terça-feira, 30 de novembro de 2010

Ser mãe é...

... ser capaz de abstrair totalmente o choro de uma criança e se concentrar em outra atividade.
Agora, por exemplo, estou aqui sentada fazendo coisas no computador enquanto Luísa está no meu colo chorando há um tempão por pura manha, sem motivo. (Antes que as mães mais radicais me chamem de mãe desnaturada, aviso que já tentei de tudo: já conversei, dei colo, dei carinho, dei atenção. Mas não adiantou nada. Então ignoro e espero acalmar.)

20 comentários:

Carol Passuello disse...

Tu consegue fazer isso? Eu não!!! Aliás, sou bem ao contrário: se eles choram eu não consigo fazer nada, mesmo que estejam com outra pessoa, mesmo que seja de madrugada e a babá esteja cuidando, mesmo que estejam com o pai... é um saco! o choro deles é a minha criptonita, perco as forças e não faço nada!
Bjs

Giovana disse...

Concordo contigo, depois de tantas tentativas, saio andando.... nao tenho paciência com manha.

Bjs

Renata disse...

nossa, eu consigo abstrair completamente, ainda mais quando é choro chato, de manha. As pessoas me perguntam como eu consigo e eu digo que simplesmente não ouço.
E o André desenvolveu essa mesma capacidade com o choro da Nana, ele continua o que está fazendo como se nada estivesse acontecendo! rs!
beijos

Priscila disse...

A gente aprende a identificar o choro de manha, né?
Tem que ignorar mesmo. Mas se concentrar em outra coisa enquanto a criança esgoela, só com muito treino, rs.

Naiara Krauspenhar disse...

Quando é manha eu também ignoro. Mas como a Carol disse, também não consigo fazer nada ouvindo o choro. Vai entrando na minha cabeça e apagando todas as informações que lá contém até que eu consiga pensar só choro... kkkkkk
Os 2 minutos no cantinho do pensamento pra mim duram 2 horas. Meldeos!!!!

Re disse...

Nossa, fico pensando em como eu reagierei qdo o serzinho começar a chorar sem motivo aparente..será que eu me desesperarei ou serei como vc? Espero que a segunda opçao, rs. Bjs

Carol P disse...

Concordo com vc, choro de manha tem que deixar passar,. Demorei para entrar no modo ignore, mas as vezes eh a solucao.

Laura disse...

A gente precisa ter mta paciencia mesmo !!!! Por isso que ser mãe é um dom...
Sou igual vc....consigo abstrair total !!!!
bj

Anne disse...

O pior é ser uma mãe tapada como eu e não fazer a me-nor idéia se o choro é manha... não era para eu já ter dominado a arte de distinguir os choros? Eu sei o de sono e olhe lá... #muitoburra!
bjo bjo

Tati Schiavini disse...

Mãe tem esse poder mesmo. Às vezes meu marido se irrita, e eu nem aí. Mas, noutras vezes, o bicho pega...rs. Mas vamos levando...rs.

Consultora Educacional disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Paloma disse...

Como dizia a minha mãe, uma hora passa...hehehehe...bjo
Paloma e Isa

Martha disse...

Eu ri tá?! Mas ri pq estou arendedno a abstrair o choro e os gritos de pirraça! hehe
Bjs

Eu + Ele = 3 disse...

Esse é o item da maternidade pós-uterina que mais me assusta: identificação dos choros!

Ilana disse...

Mesmo filme passando aqui em casa... Haja paciência!

Beijos

Kah disse...

Oh, God! Sou que nem a Anne: não faço a mí-ni-ma idéia quando é manha. hahah
Ela vai virar uma criança mimada-birrenta-ditadora? Diz que naããão.
Beijão!

Alê disse...

kkkkkkkk
eu faço igualzinho!!!! e qdo ignoro, normalmente cessa o choro.....
ofícios de mães!!
beijos pra vcs

(Mamãe) ~Pinel disse...

Hahaha! Eu consigo fazer isso com meus irmãozinhos que eu amo muito e cuido como se fosse mãe, mas será que vou conseguir fazer com a Lara também???

Espero que não precise! =P
hehe

Beijo!

CM disse...

Aqui idem, eu ignoro mas as pessoas em volta acham que sou louca e desnaturada. Agora falo assim: "quando vc tiver pronta a gente volta a brincar". Ontem durou um segundo, o choro passou: "to plonta mamãe". Ahhh ta...

Chris Ferreira disse...

Oi Rô,
também já usei essa tática e sabe que funciona. Mas eu não abstraio totalmente não. Eu faço de conta que abstraio mas por dentro é um exercício extremo de auto-controle.
Aja....
beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/