domingo, 15 de maio de 2011

Movimento Infância Livre

Fui convidada, assim como algumas outras blogueiras, a aderir ao Movimento Infância Livre de Exploração e Abuso Sexual, promovido pela Childhood Brasil, organização criada para enfrentar o abuso e a exploração sexual infantil. Tema espinhoso e difícil, esse. E que merece muita atenção de todos nós, pais.
Um show super bacana vai acontecer no Theatro Municipal do Rio de Janeiro no próximo dia 17 de maio para debater o tema e chamar a atenção da sociedade. O evento, capitaneado por várias estrelas da música e da televisão brasileira, terá como foco a defesa pelo direito de ser criança. Esse parece ser um direito básico das crianças, mas não é. Já falei sobre isso várias vezes aqui no blog, de diversas maneiras. Lembram daquele texto que publiquei recentemente aqui sobre os direitos das crianças? Quem não viu, vale a pena.
Hoje a Paloma também fez um texto ótimo sobre o assunto. 
Muitos pais estão perdendo a mão nesse sentido e não estão percebendo, gente. Crianças não estão exercendo esse direito básico de serem crianças muitas vezes por caprichos ou descuido dos seus próprios pais. A erotização infantil muitas vezes começa com determinados comportamentos aceitos e incentivados dentro de casa. Não deixem que seus filhos se vistam e se comportem como mini-adultos. Eles têm que ouvir música infantil ou músicas adultas de bom gosto sem apelo sexual, se vestirem como crianças, se sujarem, brincar na rua, fazerem bagunça. Crianças não têm de fazer festa em salões de cabeleireiro, não precisam conhecer marca de roupa, não podem alisar ou colorir os cabelos.
Prestem atenção se vocês estão deixando seus filhos vivenciarem cada etapa a seu tempo. Com o argumento "é coisa de criança" podemos incentivar, inconscientemente, que elas também achem normal coisas que não deveriam achar normal, inclusive serem abordadas por estranhos com apelo sexual, seja física ou virtualmente.
Como bem disse o release que recebi sobre o movimento, nós todos somos responsáveis pela solução desse problema.

Infância Livre de Exploração e Abuso Sexual Espetáculo em benefício da Childhood Brasil 
Presenças confirmadas: Ana Botafogo, Caetano Veloso, Djavan, Marcelo Bratke, Maria Bethânia, Maria Gadú, Milton Nascimento, Patrícia Pillar, Renata Sorrah, Sandra de Sá, Sandy, Seu Jorge e Thiago Soares.
Dia 17 de maio, às 21h 
Theatro Municipal do Rio de Janeiro - Praça Floriano s/n. – Centro. Tel: (21) 2332-9191.
Ingressos: Balcão Nobre e Platéia – R$ 50 Balcão Superior – R$ 30 Galeria – R$ 20
Ingressos à venda pelo site www.ingresso.com ou na bilheteria do Theatro Municipal (a partir de 10h).


Para mais informações: http://www.infancialivre.org.br/ 

6 comentários:

Flavia Bernardo disse...

Muito legal esse movimento! Eu tb apoio!!

Vou compartilhar!

bjinhos
Flavia

Mariana - viciados em colo disse...

importantíssimo!

Sarah disse...

Importantíssimo esse movimento. Concordo que há pais perdendo a mão, contribuindo inclusive para a perda da infância. Outro dia vi fotos de uma festa de aniversário de uma menininha de 2 anos cujo tema foi moda. Da decoração aos doces, das lembrancinhas às brincadeiras, tudo tinha esse tema, e com marcas famosas. E havia ainda um salãozinho de beleza para as convidadas se arrumarem. De novo, a festa era de uma menininha de 2 anos. Veja aqui: http://migre.me/4uJs9.
Para mim cabe no mesmo saco do sutiã com bojo para meninas.
É exatamente o que vc escreveu, criança tem que se sujar, ouvir música infantil, enfim, ser criança.
bjos
Sarah
http://maedobento.blogspot.com/

Anne disse...

que bom que concordamos!!
onde estão as loucas que estimulam esse tipo de "infância"...
acorda gente! é nossa responsabilidade garantir que eles cresçam saudáveis!
bjo parabéns pela campanha!

Patrícia Boudakian disse...

concordo plenamente. com vc e com a paloma!

beijo!

Pequenos Modernos disse...

Criança é criança! Você está super certa!
Parabéns pelo post!
Beijinhos e boa semana!