quinta-feira, 21 de junho de 2012

Carinho com o meio ambiente

A relação dos nossos filhos com a natureza é certamente diferente da nossa. Eles aprendem na escola, desde muito cedo, que não podem desperdiçar água senão “o mundinho fica triste”. Chamam a atenção do pai ou no avô que está fazendo a barba com a torneira aberta e correm para o banho quando usamos o argumento que a água do mundo vai acabar se eles enrolarem demais. Observam com naturalidade que dentro de casa existem cestos diferentes para separar o lixo orgânico do reciclável. Ficam indignados quando veem um papel de bala jogado na rua.

No meu tempo de criança, as pessoas jogavam lixo na rua sem nenhum pudor. Latinhas de refrigerante, embalagem de salgadinhos e maços de cigarro eram arremessados de dentro dos carros e dos ônibus.  Está certo, a gente também produzia menos lixo do que hoje, porque naquela época não se usavam tantas embalagens individuais e tanto plástico, assim como se consumia muito menos. Mas a consciência em relação aos cuidados com o planeta era infinitamente menor. O espaço público não era visto como um bem comum, e sim como terra de ninguém.

O nosso desafio esta semana era mostrar como cuidamos da natureza e registrar uma atitude que demonstre essa preocupação.  Falar de cuidados com o meio ambiente com as minhas filhas é uma tarefa fácil. Simplesmente porque ter atitudes sustentáveis faz parte do cotidiano. O não ao desperdício, por exemplo, é algo incutido na cabecinha deles desde os dois anos de idade.  Dentro da minha casa o consumo também é algo tratado com muita parcimônia, e com isso elas aprendem que não é preciso comprar tudo. Na semana passada, quando fizemos o barquinho de garrafa pet para a boneca, Luísa comentou:

- Mãe, está vendo como a gente não precisa comprar as coisas?

- Não é, filha? E não é muito mais gostoso fazer e ainda reaproveitar um material do que comprar?

- É! Assim fica com o nosso carinho e nosso amor, e não o carinho de outra pessoa, né, mamãe?

Joguei o desafio dessa semana para a Luísa, e ela disse que queria ser a responsável por cuidar das nossas plantas essa semana, molhando e ajudando a tirar as folhas secas.  E resolveu fazer um desenho que mostrasse o amor dela pela natureza. E aqui está o resultado!! (uma molhadela sem fim rsrs)

E na sua casa, como é que seus filhos se envolvem com a natureza?


*#Desafio 5 - Esse texto faz parte do desafio “100 Coisas para fazer com seus filhos antes que eles cresçam”, proposto pela Royal, do qual eu estou participando às quintas-feiras ao longo de 20 semanas. Também estão participando os blogs @pontecialtweet @avidaquer @blogcoisademae @dica_de_mae e @cozinhapequena

4 comentários:

Lia disse...

Esses dias Emília catou um canudo e um plástico imundos do chão e disse que ia jogar no lixo. Meu marido surtou, porque tava imundo mesmo, desses que estão na rua há dias, pegando sol, chuva e acumulando poluição. Mas como ela já tinha pegado, a mão já estava suja, deixei. Só expliquei que o pessoal da limpeza urbana tinha um espetinho pra recolher o lixo sem sujar a mão. A gente não pode tolher esses impulsos naturais de fazer o bem, não é mesmo?

Roberta Lippi disse...

Lia, dá até vergonha de falar de cuidados com o meio ambiente perto de você, né, uma pessoa que trata o próprio lixo orgânico!!!
Mas um dia eu chego lá!!! Certamente as suas filhas não terão que fazer qualquer esforço para se relacionar bem com o meio ambiente - e com o mundo!!!
Beijos, minha querida

Luisa Tiedt disse...

Umas princesas Lú e Rafa, temos mesmo que ensinar a cuidar do nosso planeta. Hoje mesmo a nina jogou metade da água que ela colocou para beber, reclamei, ela ficou bem arrependida, mas ela sempre se preocupa com a natureza, um dia a prima dela jogou um papel de chiclete na rua, ela apanhou e deu sermão na priminha.
Beijos querida

Cdesimples disse...

Muito bacana, também estou pretendendo fazer minha hortinha de apartamento e comprar um minhocário para compostagem, acho que meu filho pode se envolver nas tarefas. Vi que sua preocupação é muito parecida com a minha e de muitas mães, por isso queria te convidar a fazer parte deste grupo que acabei de criar, onde podemos trocar coisas entre mães. Espero que toda mãe consciente esteja lá :) http://www.facebook.com/maesdetroca
Meu blog www.cdesimples.blogspot.com