domingo, 17 de outubro de 2010

Não pede pra sair

O movimento no estacionamento do shopping já denunciava que havia algo de diferente no ar. Por volta de 10h30 da manhã daquele sábado só chegavam pais e seus bebês acomodados em carrinhos, slings ou cangurus.
Marcamos de nos encontrar com um casal de amigos que também tem um bebê - eram nossos companheiros de cinema e achávamos que demoraríamos um bom tempo pra fazermos esse programa de novo. Mas nada como ter amigos com filhos na mesma idade e nada como uma iniciativa bacana como o Cinematerna para nos permitir ver Tropa de Elite 2 no cinema com nossos bebês ainda tão pequenos.
Além da atenção especial das organizadoras do Cinematerna, que são umas fofas, a porta da sala do cinema é uma atração à parte. O estacionamento de carrinhos se estendia até a sala ao lado. A moça que recebia os ingressos já alertava: "o bebê-conforto pode ocupar uma cadeira, mas se o cinema lotar, vamos ter que pedir para que vocês liberem o lugar". Não uso sling e acho que no bebê-conforto o bebê fica mais acomodado do que no colo durante um tempo longo, então levamos o apetrecho - que acabou ficando no colo do marido durante o filme e foi ótimo, porque Rafaela dormiu o tempo todo.
A sala de cinema era uma comédia. Totalmente lotada de casais e seus bebês (totalmente mesmo: as pessoas que chegaram em cima da hora tiveram que se sentar separadas). Pena, mil vezes pena, que não levei minha máquina fotográfica. O burburinho normal das conversas antes do filme era substituído por chorinhos e balbúcias dos muitos bebês que estavam ali. Era uma cena hilária e inusitada, realmente um mundo à parte. Como a sessão era em um sábado e o filme altamente interessante, praticamente todas as mães estavam ali com seus maridos, namorados ou acompanhantes. Deve ser bem diferente do movimento do Cinematerna durante a semana, quando a maioria, acredito eu, deve ser formada por mães que vão sozinhas (sem os maridos, digo) aproveitando a licença maternidade.
Muitos bebês choram durante a sessão, mas o som não chega a atrapalhar a concentração no filme - especialmente se for bom como o Tropa de Elite. Filmaço. E como este é mesmo o clima do Cinematerna, não tem problema se quem chorar for o seu filho. Basta levantar, dar uma voltinha pra acalmá-lo, andar com ele pelo corredor, amamentar... tudo ali é permitido (com bom senso, claro) e ninguém vai te pedir pra sair, nem o capitão Nascimento. Inclusive trocar as fraldas, porque há dois trocadores disponíveis na sala. O único problema deste sábado é que o cinema estava tão lotado que havia fila para uso dos trocadores. Alguns pais se arriscavam a trocar no chão mesmo. Assim ninguém perde nada do filme.
Sei que foi um programa incrível. Saímos do cinema e ainda fomos almoçar num restaurante bacana ali do shopping. Programa quase como os de antigamente, só que em vez de ser à noite, foi na hora do almoço (e com os bebês a tira-colo, claro).
Momentos como este são bons pra nos lembrar que existe, sim, vida social após a maternidade, basta nos adaptarmos a esse novo mundo ao qual estamos inseridos e nos divertirmos com ele.

26 comentários:

Di disse...

Ah Roberta, foi uma pena eu ter chegado em cima da hora, e ter tido que sair meio rapido de dentro do cinema depois. Teria sido bacana conhecer voces.^^ Mas, de fato, filme muito bem escolhido, a sessão cheia desse jeito eu so tinha visto quando eles tinham estreiado mais uma sala. Nos aqui temos horarios que nos permitem irmos juntos, eu, Rebeca e Taz, ao cinema durante a semana.
A proxima será Comer, Rezar e Amar no Vila Lobos. Pronta pra outra ja? rs

Paty disse...

Acho a ideia fantastica! Fico feliz que esteja dando tao certo.... bjs

Carol Garcia disse...

O Cinematerna é uma das iniciativas mais bacanas.

clap clap clap para a descoberta...
pena que não tem aquiiiiiii!

bjocas

Andrea disse...

Oi!
Meu irmão e cunhada foram tb! Adoraram. Já me convidei para levar a sobrinha um dia desses!
Beijos

Fe Piovezani disse...

Deve mesmo ter sido bem legal !
Sabe que às vezes quase sempre tenho vontade de arrmar outro filho só p poder curtir essas coisas? ai ai....
beijo

Natalia disse...

Que bom que foi bom!
Eu fui uma das que ficou meio assim pelo filme ser Tropa de Elite 2. Tinha escrito lá no blog do Cinematerna que achava que talvez num fosse uma boa idéia levar bebês pra ver esse filme. Numa das vezes que fui ao Cinematerna, Benjamin não desgrudou o olho da tela, ia acompanhando as luzes, os movimentos dos carros, os barulhos dos tiros... E isso tinha me incomodado, mesmo ele não sabendo o que era aquilo. Fora que o Benjamin nenhuma vez dormiu bastante no cinema, então achava que seria difícil acompanhar o filme, que prende tanto a atenção. Mas que bom que eu estava errada, e vocês puderam curtir e assistir esse filmaço que bota a gente pra pensar!
Beijos
Natalia

NiNe disse...

Oi Querida
Ando sumida dos comentarios por falta de tempo mas sempre estou aqui te acompanhando.

Eu tbem adoro o Cinematerna, fui mês passado e vou tentar ir ver tropa de elite.

Queria te falar sobre o Sorteio de Niver que estou fazendo no meu bloguinho... Depois passa lá ta?

Bjokas

NiNe disse...

Oi Querida
Ando sumida dos comentarios por falta de tempo mas sempre estou aqui te acompanhando.

Eu tbem adoro o Cinematerna, fui mês passado e vou tentar ir ver tropa de elite.

Queria te falar sobre o Sorteio de Niver que estou fazendo no meu bloguinho... Depois passa lá ta?

Bjokas

Sarah disse...

Ai que máximo Roberta! Estava ansiosa pra saber como a Rafaela tinha se comportado, principalmente por ser um filme barulhento. Que mocinha quietinha hein!!
beijo!

Ana Carolina disse...

Deve ser uma experiência maravilhosa!
bjs

Ana Carolina
www.quasemaepai.blogspot.com

Dione disse...

Deve ser bem legal! Pena não ter por aqui...
Beijos!

Flavia Bernardo disse...

Ro,
eu AMO o projeto do Cinematerna ja fui e acho sensacional! Pena que voltei a trabalhar e tem ficado impossivel de ir. Nem nas sessoes de sabado eu tenho ido.

Mas o fato de eles terem colocado o Tropa de Elite 2 na enquete, particularmente, achei a maior bola fora deles.
Eu sei que não é unanimidade, que muitos papais e mamaes adoraram a ideia de poder ir ver o filme com o filhote, mas eu acho esse filme muito pesado pra ir com bebês.

Se são muito pequenininhos as cenas de gritarias e tiros pode assustar; se já são maiorzinhos que já andem, prestem atenção na tela, etc, acho que é totalemtne desnecessário pra eles verem tamanha violência.

Sem contar a vibração negativa que fica num ambiente assim. Eu acredito muito nisso, e acho que isso pode ficar no subconsciente deles, sei lá.

Eu vi Tropa 1 quando estava grávida e nem consegui ver direito. Me impressionei muito com algumas cenas, e naquelas em que os tiros eram absurdamente altos e intensos eu cobria a barriga com almofadas numa forma de proteger meu bebe de ouvir tamanha violencia. Se eu ja fiquei impressioanda, imagina uma criança de no máximo 18 meses?

Eu quero muito ver o filme, mas só eu e maridão. Bebe vai ficar na paz do seu bercinho! rsrsrsr

Mas q bom que curtiram. E pelo visto a sessão tava lotada mesmo. Durante semana aqui no Rio é bem tranquila e realmente a grande maioria é de mamães em licença materndiade! :))

bjks
Flavia.

Renata disse...

Eu tb não fui com o Dedé (perdi!!) e agora não tenho como ir porque não tenho com quem deixá-lo. Acho que vou ter que esperar até conseguir dar uma escapadinha sem os dois mesmo...rs!
beijos

Naiara Krauspenhar disse...

Deve ser muito legal!!!
Pena não ter por aqui... ia adorar.
Cinema é tudo de bom né, podendo levar os pequenos então, deve ser uma delicia!!!
BJokas
Naiara
http://littlelittlediva.blogspot.com

Dani disse...

Ro, você descreveu com perfeição o clima. O estacionamento dos carrinhos eu acho a coisa mais fofa!
Nas outras vezes que fui (foram duas) não tinha nem metade da sala ocupada. E quase nenhum pai - só alguns com cara de bem novinhos mesmo. Achei bem legal desta vez, e adorei que meu marido conseguiu ir junto.
Quem sabe na próxima sessão a gente não se encontra? Ou no clube, se é que um dia o tempo vai melhorar... rs.
Também estou doidinha para conhecer a Rafaela (porque a Luisa eu já "conheço", cof cof...)
Beijos

Coisas de mãe disse...

Que bacana Ro,

Eu ainda não vi o filme, mas so ouvi falar que relamente é um filmaço! Eu não pude aproveitar o Cinematerna (pq não existia ainda) e agora os meus são muito grandes (mas não o suficiente para erem o filme)... vou ter que ver na sessao normal mesmo!

MAs adoro o projeto!

beijos

Pati

http://coisasdemae.wordpress.com

Dani disse...

Rô, vc conhece o pessoal que manda lá no Cinematerna? Se sim, pede pra eles se instalarem em Ribeirão...please! Diz que tem uma grávida com desejo de ir nessas sessòes e que ela não pode ser contrariada, senão o filho pode nascer assim, meio capitão Nascimento...
Brincadeiras a parte, queria muito que eles viessem pra cá. Sinto falta dessas coisas aqui no interior.
Bj!
Dani

Manu Paz disse...

Lendo seu post, fiquei pensando: Q massa, que passeio maravilhoso!!! Que bom que curtiu cada momento... É uma pena aqui o cinematerna só acontece durante a semana, e bem de vez em quando. Como moro muitooo distante e ainda trabalho ainda não consegui fazer esse programinha bacana! Ainda assistir o tropa de elite hein? Q show.

parabéns pelo belo passeio!

Flá disse...

Eu acho que te vi no clube no domingo almoçando com as suas pequenas. rss. Reconheci pela Luisa. Será que era? Quase fui falar com você, mas fiquei com vergonha. rss. beijos!

Samira.... disse...

Nossa, até me imaginei dentro do cinema com meu pequeno e o maridão..
Aqui em Piracicaba ainda não chegou esta iniciativa necessária à nós papais. Mas já sabemos que existe e onde!!! E o mais importante, que é o maior barato!!!! rsrsrs
Mil beijos! Adorei mesmo!!

Ana Cecilia disse...

Quando eu estava de licenca maternidade do Arthur fui muito no cine materna, acho ótimo.. depois que voltei a trabalhar nao consegui mais ir.. uma pena.
Beijos!!
Ana Cecila

Andréia Méro disse...

Que máximo!!!!
Como eu queria que tivesse por aqui :)
Bjsss

Andréia Méro disse...

Que máximo!!!!
Como eu queria que tivesse por aqui :)
Bjsss

Lindinha* disse...

Olá, sou uma mamãe de primeira viagem e adorei seu blog, parabéns!

Daniela Lopez Garcia disse...

Queria muito ter ido...
Mas minha filhota estava dodói...
Snif...
Bjs!!

Dani disse...

Mãe de 1a viagem, quase não saí de casa com o Léo recém-nascido. Eu ficava estressada em arrumar a mala, qualquer choro eu ficava mais nervosa ainda, uma boba...
Que venha o segundo filho. Mas não agora... rs