sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Sobre a festinha do dia dos pais

Eu achei muito legal a iniciativa da escola da Luísa para comemorar o dia dos pais e dia das mães este ano: em vez de festa grande para a escola toda, eles chamaram para um lanchinho. Festinha íntima, dentro da sala deles. Cada aluno leva um lanchinho e depois eles se sentam com os pais ao redor da mesa pra bater papo e comer. De uma forma bem íntima, descontraída e sem constrangimentos. Ao final, entregam a lembrancinha que fizeram na escola para os pais e vão pra casa.
Acho que ainda não é o ideal, considerando que hoje existem novas configurações nas famílias e nem todas as crianças podem ter um pai ou mãe presente. Acho que a criação do dia da família é algo mais moderno e que contempla os diferentes modelos familiares (pais separados, casais homossexuais etc).
Ainda assim, gosto da simplicidade com que a escola dela trata essas ocasiões. Nada de ostentação, nada de grandes presentes ou grandes festas. E admito que eu queria ser uma mosquinha pra ver esse momento gostoso entre os dois, que deve estar acontecendo agora. (A Luísa é super jogo duro com o pai, mas ao mesmo tempo é completamente apaixonada por ele.)
Feliz dia dos pais a todos os pais, especialmente ao pai das minhas filhas, que me construiu comigo essa família linda.

9 comentários:

Mariana - viciados em colo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Carol Passuello disse...

Tá rolando um ciuminho ou é impressão?

Mariana - viciados em colo disse...

Roberta,

concordo com você: menos é mais!!! quanto mais simples as festas em escola, mais aproveitamos!!!

tenho como comparar dois tipos de iniciativas - mais simples e mais grandiosas - pois meus filhos estudam em escolas diferentes.

em uma é assim bem simples, normalmente nas salas, ou com algumas turmas, acontecendo em dias de sábado, com lanche de fruta para confraternizar. Neste ano, começamos a comemorar o dia da família e foi ótimo!

na outra, os eventos são mais tradicionais: com apresentações musicais ou teatrinhos, com criança chorando no início porque tem vergonha daquele povo todo, com criança chorando no final porque se arrependeu de não ter feito o que passou o mês ensaiando... os pais são a plateia, tem lembranças, brindes e em dia de semana. é bom, mas...

prefiro a primeira: mais divertido, "à vontade" e participativo.

beijoca e bom dia dos pais

Lu,mamãe do Deko e da Leka disse...

Na escola do meu filho é assim tbm,cada turminha na sua sala fazendo atividades individuais,mas antes sempre tem uma missa para todos,e apos um almoço mas nessa parte fica quem quer,tbm fazem uma festinha so para os alunos,dessa forma os que nao tem pai por exemplo nao se sentem tao diferente dos outros,achei muito bacana essa ideia,na outra escola nao era comemorado nada,no final do ano faziam uma grande festa e pronto era isso,achava muito certo.. beijinhos

Marcela lusia disse...

Essas festinhas mais íntimas são melhor aproveitadas tanto pelas quanto pelos pais.fica sempre mais aconchegante!

Celi disse...

Como é importante esse momento só deles. Depois volta para contar como foi...rs
Quanto as comemorações nas escolas acho mesmo que elas precisam ter um cuidado (considerando o tipo de casamento, os pais que sāo separados, a elaboraçāo do presente).
Um beijo.

Anne disse...

Eu nao gosto nada nada de eventos comemorativos na escola, mas certamente um lanchinho com as crianças é uma opção gostosa.
Bom mesmo seria um dia da famili, sem nomenclaturas, pais, mães, madrastas,,, e longe das datas programadas para o consumo...
Bjo

Carol Garcia disse...

oi rô...
isaac e maridex estão nesse momento num picnic organizado pela escolinha e eu to aqui trabalhando...
complexo da mosquinha? eu?
kkkkk
bjocas

Carol P disse...

Roberta,
Quanto as configuracaoes diferentes de familias, o mais importante eh ter alguem com a crianca no momento, mesmo q a figura paterna ou materna esteja representada por outra pessoa.
Quando estava no Brasil o meu marido esta viajando e eu fui na festinha dos dias ds pais. Ela era menorznha mas estava bem feliz, em comprensacao na festinha do dia das maes, uma mae chegou tarde e a menina estava a beira da infelicdade.
Acho que cada fase as festinhas vao se motificando ateh desaparecer. Entao o negocio eh aproveitar bstante.
Bj Carol P