quinta-feira, 12 de maio de 2011

O mamaço e o encerramento de um ciclo


Hoje as mães se enfezaram. Essa história de não poder amamentar em público, como se isso fosse atentado ao pudor, realmente é demais. Primeiro teve a história da mãe que foi impedida de amamentar no Itaú Cultural, o que gerou o movimento hoje na av. Paulista, em São Paulo, e depois teve o caso da mãe que teve sua foto amamentando retirada do Facebook como se fosse uma imagem pornográfica. Para rebater esse absurdo, ela propôs que hoje as mães colocassem fotos suas em redes sociais amamentando, pra mostrar o quanto isso tem que ser encarado como uma coisa natural. Aí vai a minha. A foto acima é da Rafaela mamando logo após seu nascimento. Ali no meu peito ela ficou por cerca de uma hora. Foi um momento muito especial.
Ah, e quem ainda não leu esse manifesto AQUI da Lia a favor da amamentação, não deixe de ler.

***

A ironia é que, no mesmo dia em que acontece esse manifesto, batizado de Mamaço, eu encerro meu ciclo de amamentação com a Rafaela. Hoje fiquei pensando bastante sobre isso. Encerrar esse ciclo, quando a gente ainda tem prazer em amamentar, é difícil. Dói, mesmo sabendo da liberdade que se ganha quando temos de volta nosso próprio corpo. E essa semana eu andava meio triste. Foi uma escolha da Rafaela, e não minha. Ela foi se recusando, se recusando, e o peito foi reduzindo a produção de leite, e uma coisa levou à outra. Ontem e hoje ela não mamou mais no peito. E entendo que essa etapa ficou por aqui.
Depois, pensando melhor, avalio que não devo encarar esse marco com tristeza, mas como uma vitória. Com todos os percalços que já passei pra conseguir manter a amamentação da Rafa sem complementos, creio que ter alcançado os seis meses de amamentação exclusiva foi maravilhoso e, mais ainda, consegui amamentar no peito até praticamente o mesmo tempo que consegui com a Luísa (que encerrou aos nove meses). Mas que dói, dói.

Agora vambora para as novas fases que vêm a seguir.

12 comentários:

Meriellen disse...

Parabéns pelo blog, é lindo e muito interessante, venha fazer parte do meu!! http://meriellen-meumundinho.blogspot.com/
beijos

Coisas de mãe disse...

Tambem senti um vazio quando aconteceu com os meus. O Pedro tinha 1 ano e a Luiza 11 meses. Mas foi natural, acho que como você). um dia eles não queria mais, nem sei se eu tinha muito leite ainda, aparentemente não tinha.

Como você mesmo disse, que venham as proximas fases!!

beijos

Celi disse...

Uma emoção grande durante todo o processo da amamentação e uma enorme saudade posteriormente.
Mas lembre-se que você abraçou seus filhos e fez o seu melhor! Cada fase é única e é por isso que precisamos curtir e registrar cada momento ao lado deles.
Um beijo.

Lia disse...

Um desmame natural é a melhor coisa. E pode ter certeza que ela aproveitou cada gotinha desse alimento sublime e cada momento de afeto que vem junto.

Fabiana disse...

Ai Rô, imagino que isto deve causar mais uma das muitas confusões de sentimentos que a gente sente ao longo da vida de mãe.
E acho saudável que você curta o que isto estiver te causando, seja tristeza, saudade, alegria, emoção, alívio, liberdade, sensação de vitória ou tudo misturado.
Beijos,

Beatriz Zogaib disse...

Puxa se dói. Acho que mãe sofre mais que filho nessa hora.
Mas é um começo também.
Beijos
Bia
www.vidadamami.blogspot.com

Mari Rocha disse...

Roberta,

ver nossos filhos crescerem é assistir essas fases passando, diariamente. às vezes pego a laura no colo, no escuro do quarto, na mesma cadeira onde a amamentei, e me dou conta do quanto que ela já transborda do meu colo. sei que um dia ela não vai caber nele. então, ao invés de ficar com saudades do tempo em que ela mamava em meu peito, trato de abraça-la muito, enquanto ainda posso esquentar seu corpinho inteiro com um bom abraço. acho que um dia teremos saudades de tudo, absolutamente tudo. eu não sei se você toma vinho (ou caipirinha, ou cervejinha...), mas se tomar, aproveite agora que você pode pra tomar umas boas taças e brindar essa vitória que foi a amamentação da Rafa.
beijão!

Fernanda Daniela disse...

Ah querida, sei bem como e essa fase, o meu Biel tambem foi deixando e entendi que ele estava pronto para seguir com sua jornada sem o peito da mamae. Eu lembro que fiquei arrasada, mas depois passou 'e assim que acontece. Adoro seu blog faz tempo que venho aqui bisbilhotar. Parabens. Beijinhos.

Ananda Etges disse...

Roberta,

Aproveito que tu postou sobre o assunto para te convidar para participar de uma blogagem coletiva sobre amamentação. O tema é: "Amamentação: as delícias e as dificuldades".

As informações estão no link:

http://projetodemae.wordpress.com/2011/05/13/amamentacao-as-delicias-e-as-dificuldades/

Beijos, Ananda.

http://projetodemae.wordpress.com

Uma Mae das Arabias!!! disse...

Roberta,

Entendo a fase que esta passando, aqui tbem aconteceu o desmame e o meu sentimento esta registrado nesse post:

http://www.barbarasaleh.com/2011/05/06/23-meses-de-amamentacao-relato-do-desmame-completo/

Parabens a vc!! Tbem lutei muito contra o complemento, fiz relactação e no final deu tudo certo, graças a deus.

beijos em vcs e fiquem com Deus

Barbrinha

Renata disse...

Ro, o bacana é que foi um processo natural, sem que nenhuma das duas tivesse forçado um processo doloroso. Dói, né? ainda mais pra quem não quer mais ter filhos e não vai mais amamentar, mas deve ser encarado como mais uma das tantas fases que passaram!!
Linda foto.
Um beijo enorme, Re

Patrícia Boudakian disse...

linda foto. lindo amadurecimento. cada coisa no seu tempo. vc soube viver e fez por onde, mesmo com os percalços do caminho... por isso te admiro!

um beijo!