terça-feira, 22 de novembro de 2011

O cantinho permitido

Não sei se isso também acontece com meninos, mas as meninas costumam ter uma fixação por adesivos. Especialmente se for das princesas, afe. (fase "Princesa eu te amo", algum dia você vai embora?). Luísa nunca foi das mais arteiras, de ficar colando coisas ou riscando as paredes e móveis da casa (a mãe jura que é porque ensinou direito, hehehe), mas decidimos que liberaríamos um espaço do quarto dela pra ela fazer o que quisesse com os adesivos. O escolhido foi um pequeno criado mudo branco. E sabe que funcionou? Ela não cola em nenhum outro móvel da casa nem do quarto dela, só naquele. E, obviamente, também cola em todo tipo de papel que ela encontra pela frente, mas até aí ok. Nesse criado-mudo ela tem liberdade total. Cola, descola, rasga, põe outro por cima, faz como quer.
O que eu percebi ao longo do tempo é que, quando você permite algumas coisas, a criança se sente um pouco mais livre e acaba aprontando menos. Evidentemente isso depende da personalidade de cada uma e, nesse ponto, tenho sorte com a Luísa porque ela é bem mocinha. Mas tenho certeza que se não tivesse criado esse cantinho liberado para os adesivos, eu teria que brigar muitas vezes com ela pra tirar os colantes dos demais móveis da casa.
Cada criança tem as suas preferências. Se seu filho é daqueles que adora riscar paredes da casa toda, por exemplo, que tal experimentar encontrar um canto em que ele possa extravasar a sua energia, usar a criatividade e não se sentir tão podado? Aí vocês combinam o jogo que ele só pode riscar naquele lugar. Você pode inclusive fazer uma moldura com papel de parede para ficar esteticamente bonitinho. Depois me conta se deu certo (ou se ele teve a infeliz ideia de que tem liberdade de pintar em todas as paredes da casa hohoho).
.

13 comentários:

Maya disse...

Acho maravilhoso isso! Tb compartilho a ideia de dar certas liberdades.. a criança é criativa e curiosa por natureza, quem somos nós para podá-los (qdo a curiosidade não oferece perigos e nem estraga a decoração da mamãe)?

Mirian Vieira disse...

Adorei o blog, suas filhas são lindas! Estou te seguindo...

Paloma, a mãe disse...

Quando eu era pequena, eu tinha um livro especial para colar adesivos. Tentei fazer o mesmo com a Ciça, ela adora, mas cola também em outros objetos. De qualquer forma, ela só cola nos objetos dela (brinquedos, mesinha e cadeira de plástico). Ontem, pela primeira vez, arrancou uns do "livro de adesivos" e os colou em sua cama. Eu deixei, mas Clarice foi lá e arrancou. Daí, ela viu que não daria para mantê-los lá e os guardou numa caixinha onde ficam suas "preciosidades", ou seja, coisinhas queridas que a irmã não pode mexer.
Mas gostei da sua ideia, de eleger um lugar. Acho que vou eleger os que ela mesma já elegeu: a mesinha e as cadeiras de plástico. Quando quiser colar em outros, eu oriento que lá é o lugar (ou no livrinho).
Beijos

Carol Garcia disse...

adorei a idéia de um canto disponível.
tinha escrito comment enorme sobre como isaac é santo e só cola adesivos num album e sobre como existe essa fização por personagens masculinozinhos e lutadores, mesmo em adesivos, mas o blogger não vai com a minha cara.

bjocas nas bonecas

Luciana - Descobertas disse...

é eu acho super bacana tbém.. sempre pensei por aí... ter o o lugar para eles desenharem, comerem, brincarem , é importante para a criança aprender a entender os limites que tem e como usá-lo...

bjs

Luciana - Descobertas disse...

ah e sobre o post anterior, acontece lá em casa tbém do Pedro comer sozinho, mas tem alguns dias ou horários que ele não tá muito afim... ocorreu a mesma coisa comigo, acho que com criança a gente tem que esperar bem muito para ter certeza que não vai regredir né.. rsrsrs e aqui ainda tem a questão que horas sou eu que tou perto horas é a babá e não sei se ela incentiva como deveria.. enfim...

Karen disse...

Aqui em casa temos um lugar pra lá de inusitado para colar adesivos: o vaso sanitário. É que quando desfraldamos a Sophia usamos o método do adesivo: a cada vez que ela fazia xixi no penico ela ganhava um adesivo. Como ela sempre já queria colar o adesivo na mesma hora que ganhava (e por que estávamos tratando de desfralde) liberamos o vaso sanitário para ela colar os adesivos, depois que ela já tinha o penico todo adesivado.
E a associação ficou. Mesmo depois de já termos parado com a "premiação" era só ganhar um adesivo que a Sophia ia correndo para o banheiro para colar. E continua assim até hoje, para nossa diversão :-)

Beijo,
Karen
http://multiplicado-por-dois.blogspot.com/

Lia Vasconcelos disse...

Aqui em casa é igualzinho! Minha filha mais velha a-do-ra adesivos. Se forem de princesas, então, nem se fala! Ela é bastante tranquila no quesito colar fora do lugar e pintar paredes. De qualquer modo, ela tem uma mesinha com 3 cadeiras e ali tudo pode: desenhar, colar, pintar e bordar! Acho que funciona super! Bjs

Gleice disse...

Eu, como boa menina da década de 80, colei adesivos na janela do quarto. Não sei como a minha mãe permitiu isso, afinal é um trampo gigantesco pra tirar cola do vidro!
Bjos.

Sarah disse...

Roberta, aqui em casa temos exatamente isso: uma parede em que Bento pode pintar como quiser. Essa parede fica no quintal de casa, e ele pinta de giz de cera e canetinha. Sim, ele já quis pintar outras paredes também, mas foi só lembrá-lo da "parede só dele" que desistiu. Por enquanto tem funcionado, e ele adora rabiscar e inventar desenhos em sua tela exclusiva...
bjos

Coisas de mãe disse...

Que ideia boa! A Luiza adora "coletes" (adesivos)!

Nunca tinha pensado nisto! Ahistoria de liberar um parede eu até já tinha ouvido falar, mas acabei não colocando em pratica!

Uma vez encontrei ums giz coloridos, bem grossos que são otimos para brincar de pintar e escrever no chão (área externa, tipo garagem). Os dois gostam bastante, ficam escrenvendo, pitando, apagando, por horas...

beijos


Pati

Ivana - coisademae disse...

Rô, aqui quem gosta de adesivos é Alice e já tem seu lugar preferido: a porta do armário! os livros de adesivos não encantam muito, o que ela gosta mesmo é de colar fora deles,rsrsrs!

bjos!

Andrea Fregnani disse...

Me lembrei da minha adolescência, no meu quarto eu podia "decorar" a vontade, tinha uma parede que meus amigos e amigas deixavam recados com giz de cera, bom demais, adorei sua idéia,
bjs