segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Brincando no Parque – projeto legal

Enquanto sábado eu passei o dia fazendo um curso, meu marido e a minha mãe saíram para passear com as meninas e fizeram um programa super legal. Mas, como eu não estava lá pra poder escrever, o maridão hoje é o dono do post aqui do blog. Com vocês, o Luiz:

Apesar de situar-se perto de nossa casa, somente no último sábado resolvemos conhecer o Parque das Bicicletas na região do Ibirapuera  para estrear a “magrela “ da Luísa.

Curtimos muito a pista para pedalar,  mas o que mais surpreendeu não foi a boa infraestrutura para a prática das pedaladas, e sim a descoberta de um projeto super legal da Prefeitura de São Paulo chamado “Brincando no Parque”.  As atividades desenvolvidas por monitores simpáticos são bem diversificadas, desde de oficinas de arte e circo passando por teatro de fantoches, em que as próprias crianças assumem a função de representar os bonecos,  contação de histórias até a tradicional piscina de bolinhas e o pula-pula. 

Até para nós, pais e mães, é possível bater uma bolinha, já que existe também uma tabela de basquete e uma rede de vôlei, além de uma micro mesa de pingue-pongue e um joguinho de botão para nós marmanjos que querem matar a saudade dos velhos tempos.

Fiquei tão bem impressionado que resolvi fotografar tudo. Soube também que este projeto também existe em outras regiões da cidade,  em Guainazes e no Tatuapé (Parque Esportivo dos Trabalhadores)

O  projeto funciona aos sábados e domingos das 10 às 15 horas. Mas, infelizmente, este post não traz apenas  boas notícias. Fiquei sabendo, conversando com algumas pessoas, que o projeto tem data de validade e termina agora em outubro. Penso que, numa cidade como São Paulo, onde há uma carência de espaços e equipamentos urbanos voltados para o lazer dos nossos filhos, um projeto como o Brincando no Parque deveria ser estimulado e ampliado. Fica o apelo aqui para que ele seja preservado,  reforçado pelo lema da atual administração municipal de São Paulo - Cidade Criativa.




6 comentários:

Paloma, a mãe disse...

Muito legal, adoro e apoio demais projetos assim. É uma pena que a Prefeitura teime em eliminar as boas iniciativas...
Por que vcs não mandam um email (com este post) para a Prefeitura, pedindo para que o projeto se mantenha e seja ampliado? Sempre que eles ameaçavam cortar o teatro da Biblioteca Infantil Monteiro Lobato, a gente se mobilizava, mandava email, fazia abaixo-assinado e pelo menos, até eu sair daí, em 2009, o projeto (maravilhoso, por sinal, com ótima curadoria) continuava, apesar das ameaças de corte.
Beijos

Flor de Menina disse...

Nossa que projeto legal!

http://flordemeninaacessoriosbaby.blogspot.com

piscardeolhos disse...

ótimo post, luiz!
e que idéia de jerico acabar com um projeto desses, que deveria ser permanente forever and ever!
conta com a gente pra divulgar, ro!
beijos!

Roberta Lippi disse...

Boa ideia, Paloma! Realmente não consigo entender porque um projeto como esse tem data de validade.
Beijos

Patrícia Boudakian disse...

Nossa, que bacana. Muito bom o olhar do pai também. Que delícia. Concordo também que a prefeitura explore mais este tipo de atividade... é tão bom!

Beijos

Ivana - coisademae disse...

Que legal esse passeio, Roberta!!! Mas tá tão raro vermos iniciativas assim, né, principalmente quando elas dependente do Poder Público! Pena!

Lindas fotos!

Bjos, bjos!

OBS: tem sorteio lá no blog, se tiver um tempinho, passa lá!