quinta-feira, 25 de novembro de 2010

E eu amarrei a chupeta na cama

Quem acompanhou aqui a saga da chupeta com a Branca de Neve sabe que este é um dos itens de pauta aqui em casa e que ainda não conseguimos resolver.
Luísa desfraldou aos dois anos e não teve nenhum problema para tirar a mamadeira, mas como nada pode ser perfeito, tem a maldita tampa de borracha pra atrapalhar. Não me arrependo de ter dado a chupeta, tanto que dei para a Rafaela também. Acho que ela foi importante, útil (não queria que ela chupasse o dedo até os seis anos, como eu) e não vou entrar aqui no mérito da discussão dar ou não dar chupeta, porque isso é uma decisão individual de cada mãe/pai e vale outro post. Mas, evidentemente, chegou a hora de abandonar a bichinha e, como qualquer vício, nem sempre é fácil tirar.

Vou só contar a última que aprontei aqui em casa na tentativa de não ter um Natal desesperador. Sim, porque ela está prometendo entregar a chupeta para o Papai Noel desde que tomou de volta da Branca de Neve. Agora imagina a beleza na véspera do Natal: depois de passar o dia e a noite na correria, já que o Natal é na minha casa, ter de enfrentar uma menina chorando desesperada pela chupeta na hora de dormir, de madrugada e de manhã? Ninguém merece isso, certo? Então estou tentando dar um jeito dessa chupeta ir embora ANTES do Natal.
Letícia fez um post ótimo sobre chupetas esses dias, vale ler aqui, e de todas as dicas dela e do pediatra da Laura, apenas uma eu ainda não havia testado aqui em casa: a de amarrar a chupeta na cama. Já havia lido sobre isso em outros lugares antes e agora resolvi testar.

Ela já usava a "pepê" só pra dormir, mas sempre dava aquela esticadinha. Quando acordava, por exemplo, vinha para o meu quarto de chupeta e só tirava na hora do café da manhã. Na hora da soneca também pedia, e idem à noite, um pouco antes de ir para o quarto. Ajuda o fato de que ela realmente quer largar a chupeta. Fala com frequência que não vai mais usar, mas nunca consegue cumprir porque a vontade na hora do sono é mais forte.

Fiz assim: peguei um barbante e medi da grade até a metade da cama, cortei e amarrei na chupeta. Isso significa que ela só consegue chupar a chupeta se estiver virada para o lado da grade. Se ela se mover para o outro lado, a dita cuja sai da boca. E também significa que não tem mais chupeta na mesa, na sala ou no meu quarto. Se quiser, é só lá na cama dela. Vai lá, dá uma chupadinha e pronto. Ela encarou super bem a ideia, até porque ela está a fim de colaborar.
Chega a ser engraçado, parece um peixinho mordendo a isca e pendurado no anzol, saca? Ela fica com o pescocinho esticado pra conseguir ficar com a chupeta na boca. Mas a bichinha fica meio solta e logo acaba saindo da boca dela. Ou então eu mesma vou lá e tiro depois que ela entrou no sono profundo. Assim pelo menos os dentes vão sendo poupados durante a noite.

Na primeira noite ela dormiu bem, mas de manhã veio pro meu quarto chorando porque queria deitar ali com a chupeta. Conversei com ela e expliquei que, se ela quisesse dormir com a chupeta, teria que voltar pra cama dela. E fui junto. E ela chupou a chupeta mais um pouquinho e largou. Durante o dia não pediu e à noite também. Contou pro papai toda orgulhosa que a chupeta estava amarrada na cama. "Ó, a chupeta já era, agora tá lá amarrada na cama", e mexe a mão toda italiana. De ontem para hoje, não teve nenhum momento de choro por causa disso.

Sei que está funcionando super bem e me pareeece que vai dar certo dessa vez. No mínimo, já reduziu a frequência do uso, ela está passando a noite sem a chupeta e, ao mesmo tempo, a dita está lá à disposição dela se a carência em algum momento apertar. Vou deixar assim, agora. Acho que não vou mais forçar. Luísa está prestes a largar naturalmente e, se não quiser entregar para o Papai Noel, em breve ela vai encontrar seu momento. Logo dou novos updates sobre a saga.

33 comentários:

Renata disse...

Nossa, nunca tinha ouvido falar nessa tática e AMEI! Que bom que está dando certo. Aqui em casa vai ser a guerra pra Nana parar de chupar dedo porque chupeta ela não quer nem ver.
beijos

sofia-educarcomcarinho disse...

Na minha família existe uma espécie de ritual com o largar das chupetas, os meus 3 sobrinhos deram para o Pai Natal, no dia 24 fizeram eles próprios o embrulho todo bonitinho com fitinha e tudo e depois entregaram em mãos ao Pai-Natal (o meu irmão se veste de Pai-Natal todos os anos :) ) A ideia das crianças é dar as chupetas ao Pai-Natal para ele dar aos meninos mais pequeninos que não têm. Resultou com os três.
Com o meu Leo não vai ser necessário, ele deixou espontaneamente a chupeta quando nasceu o 1º dente com 12meses, e até hoje não quis mais.
Cada criança tem o seu ritmo e o seu apego à chupeta, na minha opinião o importante é não deixar que prejudique os dentes e que a criança não seja forçada a largar, com muita conversa e brincadeirinha (como a sua) tudo se consegue :)

Tchella disse...

eu tenho tanto medo desse momento que nao quis dar a chupeta pro Lucas. e nao, eu nao quero neeeem pensar se ele pegar o dedo, certo? hehe :) beijos e que Deus te abençoe ai

Micheli disse...

Que ótimo! A minha pequena largou quando troquei a chupeta por outra e ela não gostou. Jogou longe uma noite, duas, três, quatro e na quinta, para marcar, troquei por um presente que ela amou. Com isso ela mesma jogou a chupeta no lixo.
Outro dia ganhou uma boneca simples, que veio com uma chupeta. Lá pelas tantas, ela tirou a chupeta da boneca e, quando perguntamos onde estava, ela disse que estava no lixo... rs.
Parabéns pela tática estar dando certo!
beijos.

Paula Nayara disse...

hummm... Interessante...
Mas... não tem perigo desse barbante sufocar ela denoite??? sei lá... eu mesma me mexo tanto quando durmo... dá medo...

Flá disse...

eu tb chupei o dedo por anossssss. trauma. trauma. vou anotar essa dica porque daqui uns 2 anos vou precisar :).

bjs

Roberta Lippi disse...

Paula, não tem perigo, não. O barbante fica curto e não tem como enrolar no pescoço dela. Tanto que ela só consegue alcançar a chupeta se estiver virada para o lado da grade e, ainda assim, fica bem esticadinho.
bjs
bjs

Renata Diniz disse...

Roberta. Eu adoro seu blog e estou sempre aproveitando as suas dicas. Tenho uma filhota chamada Laura, e ela está com 1 aninho e oito meses! E é por ela que novamente estou aqui!!! Eu também tenho um blog (www.renatadiniz.blogspot.com, mas não trata sobre a maternidade, porém, é cuidado também com muito carinho. Na verdade, além de parabenizá-la pela utilidade deste espaço, venho também pedir mais dicas, se possível, sugira-me temas para o aniversário de 2 anos de minha princesinha!!! Obrigada. Bjs!

Val disse...

Amei a dica.. Vou correndo fazer! Por isso que amo ler vocês, mamães blogueiras.
Já venho usando outra dica que vc deu, com o meu Arthur, aquela da brincadeira pra usar no carro, sobre o que tem na sala, no quarto de Arthur, no quarto da mamãe... E sai cada coisa engraçada.
bjo e brigadão.

Val disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Naomi disse...

Nossa, Roberta!
Que dica excelente essa!!!
A Juju não teve necessidade de usar a chupeta (eu até ofereci, mas ela nao pegou), mas a minha segundinha, é impressionante!!! Se ela não acha a chupeta vai com o dedo, mesmo!
Dedo, não!!!!!! pelo amor de Deus!
Vou esperar até os 3 aninhos para ela largar, se não largar, vou usar a sua tática, que eu amei!!!!!!!!!!!!
Bjcs,
Ve

Flavia Bernardo disse...

Nossa....não conhecia essa dia e achei mto interessante! Será q vou precisar dela daqui a algum tempo? Veremos!

Mas tira fotos pra gente ver esse peixinho preso no anzol??? Deve ser fofo e engraçado!

Priscila disse...

Oi, Roberta!
Posso dar uma opinião aqui? Acho que a técnica do barbante pode ser excelente pra reduzir a frequência do uso da chupeta, mas se ela todo dia ver a dita ali, à disposição vai ficar difícil largar, sabe? Sei lá...
Quando o Gui tinha 2 anos e meio (pouco antes do natal) já vinha falando com ele que ele ia dar pro bom velhinho na noite de natal a chupeta pra ele ir se acostumando com a ideia. Mas uma noite, um mês antes, resolvi desaparecer com a chupeta e fiz o maior teatro com ele, dizendo que o Papai Noel devia ter passado ali antes pra pegar a chupeta já que ele tinha concordado em entregá-la e que ele precisava fazer isso antes do natal pra dar tempo de entregar essa chupeta pros bebezinhos bem pequenos de presente de natal. Ele ficou ressabiado, reclamou umas 3 ou 4 noites e nunca mais falou no assunto.
Claro que a minha experiência pode não servir pra vc (ainda nem sei se vai servir pra Duda que ainda tem pelo menos um ano de chupeta librada, rs).
Bjs.

Priscilla disse...

Roberta, eu e a Lia estamos na mesma fase que vc e a Luísa com a chupeta! Eu também cheguei a amarrar na grade, mas teve uma hora que a Lia só queria ficar deitada na cama, apesar dos meus apelos para ir brincar em outro lugar.
A Luísa conhece a fada da chupeta? Ela passou aqui em casa faz um mês e fez milagres. Eu conto aqui ó: http://mae-de-duas.blogspot.com/2010/11/essa-e-historia-da-chupeta.html

Espero que ajude!
Bj,
Priscilla

Dani, a Mãe da Flor disse...

MF chupa dedo... que medo dela chupar muito tempo!!
Mas adorei a tática!!
Pena que não posso amarrar a mãozinha dela no berço!! Hahahaha!!
(Humor mórbido...) Tadinha!!
Bjs!!

Camilinha disse...

nossa adorei...
a Lizzie esta viciada na chupeta tbm... mas vou esperar um pouco para tirar.

bjs

Re disse...

Nossa, que dica otima essa..vou deixar registrar para um futuro proximo. Bjs

Martha disse...

Laís ñ chupa chupeta.. NUNCA quis! E quando pegar é para brincar de fazer barulho puchando para sair da boca!
Já eu, fui um problema! Chupei chupeta até completar 4 anos, mas prometi que jogaria fora no dia do meu aniversário. Sabe que eu lembro até hj do dia! Meu entrou no quarto perguntou se eu sabia que dia era, eu disse que sim.. e literalmente taquei a chupeta pela janela! Minha mãe diz que guardou a chpeta por algumas noites, cao eu chorasse. Mas fui firme! heheh
Bom é quando a crinaça tem conciencia do que tá acontecendo!
Bjnhos

Priscilla disse...

Ai Roberta, quando li seu comentário no Mãe de Duas abri um sorriso de orelha a orelha! Um elogio para as filhas é o supra sumo para uma mãe! Muito obrigada!
Vou te seguir para acompanhar os próximos capítulos da novela da chupeta, ok? Tenho certeza que vai ter um final feliz!

Beijo grande!

DeCoração com Fatinha Estrela disse...

Roberta eu não conhecia essa tecnica de amarrar a chupeta e achei ótimo sua postagem. Aqui em casa o Felipinho tá com 2 anos e 7 meses e tbm já largou as fraldas e a mamadeira mas a "PUPU" ( chupeta aqui de casa )tá dificil...Temos tbm um combinado ; entregar a pupu mais o dinheirinho do cofrinho para comprarmos uma motoca elétrica de presente de natal. Quando lí sua postagem ri pq eu tbm tenho a mesma impressão q vou passar a noite de natal com um pequenino chorando no meu ouvido depois de um dia super agitado e cheio de serviso.
Amarrei a PUPU hj e conversei com ele sobre isso . Ele me olhou e disse "mamãe vou cotar com asoura ( tesoura )"Rssss depois vou postaros proximos acontecimentos . Bjsss e obrigada pela dica.

Mamãe do Matheus disse...

Hummm...idéia ótima essa Roberta!Não tinha pensado nisso.
Aqui o pequeno fez 5 anos mês passado e ainda não largou a dita cuja da chupeta.Já vimos o clipe 600x do Tchau chupeta do pequeno cidadão...mas tá dificil.Vou tentar esse metodo de amarrar a chupeta.Quem sabe assim ele larga antes do Natal.Porque por aqui também tem promessas de entregar para o Papai noel.
Antes ele ia entregar para o coelhinho da páscoa esse ano,mas daí voltou atrás e disse que vai entregar para o papai noel.Agora é agir e esperar!
Beijos!
Danny e Matheus
www.mamysdematheus.blogspot.com

Eu + Ele = 3 disse...

Que ideia ótima!
Mas se o gosto pela chupeta for genético não terei problemas. Nunca gostei! Minha mãe tentava e eu cuspia fora.
Ela só conseguiu uma vez me deixar com a chupeta tempo suficiente pra tirar uma foto e, clicada, cuspi de novo! Desde nova adora um clique!

Camila disse...

Eu tbem li o post da Letícia e tinha achado ótimo, agora vendo q vc colocou em prática, melhor ainda. Dá uma pena do caramba, mas preciso criar coragem e fazer a mesma coisa com a minha dentucinha, ops, Manuzinha!!
Bjos,
Camila
www.mamaetaocupada.blogspot.com

Sarah disse...

Que bom Roberta! Já tinha lido sobre essa técnica mas não conhecia ninguém que tinha usado na prática além da Letícia. Pelo jeito vai dar certo sim! Vai atualizando a gente!
beijos!

Thatianne disse...

Que bom que está dando certo! Acompanho o blog mas nunca comentei, apesar de sempre me divertir com as peripécias da Luisa. Agora me conta: como foi o processo com a mamadeira? Porque minha Sophia num chupa chupeta, mas a mamadeira "dedeta" ela num quer largar de jeito nenhum! Ja fiz barganha, já dei copos lindíssimos e divertidos, já negociei e nada, ela sempre quer a "dedetinha, só um pouquinho mamãe, por favoooooor...". Me dá uma dica? Num sei mas o que fazer e fico cansada só de imaginar a luta árdua...

Thatianne disse...

Que bom que está dando certo! Acompanho o blog mas nunca comentei, apesar de sempre me divertir com as peripécias da Luisa. Agora me conta: como foi o processo com a mamadeira? Porque minha Sophia num chupa chupeta, mas a mamadeira "dedeta" ela num quer largar de jeito nenhum! Ja fiz barganha, já dei copos lindíssimos e divertidos, já negociei e nada, ela sempre quer a "dedetinha, só um pouquinho mamãe, por favoooooor...". Me dá uma dica? Num sei mas o que fazer e fico cansada só de imaginar a luta árdua...

Marcela disse...

Li sobre esta tecnica e achei muito interessante. Ainda não está na hora da Alice largar a chupeta, mas vou ficar acompanhando a sua saga para adquirir know how!
Bjs

Mariana Della Barba disse...

Menina, que ninja essa técnica! Já anotei pra quando chegar a hora do Theo, que aaaaama a chupeta dele. Não quero nem ver!
Mas ainda tenho um tempinho pq ele tá começando a desfraldar agora - e so far, so good!
bjos

(Mamãe) ~Pinel disse...

Haha!!!
Eu nunca tinha ouvido falar nessa técnica de amarrar a chupeta na cama!

Ainda bem que está tendo resultados! Tomara que ela largue sem maiores problemas!

Beijo!

Pri Colnaghi disse...

Roberta,
Ótima essa tática. Vou ver se coloco em prática com a Beatriz.
Apesar de ela ficar sem chupeta numa boa quando está brincando ou passeando, é só bater um soninho ou uma chateação que pronto!
Bjs,

Glauco disse...

Muito interessante esta tática, Rô! E parece funcional. Boa sorte! bjos

julia disse...

tem uma coisa q deu suuuuper certo aqui em casa. minha filha de 4 anos ameaçou regredir e voltar pra chupeta quando a irma nasceu, mas aí fizemos um trato. como ela nunca havia mascado chicletes, ela poderia mascar chiclete nos finais de semana. Batata! ela aceitou na hora e se sente suuuper adulta mascando chiclete e nunca mais falou da chupeta!!!! sei q chiclete eh complicado, mas eh so ter atençao redobrada pra escovar os dentes! melhor q chupeta!

Dani disse...

Adorei a criatividade!

Parabéns Mamãe!