segunda-feira, 14 de março de 2011

Peso de mãe

Muito trabalho pra fazer essa semana. Reuniões externas marcadas.
Daí:
- Bebê gripada.
- Babá com conjuntivite e sabe Deus quando volta a trabalhar.
- Moça que ajuda na casa avisa que não vem na quarta nem na quinta porque o filho vai ter que fazer uns exames.
- Pra completar, marido viaja na quinta e volta só na semana seguinte. Família mora toda fora de SP.


Então eu fico pensando, em meio a esse caos instalado, que tudo poderia ser muito pior: e se eu trabalhasse fora?

19 comentários:

Eleonora Monticelli disse...

Como dizem, não há nada tão ruim que não dê pra ficar pior, né? rsrs..
E pra ser um pouco solidária ao seu momento: a moça que trabalha em casa voltou hj depois de uma semana afastada por conjuntivite...
Bjs e boa sorte aí!

http://cegonhatrends.blogspot.com

Andrea Fregnani disse...

Nossa fiquei tensa com seu post, ainda bem mesmo que vc não trabalha fora, ufa...logo as coisas voltam ao normal,
bjs

Micheli disse...

Eu te endendo, ôh se entendo!!!
Eu ainda nem tenho ajudantes em casa, então, em casos assim, a minha casa inteira fica virada e eu nem sei para que lado olhar e o que deixar de fazer primeiro... aff!
Mas passa, viu?
Beijos.

Nat disse...

Concordo contigo!
Minha pequena de 6 meses tbm, pegou uma gripe que virou um principio de pneumonia. Como foi ruim! Primeira doença do primeiro filho...
Não tenho ajudantes, sou eu que (tento,rs) fazer tudo. Mas pensei exatamente na mesma coisa: Ainda bem que eu não trabalho fora, se não já ia faltar uma semana inteira e sem dó!
Pelo menos em casa fico projetando no computador de madrugada entre uma inalação e outra.rs

beijos

Lê - Dilemas de uma mãe sem manual! disse...

Nada como um bom banho relaxante numa hora dessas e entregar nas mãos de Deus, né amiga? Bjo e boa sorte!

Carol P disse...

No final vai dar tudo certo. Digo por experiencia propria, minha familia mora do outro lado do Atlantico, trabalho fora, meu marido anda viajando menos(touch wood antes q volte a viajar). Se a C fica doente e nao tem ninguem na volta (alta probabilidade) trabalho de casa com ela em casa. Ou finjo q faco algo ou day off, aqui a coisa eh flexivel, lei eh lei.
Mas no final tudo da certo, pois as vezes nao tem como dar mais errado.
Boa sote.
bj Carol P
http://motherlovedataba.blogspot.com

Carol Garcia disse...

nem me faaaale!
estu de mal com o meu eu que trabalha fora.
querendo horrores trabalhar dentro.
estar mais presente, ter mais tempo, enfim...
que vida.
mas tudo se encaixa, toda gripe passa.
amém.
bjocas e mehoras a todos por aí.

Mãe de Duas disse...

Sempre falo que aqui em casa trabalhamos apenas com uma possibilidade: vai dar certo.
Pensamento positivo aí Roberta!
E melhoras para todos :-)

Bjs
Priscilla

Marcia Pergameni disse...

ai jesus!!!!! vai se ajeitar com certeza, mas trabalhando fora seria o caos total!!! bjus

Mariana - viciados em colo disse...

ui, e este caos fosse aqui em casa, EU ia ter que faltar o trabalho e as reuniões externas...
boa sorte, baby!

Paloma, a mãe disse...

Eita, é difícil mesmo, num vou negar. Mas como vc foi avisada ANTES vai se preparando, congelando comida, painhas, essas coisas, que no final, vc sabe, tudo se encaixa (menos as olheiras)!
Beijos e boa sorte

Roteiro Baby disse...

Engraçado que enquanto eu lia sobre o seu caos, antes de terminar de ler tudo... eu já pensava "se isso acontecer comigo, agora que voltei a trabalhar, ferrou!!!!"
Risos.
Minha licença maternidade acabou semana passada e eu me organizei neuroticamente para deixar minha filha em casa... gente contratada, papai que pôde diminuir a carga horária, vovós que fizeram o mesmo... mas se tudo der errado, tô perdida!
Boa sorte por aí...
Ah... e espero que goste do meu blog tb... até incluí o seu entre meus favoritos. Dou dicas de mães para mães, divulgo programação cultural para as que moram em Brasília e produtos lançados no mercado infantil.
Espero que goste mesmo!
Agraços e até mais,
Iza

Paula Dreger disse...

Ai Rô que chato, mas fica tranquila que voce vai conseguir. To torcendo para todos melhorarem por ai!
beijos

Kris disse...

É por essas e outras que não me mudei de cidade. Recebi uma proposta de emprego, mas teria que me mudar. Na minha cidade, tenho minha mãe, minha sogra, caso aconteça algo desse tipo... heheheh
Passa viu??!!!
Bj

Beta, a mãe disse...

Eu nem consigo imaginar como é a vida de uma mãe que trabalha fora. Essa semana vou enfrentar algo semelhante. Só vou ter a ajuda da moça que cuida da casa. E isso nem é tão garantido assim, como bem sabemos.
Força na peruca essa semana, que tudo vai passar. Beijos

Giovanna baby!! disse...

Parece que fomos realmente criadas para estes "probleminhas"....Nada vem sozinho quando se trata de ser mãe: Esta parece a semana dos apuros, hehe, boa sorte com as crianças!!!

Chris Ferreira disse...

Ah Rô,
se você trabalhasse fora ia ter que faltar como fez a moça que ajuda aí.
Já tive que faltar algumas vezes por essas loucuras que acontecemm na nossa vida.
E o pior é que sempre acontece TUDO de uma única vez. Parece provação.
beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/

Alessandra disse...

Roberta, tbm moro em cidade sem a família, isso eu acho duro, me sinto às vezes sozinha mesmo, pois na emergência, se tudo falha, a gente recorre à mãe, irmã, tia, avó... mas sem ngm... !! Ai, ai... sou louca para voltar para minha cidade natal! Boa Sorte, a gente sempre consegue no final! bjao

Mariana disse...

e se tu trabalhasse fora???? realmente é dureza...