quinta-feira, 7 de julho de 2011

A última moda das lembrancinhas

 
Foto meramente ilustrativa do Google Images
Daí que eu estava dando uma pesquisada para ter ideias de lembrancinhas para o aniversário da Luísa e da Rafa , que será uma festa só (bem boa essa ideia de fabricar as duas filhas no mesmo mês, assim a gente economiza um bom dinheiro com festa.... rsrsrs).
E adivinhe qual é a última moda para as lembrancinhas de de festa de meninas? Esmaltes personalizados! Rá! Em vez do rótulo normal, um adesivo com o nome da aniversariante.
Até acho uma ideia super simpática para festas de adolescentes ou lembrancinha de aniversário de 15 anos. Mas não! O que eu descobri é que os esmaltes estão sendo distribuídos em festas de crianças de 4, 5, 6 anos.

Nem sei mais o que comentar a respeito, sinceramente.

Gente, peraí!! Acho que algumas pessoas não entenderam o meu post pelo que vi nos comentários. Quem já acompanha o blog sabe o que eu penso a respeito disso. Mas vou deixar claro para não pensarem que estou incentivando esse tipo de coisa, pelo amor de Deus: eu sou CONTRA dar esmaltes como lembrancinha em festa de crianças, ok? Me preocupo muito com a adultização infantil e acho que distribuir esmaltes para crianças só faz incentivar que elas antecipem uma fase da vida. Acho que criança tem que ser criança. Não digo que minha filha não gosta dessas coisas, porque estaria mentindo. Ela adora maquiagem, porque quer imitar a mãe, e toda hora quer que eu passe esmalte nas unhas dela. Mas eu não faço isso, porque não acho que é hora. Muito de vez em quando, quando ela vai cortar o cabelo, até permito que a manicure passe uma base rosinha ou transparente com glitter nas unhas dela. Mas ela não vai ao salão comigo toda semana fazer as unhas e também não anda com esmaltes na bolsa. Também permito que ela tenha manteiga de cacau ou brilho labial na bolsinha dela, que ela usa como batom (só quando está brincando, e não pra sair de casa), mas não deixo passar nada além disso. Mas jamais daria esmaltes de lembrancinha no aniversário dela, achei essa ideia um absurdo. Ela ainda vai fazer quatro anos, é uma criança e não uma pré-adolescente!!!

40 comentários:

Tatiana disse...

Oi Roberta,

leio seu blog há algum tempo, e já cheguei a comentar algumas vezes e faço lindas lembrancinhas em biscuit. Se quiser conhecer um pouco mais sobre o meu trabalho, entre em contato (tmaffra@gmail.com). Será uma felicidade produzir as lembrancinhas de duas crianças tão encantadoras quanto suas filhinhas.

Um beijo

Lu,mamãe do Deko e da Leka disse...

oie ja tinha visto,ate ja pensei que quando minha baby estiver com uns 6 anos vou fazer um kit,com gloss,esmalte,coisinhas de meninas acho que vai ficar legal!beijinhos

Maura disse...

Oi Roberta,

Você tem razão. Acho que esse tipo de lembracinha só é legal para adolescentes.

Um abç,
Maura

Fabiana disse...

É... difícil. Minha filha (6 anos)é super vaidosa e adora esmaltes e maquiagens. Eu não proibo geral, mas também não libero geral. Prefiro não favorecer o uso. Acho a lembrancinha legal pra meninas com o dobro da idade dela! ;-)
Beijos
Fabiana
http://2-ao-quadrado.blogspot.com

♥Ana Paula♥ disse...

Adorei a idéia, ainda não sabia disso, muito original. Valeu...

Beijinhosssss

Mãe de Duas disse...

Rô, também estou na mesma saga procurando lembrancinhas para a minha leonina. 99% dos produtos caem em duas categorias: inapropriados ou de mau gosto. Mas eu sou mãe e não desisto nunca!
Bjos
Pri

Anônimo disse...

A ♥Ana Paula♥ entendeu tudo errado...rs Ah, como a população tem problemas em interpretação! Aff...

Mary disse...

TB acho legal para meninas mais velhas, com 12 ou 15 anos...
ainda mais que, vamos combinar, essas lembrancinhas aí são esmaltes da cor TOMATE!
Dá pra imaginar?
Acho péssimo!

Carol disse...

Rô, acho que algumas meninas não entenderam o teu post... esmalte pra criança pequena não é legal, gente! Estamos estimulando que meninas de 4, 5 anos se preocupem com aparência, beleza e demais coisas que ainda terão muito tempo pra se preocupar. Nessa idade, o legal seria brinquedos/lembrancinhas que as estimulassem, que as mantivessem onde deveriam estar: sendo crianças, ué. Brincando. Esmalte não, esmalte é pra adulto (adolescente, ok).

Tb tenho medo disso, Rô, te confesso. Com meninos, a coisa é mais amena, mas já escutei coisas com as quais não concordo, tipo "Lucas é namorado da fulaninha". Mas hein? NAMORADO? Ele é um bebê, porque já vamos jogar comportamentos de adulto neles?

beijo

Ártemis disse...

Realmente: inapropriado e perigoso.
Sugiro que você mesma faça (ou até mesmo encomende) lembrancinhas mais de acordo com a sua ideia de educação e lazer.
Acho que você poderia comprar umas sacolinhas ecológicas (eco-bag, nas Americanas elas saem a 1,99) e colocar dentro um caderninho de desenho com um jogo de giz de cera, um livrinho e algumas guloseimas. Também dá para colocar um minivasinho, com sementinha e instruções de cultivo (ou, por que não?, um potinho de iogurte higienizado, um chumaço de algodão e uns grãos de feijão. Sempre amei a brincadeira quando criança e acho que até hoje faz sucesso ver crescer a plantinha).
beijos, Ártemis

Mary disse...

Anônimo, vai ver a Ana Paula até entendeu sim, mas realmente gostou da idéia. Não é pq ela gostou q tem que deixar todo um discurso aqui sobre o porque acha que não tem problema uma menina de 5 anos usar esmalte da cor tomate! :-)

Cada um dá pro seu filho o que acha q ele merece né....

Roberta Lippi disse...

Pri, eu gostei de um kit que é exatamente o que sugeriu a Ártemis acima: um baldinho de jardinagem, com terra, pá e sementinha. Mas confesso que adoooorei a ideia dela de dar os potinhos de iogurte higienizados com algodão e feijão!!! Não é o máximo??!

Liege Albuquerque disse...

eu gosto é daqueles tubos de brigadeiro he he he
totalmente do seu lado sempre, CONTRA a adultização das crianças!!!!
ei, me dá a honra de ler meu blog hj? http://elucubracoesdaselva.blogspot.com/
será q v vai me criticar??? já passou por algo parecido? eu nem pensei, roberta, saí, sou meio explosiva...mas não arrependi não...

Fabiana disse...

Eu achei bem legal essa ideia do esmalte. Massssssssssssss, pra 4 anos não dá, né?! É muito novinha ainda.

Bjos.

Re disse...

Estou contigo e nao abro...tb acho um absurdo isso pra criança de 4 anos...cade os livros de colorir, as massinhas, o kit jardinagem?

Tathyana disse...

pra meninas mais velhas até que vai mas pras nossas pequenas não rola!!! Bjssssssssssss

Mãe do Pitoco disse...

Ai, posso ser antiquada total? Sou contra dar esmaltes de lembrancinha até para pré-adolescentes. Livros, material educativo e coisinhas baratinhas, mas que fazem lembrar a aniversariante são bem melhores do que qualquer coisa que estimule ainda mais a futilidade que impera em nossa sociedade. Não sou contra ninguém pintar unhas, mas não acredito que esmaltes, batons e coisas afins sejam itens de lembrancinha de aniversário. Será que estou sendo radical com o discurso "esmalte nunca"? hehehe Mas, sim, eu entendi seu post, viu, Rô? Só estou discordando da parte que fala que para pré-adolescentes pode ser. Na minha opinião de mulher que não pinta unhas, esmalte não é lembrancinha boa, não. Mas não estou querendo ser cri-cri com seu post, não. É que eu sei que você gosta de nossa opinião e escolhe esses temas para que os debatemos mesmo contigo. Desculpe-me porque sei que a escrita não tem entonação e, às vezes, podemos soar grosseira quando apenas estamos expressando outra opinião.
Ufa! hehe Beijocas nas três.

Anônimo disse...

Mary, pelo jeito que a ♥Ana Paula♥ escreveu, duvido que ela tenha entendido. Bom, de repente ela nem leu a última frase: "Nem sei mais o que comentar a respeito, sinceramente".

Dani disse...

Rô, entrei aqui nos comentários para te sugerir uma idéia que já foi dada acima e que vi que você gostou: em um aniversário aqui do prédio a lembrancinha era um vasinho, um pouco de terra, um regador e um saquinho de sementes.
Adorei! Foi a maior curtição plantar a alface - que já está brotando.
Essa idéia da Artemis dos potinhos de iogurte é um aperfeiçoamento sustentável dessa idéia, já serviu de inspiração para mim no ano que vem...
A lembrancinha da festa da Helena vai ser um livrinho de colorir, uma caixinha de giz de cera e uma bolinha de sabão (ela é LOUCA com bolinha de sabão).
Sobre os esmaltes, realmente, sem comentários.
Beijos!

Roberta Lippi disse...

Queridíssima mãe do Pitoco, nunca vou ficar brava com você.
E na verdade não discordamos, não. Eu disse que a Luísa não é uma pré-adolescente, mas não quis dizer que daria esmaltes de lembrancinha pra ela quando chegar a essa fase. Acho que para a lembrancinha de um aniversário de 15 anos pode até ser, não pelo consumo em si, mas porque acho que faz parte da fase, mas acho que nem isso eu faria. O que eu quis dizer é que nesse caso já não acho que seja uma aberração, entende? (desde que não seja esmalte vermelho, que tb não acho que é pra essa idade)
Beijos, beijos!!

Samy disse...

Apoiadíssima, criança é criança.Acho o cúmulo do mau gosto, p/naofalar outra coisa. TAva aqui pensando, daqui a pouco estão distribuindo cigarros de chocolates ou sei la mais oq como lembrancinhas. Lamentável essas mães sem noção q querem criar mini Barbies. bjs

Mary disse...

Roberta, eu concordo com vc que não devemos incentivar a adultização e acho que vc caminha na medida certa, sem impedir, mas sem incentivar.
Que menina nao gosta de um esmalte rosinha, de carregar um brilhinho labial na bolsinha? Eu fazia tudo isso qdo tinha a idade da Luísa (mas só podia passar esmalte clarinho bem de vez em qdo e brilho sem cor, daqueles do boticário) e hoje eu não sou uma pessoa fútil, que só se preocupa com beleza e maquiagem... E tb não sou daquelas q fica passando rímel e batom pra ir até na padaria ali na esquina e fica na neura se nao está maquiada pra ir a algum lugar.
Também comi muito cigarrinho de chocolate na minha vida, mas sempre fui muito bem orientada pelos meus pais e hoje não sou fumante, e grande parte dos meus amigos, q tb comeram muitos cigarrinhos de chocolate, não fumam tb. Acho q em um grupo de 30, apenas 2 fumam. E todos tiveram aquela infância de padaria q eu tive, com cigarro de chocolate, guarda-chuva de chocolate, minhoquitos, ping-pong, bubaloo, chocolate surpresa etc.
Também não andava de bota de cano longo, nem tive uma adolescência com sexualidade precoce e nem nada de todas essas coisas que tanto sempre falam da Xuxa. E eu assistia Xuxa com frequência.

Eu acho que o caminho do meio é a solução. Não precisa privar tudo e tb não precisa permitir tudo. Se privarmos nossos filhos de tudo, o dia em que eles tiverem que fazer escolhas, será que saberão optar dentre alternativas e condutas que desconhecem pq foram afastados delas?
Mais do que privar esmalte, maquiagem, tv, etc, vale a forma de como essas crianças são orientadas pelos seus pais. Com diálogo e argumentos, eles terão acesso a tudo que precisarão saber e conhecer para que se tornem adolescentes e adultos conscientes de suas escolhas.

Anne disse...

Fui a um chá de cozinha que a lembra Cunha era essa. As convidadas estavam na faixa dos 30. O esmalte era o Gabriela, colorama : nome da noiva. Simpático e adequado.
Para criança? Uó. O fim!

Amei as idéias dos potinhos. Convenhamos, as lembrancinhas devem mesmo ser simples, efêmeras e carinhosas. Nada mais...

MÃE DO GUI disse...

Do jeito que eu sou, acho que se tivesse uma menina,m era capaz de dar sim de lembrança, numa cor bem clarinha, ahahah

bjo jana

Chris Ferreira disse...

Oi Roberta,
esses esmaltes personalizados realmente iria fazer sucesso como lembrancinha de uma festa de adolescentes ou adultos.
Adorei a ideia dos potinhos de iogurte com algodão para plantar feijão. As crianças amam essa experiência.

beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/

Fe Piovezani disse...

Ah Rô, não sei!

Luísa ama esmaltes, passa o que tem (um Pink “lindo” de morrer) de qualquer jeito e se acha. Vaidade à mil, claro, e juro, acredito que todas as crianças iriam amar ganhar, de lembrancinha, um esmalte!! Acho que na brincadeira até vai, viu? Duro é ter uma criança que seja alérgica que nem você, hein ?

Num aniversário do Dado, a Bia deu um kit com escova e pasta de dentes. Achei fofo aquilo, mas Luísa tinha 2 anos e ainda não usava aquele tipo de pasta. Bia avisou e ficou tudo certo. Uma graça!

Sei lá....as meninas iriam adorar com certeza!

Carol Garcia disse...

afff....
hoje esmaltes, amnhã vão dar pílula do dia seguinte e folhetos explicativos????

afffffff

Têh~° disse...

que ideia legal.. gostei

Flavi disse...

Olá Roberta! Adoro sei blog, já sigo há algum tempo, mas e a primeira vez q comento! Realmente essa lembrancinha de esmaltes me parece muito inadequada! Sou medica e gostaria de alertar quanto ao aumento do desenvolvimento de alergia aos componentes químicos dos esmaltes, precocemente em crianças! Portanto, alem das questões de " adultizacao" já expostas em comentários anteriores, essas lembrancinhas sao muito pouco " saudáveis" ! bjs

Cassiê, a mamãe do Eduardo disse...

Oi! Adorei seu cantinho!! Já estou acompanhando vocês!! Beijos!

Juliana Contezini disse...

Oi Roberta, não sei se estou fazendo confusão, mas acho que foi você que fez a lembrança de nascimento mais linda que já vi (um livro ilustrado contando de forma bem lúdica a história do nascimento).
Acho que alguma lembrança na mesma linha (caderninho de atividades) + estojo de giz de cera, ficaria o máximo !!!

Laís disse...

Oi Roberta, realmente a ideia pode ser legal para maiorzinhas, mas para as "nossas", tbm acho que ainda não rola.

As lembrancinhas que fiz para o aniversário da Malu de 2 anos ficaram mega fofas e apropriadas - tanto para a idade quanto para o tema da festinha! Se te interessar, procure as meninas da Love Idea (com.br), com certeza elas te ajudarão com isso!

beeijos,
Laís.

Thati Bordados disse...

Bom, como esse assunto "esmalte para criança" já me incomoda há algum tempo, não resisti e resolvi dar pitaco... Como disse uma mãe aí em cima, certamente essa lembrancinha faz o maior sucesso entre as meninas, que estão fazendo uso de esmaltes cada vez mais cedo (já vi uma menininha que parecia ter menos de 2 anos com as unhas pintadas!!!)... Mas quem disse que criança sabe o que é bom e adequado para a idade delas??? Nós é que devemos dizer o que é e o que não é adequado para nossos filhos (aí já sabem, cada cabeça uma sentença). Bom, digo tudo isso porque minha filha tem 7 anos e acho que é a única menina da sala dela que não usa esmalte. E nem vai usar. Não é porque toda mãe deixa que eu tenho que deixar. Acho que não tem nada a ver com criança essa coisa de esmalte, maquiagem, chapinha, e onde mais a vaidade mandar. E se minha filha um dia ganhar um esmalte de lembrancinha, sem crise, dou o esmalte para alguém que quiser fazer uso.
Baci

Mãe de Duas disse...

Uau, quanta polêmica! Que bom!
Mas pelo visto cada um interpreta como lhe convem.
Sobre a lembrancinha, era isso mesmo o que eu estava planejando!
NÃO! Não o esmalte, hahaha! As sementes com a terra...
Bjo

Celi disse...

Roberta,
Realmente esmalte não dá... Concordo 100%! Se a mãe quiser incentivar a filha, então que cuide disso e que seja somente para ela. Dar de lembrancinha é o fim.
Ainda terão tanto tempo para escolher se é apropriado ou não, se vão querer pintar as unhas...
Agora, quanto a lembrancinha adorei a idéia dos potinhos.
Sabe que outro dia meu filho foi numa festa e uma das lembrancinhas era um vasinho de barro. As crianças pintaram, plantaram e trouxeram para casa. Achei a idéia bacana.
Um beijo.

Prô Erika disse...

Oi Roberta, concordo plenamente com vc a respeito da precocidade que as nossas crianças estão sujeitas nos dias atuais. Eu ainda não sou mãe, mas educo crianças na faixa etária dos 4-5 anos e não gosto qdo eles ficam falando sobre namorados (eu explico q eles tem q brincar, e não ficar de beijinhos na boca). E sobre esmaltes, eu tbm não gosto, acho q fica apropriado para pré-adolescentes (a partir dos 11 anos). Acho q qdo eu for mãe, serei bem chata nesse assunto, criança não combina com maquiagem, esmaltes, e afins. Criança pra mim tem q brincar e ser feliz, sem se preocupar com outras coisas. Mil beijos!!! Prô Erika

Anônimo disse...

ESSE BLOG TEM UMAS IDÉIAS LINDAS PRA FESTA! VE LÁ.
http://papetier.blogspot.com/

Leana ♥ Mãe da Giovanna♥ disse...

Caramba, dei isso de lembrança (para as adolescentes, hein!!!) no niver da minha filha em outubro do ano passado... e agora é moda???
Falando sério, tb não gosto de esmalte na unha de criança. Concordo com vcs!

Andrea Nunes disse...

Rô sou mãe de duas, uma baby de 10 meses e uma filhota de 8 anos. Te digo assim, eu nunca incentivei a Nati a usar esmaltes, ela, claro, teve sua fase de me imitar e ficou fascinada por maquiagem, e chorava toda sexta porque sabia que eu iria fazer as unhas e não deixava ela fazer. Meu marido um dia me disse pra não ser tão radical, que era coisa de criança e que eu não levasse tudo tão a ferro e fogo. Desde então deixava ela pintar as unhas de vez em quando. Aí ela queria pintar as unhas dos pés, fui radical e não deixei mesmo. Ela vivia rebocada, chorava querendo minhas maquiagens, usava minhas escovas de cabelo, queria meus perfumes e andava pela casa com meus sapatos de salto. Isso tudo por volta dos 4 aos 6 anos de idade. Não tinha quem não falasse que ela era uma peruinha. Tentei levar numa boa como coisa de criança mesmo, deixava umas coisas, proibia outras e assim fomos levando, comigo sempre enfatizando que ela era criança e tudo tinha seu tempo. Esmalte escuro ou batom vermelho nem pensar! Hoje essa fase passou. Acho que faz parte da fase de se espelhar na mãe mesmo, e vejo que a Nati agora, com 8 anos está criando sua própria identidade. Já tem festas de aniversário que escolhe ir de legging e camiseta para poder brincar melhor e não quer nem levar bolsa para não precisar se preocupar com a mesma, isso antes não acontecia de jeito nenhum, ela queria se arrumar toda.

E quanto a pintar as unhas dos pés, acabei deixando uma vez, ela se achou linda no primeiro dia, no outro pediu pra tirar e nunca mais pediu, sendo que me infernizava horrores antes. Bom senso é o melhor caminho porque a curiosidade faz parte.

E sim, no aniversário dela de 9 anos faria de lembrancinha os esmaltes, porque não vou ser hipócrita em falar "ai que horror" sendo que minha filha pinta as unhas de vez em quando ;o)

beijoca

Letícia Volponi disse...

Ai, Ro, nem me fale! Eu detesto criança cheia de maquiagem e unhas pintadas. Acho o fim. Outro dia, um amigo foi em casa com os filhos e a atual namorada, fui terminar o almoço e a Laura me aparece na cozinha toda pintada, com as unhas vermelhas, achando o máximo. Quase morri!! E ainda tive que enfrentar a maior luta em casa para tirar aquele esmalte dos dedinhos dela...