segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Comer sozinha?

Quando a Luísa tinha pouco mais de um ano, ela começou a manifestar seus primeiros sinais de independência querendo fazer as coisas sozinha. Comer, por exemplo. Eu achava o máximo, mesmo com toda sujeira, ver aquela pitoca comendo sozinha com a colher. Quando saíamos e eu via crianças sendo alimentadas com a ajuda dos pais, a mãezona aqui logo pensava: "Noooossa, mas minha filha é demais, né? Olha só, que fofa, com um ano e meio comendo sozinha e aquela outra de três anos comendo na boquinha com ajuda da mãe... hahahaha"
Daí... . Hoje eu dou comida na boca da Luísa. É lógico que ela sabe comer sozinha, mas ela morre de preguiça. Então eu fico ali inventando histórias pra convencê-la a comer e monto as colheradas com a comida variada do prato pra ela não pegar só o que gosta.
Mais uma para a seção "Cospe para cima e cai na testa."
.

15 comentários:

Francine Barrionuevo disse...

O Felipe já vai fazer quatro anos e eu também dou comida pra ele, ele me pede com a maior carinha de dengo: -mãe trata de mim?? Quem resiste??
Além do que, eu confesso que prefiro, pelo menos ele come tudo, se eu deixar só por conta dele ele fica numa leseira se distraindo com tudo e comer que é bom nada.
bjoss

Roberta "Mimi" disse...

Hahaha Os meus também só comem com ajuda, e estão com 2 anos e 6 meses - eles com uma colher/ garfo e eu com outra
Eles até comem "sozinhos", mas cai muita coisa, demora, e uma ajudinha faz com que eles comam mais.
Tudo a seu tempo, eles comerão sozinhos um dia. :-)
Beijoca e boa semana,
Roberta, mãe dos gêmeos Rute e Miguel

Renata disse...

hahaha, aqui em casa acontece a mesma coisa hoje em dia!!! :-))

Fe Piovezani disse...

Nossa! Tá falando da sua Luísa ou da minha? kkkkkkk...da sua testa ou da minha???? kkkkkkkkk

Alice disse...

Nina está na fase "não toca no meu prato que eu sei comer sozinha". Já estou esperando o momento de retomar o controle da colher quando a preguiça tomar conta...

Fabiana Alvim disse...

Pô... eu já tenho horror a sujeira... AMO dar comida na boquinha, mas minha pituca nem completou 14 meses ainda e fica toda hora puxando a colher pra comer só! Nem... suja tudo!kkkkkkkkkk

Ass: a mãe que não quer ver a filha crescer!!rsrs

Mariana disse...

eu mesma ja postei sobre isso....e a seção cospe para cima e cai na cara? socorro, que atire a primeira pedra que não teve uma criança dando show no supermercado ou no shopping? que disse que o filho nunca ia comer vendo tv?
minha sogra ja disse: a lingua é o chicote da bunda! hahahahaha

Syl - Minha Casinha Feliz disse...

Ai, eu também cuspi pra cima......... lembro que a Julia com menos de dois anos comia sozinha e eu achava o máximo porque o primo que é 3 anos mais velho não comia....... orgulho besta, ne? Hoje eu dou comida na boca dela pelo mesmo motivo que vc e ainda tenho que ficar falando: "mastiga, Julia!"

Beijo
Syl
http://minhacasinhafeliz.blogspot.com/

Andrea Nunes disse...

Acho que é a fase Roberta, quando menores eles querem descobrir o mundo e ser independentes, depois chega a fase da preguiça e do denguinho, querem tudo pronto :)

Já passou no blog? Tá rolando o sorteio de uma girafa sophie, aquele mordedor que os babys adoram... Corre lá!

www.andreanunes.blogspot.com

beijoca

Mariana - viciados em colo disse...

ui, pegou um pouquinho em mim aqui!
já tive este pensamento e já tive que ajudar alice (aos seis anos) a terminar o prato. ui!
beijoca

Lia disse...

Isso de fazer as coisas sozinha às vezes tem mais a ver com a vontade da criança de ser independente (ou não) que da coordenação motora em si. Emília começou a comer sozinha com um ano, e comia bem. No café da manhã, eu cortava a fruta em cubos e colocava na frente dela junto com um garfo. Eu podia sair tranquilamente pra fazer outra coisa e, quando voltava, o prato estava vazio e havia muito pouca comida no chão. Quase um ano depois, ela vive pedindo ajuda pra comer. É uma forma de garantir que a gente vai ficar perto dela e não vai sair pra fazer outra coisa.
Ah, e teve a fase de escolher quem ia dar a comida. Ela pegava o prato e levava pro eleito. Uma forma de socialização, enfim.
Moral da história: não basta saber fazer; tem de estar a fim.

Maya disse...

hahah eu poderia adicionar mil coisas a essa lista do cospe pra cima e cai na testa!!

Jussara disse...

Nada a ver com o post: só pra dizer como os olhos da Luíza são lindos! Eu já tinha notado isso, mas é que nessa foto dá pra ver melhor por causa do cabelo curtinho.

Jussara disse...

Ai, escrevi o nome da Luísa errado! É a segunda vez que faço isso, apesar de ser atenta. É que confundi com a grafia da Luíza do Potencial. Sorry.

Andrea Fregnani disse...

Por aqui estou adiando, adiando dar a colher nas mãos de Alice (15 meses) ah ela já se distrai horrores na hora da comida, imagina comendo sozinha????
E a gente quer que os filhos comam, né?
bjs