quinta-feira, 26 de abril de 2012

Que tipo de mãe você é?

Esta semana me fizeram uma pergunta difícil: "Que tipo de mãe você é?"
Eu tive que responder rapidamente e depois fiquei pensando se, na verdade, consegui me resumir ali como mãe. Acho que não. Talvez nem se tivesse dias pra pensar.
É muito difícil nos definirmos como mães.
Tá, eu me acho uma mãe legal. Mas e daí? Acho que todas se acham, né? Será que sou mesmo? O que é ser uma mãe legal?
Sou uma mãe amiga, mas ao mesmo tempo sou bastante firme.
Dou muito colo, mas não admito desrespeito com quem quer que seja. Nessas horas viro uma fera.
Sou carinhosa, mas também perco a paciência.
Sou presente, mas às vezes passo o dia sem prestar atenção direito nelas.
Sou intensamente preocupada em fazer tudo certo, mas erro pra caramba.
Me informo, me cobro, quero educar direito, mas às vezes me pego sendo permissiva.
Sou rigorosa com a transmissão dos valores que são importantes para a minha família, e acho que nesse ponto eu tenho acertado mais do que errado. Mas também penso que, no fundo, só vou saber se essa parte deu certo mesmo quando minhas filhas forem adultas e cidadãs bacanas como eu espero que elas sejam.

Definitivamente, não sei que tipo de mãe eu sou. No fundo, acho que sou simplesmente uma mãe igual a todas as outras.

12 comentários:

Coisas de mãe disse...

Posso dizer?

Acho que uma das palavras que te define como mãe é : SENSATA.

beijos

Pati

Valéria Vieira Beirouth disse...

Adorei! Também tenho estes questionamentos... E já perguntei algumas vezes para os filhotes o que eles gostam e o que eles não gostam em mim... Estou errada em fazer isso??? Beijos!!!

Karen disse...

Ótima reflexão! Acho que deveríamos fazer sempre uma análise dessa, de que tipo de mãe nós somos, pra vermos o que não está certo e melhorarmos a cada dia. Mas também não existe mãe perfeita, não é mesmo?
Tô seguindo o seu blog ;)
Beijão!

marta santos disse...

Olá Roberta, antes de mais queria agradecer pelo envio do livro, a minha pequena adorou.
Quanto ao tipo de mãe, do que dá para ver no blog, sem nos conhecermos pessoalmente eu acho que você é uma mãe das BOAS, com quem eu me identifico muito.
Nós não precisamos de desistir de viver e dedicarmo-nos exclusivamente aos filhos para sermos boas mães. Eu acredito, que é dever dos pais educarem os filhos para o mundo, que devemos ser rigorosos, mas um pouco de permissão não faz mal a ninguém.
Que tipo de mãe é você ? Eu respondo vocé é uma mãe MARAVILHOSA, continue assim que está muito bem, estão aí as suas meninas de prova.

Beijos

Roberta Lippi disse...

Ô, Pati e Marta, não façam isso comigo... Vocês é que são umas queridas.
beijos beijos

Taisa Albini De Assis disse...

Sempre bom fazermos esse tipo de reflexão.. e diria no geral.. como mãe, mulher, filha, amiga e tal..

Todas nós somo mães que buscamos ser o mais correta possível, que buscamos amar e dar muito carinho aos nossos filhos.. na minha opinião todas as mães são perfeitas.. cada uma com seu jeitinho de ser! :))

Bjs

Rosi Carvalho disse...

Não é fácil ser mãe, mas vale a pena, temos q ser o mais certas possível, claro q até as mães erram, isso faz parte!!!

Chris Ferreira disse...

Oi Roberta, é realmente uma pergunta difícil de responder com tempo para pensar, mais difícil ainda de bate e pronto.

Mas concordo com a Pati. Sensata é uma palavra que te define bem.
beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/

amor que soma:agora somos tres! disse...

adorei a sua definição...
acho que sou um tipo de mãe que nem vc! dessas que estão sempre tentando acertar, mas que também não sou perfeita!!!
bjs e parabéns por ser uma mãe dedicada!

Erica Bosi disse...

Que ótimo que seja tão crítica consigo mesma, isto é bom. Eu também sou assim, sempre avalio a maternidade, mas não acho que seja como todas, porque há mães que não a mínima para a maternidade e tratam seus filhos como bichos ou nem isto. Acho que somos iguais a todas as mães que tentam dar o melhor de si.
http://educarmaisblog.blogspot.com/

(Mamãe) ~Pinel disse...

E eu preciso dizer, você acabou de me definir! É mesmo uma reflexão interessante e muito difícil de ser feita, mas se algum dia alguém me perguntar isso, vou pedir pra dar uma olhada nesse seu post! =D

Patrícia Boudakian disse...

Ro, também te acho uma mãe sensata. Serena, lúcida e amigona. É a imagem que tenho, mas preciso conhecer pessoalmente e saber se confere... rsrs

beijoca