estarmos apoiando e ajudando, mas por vermos o talento e o brilho nos olhos daqueles meninos que podem estar, com esse projeto, se livrando de um destino trágico. E, por outro lado, também tivemos uma receptividade maravilhosa, um acolhimento carinhoso da equipe e dos meninos e meninas do Talentos, que enxergaram naquela nossa presença muito mais do que apenas um cheque. O melhor exemplo que poderíamos dar para as nossas filhas. 


*#Desafio 9 - Esse texto faz parte do desafio “100 Coisas para fazer com seus filhos antes que eles cresçam”, proposto pela Royal, do qual eu estou participando ao longo de 20 semanas. Também estão participando os blogs @pontecialtweet @avidaquer @blogcoisademae @dica_de_mae e @cozinhapequena

2 comentários:

Tiw disse...

http://surpresademae.blogspot.com.br/

Sam disse...

Uau, meus parabéns! Nada eh mais precioso do que passar adiante esses valores. A importância de ajudar o próximo, compaixão, amor. Parabéns mesmo! Beijos!