quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Uma vai, a outra fica

Luísa esta semana voltou para a escola. A mesma dos dois anos anteriores. Então está toda animada, feliz, cheia de novidades. Mas desta vez a volta às aulas dela está sendo diferente. Porque ela tem uma irmã. Que ainda não vai para a escola. E a irmã está sentindo bastante a falta dela.
No ano passado, a Rafa ainda era muito bebê, então não percebia a ausência da Luísa. Mas nessas últimas férias, as duas brincaram muito juntas. Faziam todos os programas grudadas, o dia inteiro. Já são companheiras.
No primeiro dia de aula da Luísa, a Rafaela ficou em casa e eu fui levar a irmã para a escola. Quando voltei, a Rafa começou a perguntar pela "tata". Depois ficou quietinha, demorou a se embalar de novo. Perguntou pela Luísa a tarde toda. Aos poucos, ela está se acostumando. Mas fico meio chateada com isso. Dá vontade de tirar a Luísa das outras atividades pra ela poder ter mais tempo pra brincar com a irmã. O que eu percebo é que logo logo a Rafaela vai começar a pedir pra ir para a escola também.
.

13 comentários:

Marina disse...

Rô, todos as mães de 2 ou mais filhos falam que o mais novos querem ir pra escola quando vêem o irmão indo. rs
Dá peninho ver a Rafa sozinha, mas é um lindo sinal de que elas se amam! Adoro!

Ana Paula disse...

Roberta com minha filha mais nova aconteceu isso - acabou indo para a escola muito antes do previsto, com um ano e meio, porque chorava a manhã inteira quando via o irmão indo para a escola. Não havia o que acalmasse e ela ainda não se expressava verbalmente. Fiz a experiência de levá-la para ficar na escola e ela adorou. Os filhos mudam até os nossos projetos! Beijo

Mamatraca disse...

Sabe que eu até levaria de repente no meio do ano, Ana, o problema é que na escolinha onde a Luísa estuda a Rafa só pode entrar no ano que vem. E eu não gostaria de colocar em outra escola. Mas dá uma peninha...

Avassaladora disse...

Eu tenho a impressão de que com a Ciça vai ser a mesma coisa. Ela é grudada no irmão, vai atrás dele a manhã toda e quando a tarde chega as coisas ficam bem desanimadas lá em casa...

Maria Duda disse...

Dá uma dozinha, mas é tao lindinho ver esse amor de irmas. Logo logo elas estarao juntas e a mamae é quem vai sentir falta. Curta sua flhotinha enquanto isso. Bjss

Lavínia Costa Monteiro disse...

Com os meus foi assim: um chorava pedindo para outro ficar e o que ia chorava querendo levar o irmão!! Este ano estão na mesma escola, no mesmo período e estão adorando!! Tomara que sua caçula se acostume rapidinho com a susência da irmã... Bj...

Alice disse...

Que dó! Mas no fundo é lindo, né? Ver a ligação das duas, ver como ela sente falta da irmã, é até um estímulo para quem só tem um filho, porque irmão, né? Irmão é tudo de bom...

Paloma, a mãe disse...

RÔ, aqui já acontece, a Clarice é doida pela escola. Desde o ano passado que ela gosta (porque sempre ia comigo buscar a irmã) e neste ano, depois das férias, também fica sentindo muito mais a falta da irmã. É louca por mochilas e coisas que remetam escola, fica feliz da vida com o ambiente escolar e, tenho certeza, não vê a hora de chegar a vez de chegar a vez dela.
Até eu me pego fazendo as contas de quantos meses faltam para setembro chegar, embora saiba que eu vou sentir uma falta absurda dela....
Beijos

VI/RS disse...

Oii Roberta!
Acompanho o blog a muito tempo, e adoro!
Hoje vim pedir uma forçinha, minha filha tem um blog de moda e beleza, e ela esta realizando um sorteio por lá.
Você se importa de passar no blog para dar uma olhada?

O link é:
http://diariodeconsumo.blogspot.com/2012/01/primeiro-sorteio-do-diario-de-consumo.html

Desde já agradeço!
Beijoos!

(Mamãe) ~Pinel disse...

Com certeza que ela vai ficar louca para ir! Meu irmãozinho mais novo, aos 2 anos, chorava todos os dias querendo ir para a escola, e quando meu ou irmãozinho, 3 anos mais velho chegava, ela pegava seu material e brincava de escolinha (sem nem saber o que isso significava!).

Dá mesmo muita dó essa falta que um faz para o outro! Mas, ainda bem que a Rafa tem a mamãe para ficar com ela, né?

Mãe de três disse...

Ai sei o que vc tá passando, o Ad foi pra escolinha quando tinha 3 anos e meio e o Bj com quase 2, foi uma tristeza o Bj me falava assim , "mãe eu já sou dandão" pq tb queria ir pra escolinha então tive de adiantar os meus planos, eu queria coloca-lo com 3 anos e pouco igual o Ad , mais ele acabou entrando um ano antes , com dois e 6 meses, e agora temos a Baby que sente ainda não sente tanta falta, ela tem 1 e 7, mais vamos ver até quando, bjks e boa sorte.

Adriana Engelmeyer disse...

Irmão é tudo de bom....ainda mais companheiro....e essas duas serão para sempre assim...que fofassss...bjus

Juliana disse...

Oi Roberta, me sinto até envergonhada de conhecer seu blog há pouco tempo. Mas é que também sou nova por aqui... e te conheci primeiro no Mamatraca e adoro quando você aparece nos vídeos. ;-)
Aqui na Suíça, Gabriel começou primeiro na escolinha e Lucas ficava comigo em casa. Foi difícil. De um lado, Gabriel ficava enciumado pois o irmão estava com a mamãe e do outro, Lucas queria muito o irmão com ele em casa.
Agora, as coisas mudaram um pouco, pois Lucas está em uma Garderie e agora, quem sente que está faltando um braço, sou eu...
Um beijão, estou te seguindo desde já!!
Juliana
www.contosdeumamaepandora.blogspot.com