quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Eu não gosto mais de você

E assim Rafaela se rebelou contra o meu seio direito. Está certo que ela sempre havia manifestado um amor maior pela mama esquerda. Somando os dois lados, ela mama em média 15 a 20 minutos, e sempre largou o peito direito mais rapidamente que o companheiro vizinho, independentemente do lado em que eu iniciava a mamada. Acho que a posição é mais confortável e também o bico tem um formato melhor pra ela. Mas até aí tudo bem, isso não era impedimento pra ela mamar do outro lado (no máximo me causava um elegante desequilíbrio estético de ficar com um peito maior que o outro, já que aquele que é mais estimulado produz mais leite, mas tudo bem...)
Só que esta semana a mocinha resolveu ter ataques, com berros histéricos, se recusando a pegar o peito direito, pode isso? Daí era só virá-la para o outro lado e pronto, cessava o choro imediatamente.
Mas, com isso, vêm as consequências: de um lado um peito mais esfolado que o normal e, do outro, um peito explodindo, com tendência a reduzir a produção de leite em breve por falta de estímulo. Tensão.
Pensei: será que dói o ouvido dela quando fica naquela posição? Mas toquei no ouvidinho por fora e ela não reclamou. E também concluí que, se estivesse com otite, ela teria febre e a dor não pararia tão facilmente assim. Então percebi que o problema é simplesmente uma questão de vontade. Mas já?? Tô frita com essas duas leoninas em casa cheias de vontade própria.
A saída, então, foi tentar outras posições. E acabei conseguindo achar uma em que ela ficou bem, que é a posição invertida (com o corpo dela ao lado do meu, debaixo do meu braço), assim como o dessa foto. Detalhe: entrei no Google pra procurar uma imagem de posição invertida e cliquei nessa, que estava onde? No blog da Mari!!).
Ela mamou tranquila nessa posição, para meu grande alívio, só que aí quem dançou fui eu. Não consegui mais ajeitar minha coluna e meus braços e nos últimos dois dias tenho ficado extremamente desconfortável na hora de amamentar. Fora que, com isso, também estou com dificuldade de acertar essa posição invertida na deliciosa poltroninha com a almofada, porque a Rafa fica tão na lateral que quase cai da poltrona, e tenho amamentado no sofá da sala cheia de almofadas.
Mas, no fundo, ainda tenho esperanças de que essa briga feia entre a Rafaela e o meu peito direito se resolva logo e eu possa de novo, em paz, tirar meus cochilos na poltroninha.

18 comentários:

Mamãe do Matheus disse...

Que situação hein amiga?!
Pra minha sorte...Matheus se dava bem com os dois "mamas"rs*
Mas sempre tem um que eles gostam mais...
Querida beijo em ti e nas meninas!
P.S:tem posts novos lá no blog...quando der aparece!
Danny e Matheus
www.mamysdematheus.blogspot.com

Ilana disse...

Que situação chata... e eu nem tenho dicas pra ajudar, porque o rapha mamava bem tanto em um quanto em outro, e a preferência inclusive ia variando de acordo com o dia.
Ah, tem uma outra posição que é como o bebê sentadinho de frente... quem sabe não fica mais confortável pra você.
Beijos e boa sorte com o peito rejeitado

Nine disse...

Que coisa, em? Eu nunca usei essa posição invertida...na poltrona não deve dar mesmo...espero que a Rafaela e o "peito direito" façam as pazes logo! Beijos!

Lia disse...

Que coisa, Rô. Você já tentou amamentar deitada ou com ela sentadinha na sua coxa?

Paloma, a mãe disse...

Rô, a ciça teve iusso e eu não sabia o que fazer. O resultado foi que o leite do peito direito secou. Com a Clarice, que também demonstrou preferência pelo esquerdo, fui rápida e pedi logo ajuda. O Banco de Leite e a doula me disseram para não deixá-la exercer esta preferência de jeito nenhum, ela precisa mamar nos dois e vc tem que ir testando as posições. Sentadinha funciona muito bem aqui em casa (até fiz um post sobre isso). E as duas deitadas também é legal, pois ela não nota a diferença entre os peitos. A invertida eu acho legal na teoria, mas, na prática, não consigo mantê-la por muito tempo.
Beijos

disse...

Caramba imagino seu desconforto. Graças a Deus a Maria Ísis mamava bem nos 2 seios, tanto que ambos ficaram iguais depois que ela por si só "os deixou". Eu amamentava em qualquer lugar e de qualquer jeito, era só ficar confortável pra ela. Ok que nem sempre pra mim era bacana, mas faz parte do processo...

Fe Piovezani disse...

Rô, não me lembro de ter tido esse tipo de problema com a Luísa. Tenho na minha cabeça que o peito que eu oferecia ela pegava...mas fico imaginando a briga deles dois!! hahaa..beijo

Fe Piovezani disse...

Rô, não me lembro de ter tido esse tipo de problema com a Luísa. Tenho na minha cabeça que o peito que eu oferecia ela pegava...mas fico imaginando a briga deles dois!! hahaa..beijo

Naiara Krauspenhar disse...

Eu sofri com isso também flor!!!
GG quando mamava só queria o seio esquerdo... afffffffffff
Ficava parecendo "monoteta"... sim, porque o meu natural e nada é a mesma coisa... rs
Depois que descobri essa posição também consegui que ela mamasse um pouco no direito, mas mesmo assim era minima coisa...
Essas mocinhas são muito cheias de vontade própria, não adianta.

BJokas
Naiara
http://littlelittlediva.blogspot.com/

Kelly Resende disse...

Oi Roberta, eu não tive esse problema de preferencia, mas usei muito uma posição que era um misto de invertida com cavaleiro, onde a boquinha ficava mais ou menos do mesmo jeito q na invertida, mas ela ficava sentadinha de lado na minha perna... É dificil explicar, fui procurar se tinha alguma foto e não achei, acredita nesse vacilo? Era uma posição que nós 2 gostávamos pq ela ficava na vertical, o que melhorava o mal estar do refluxo e pra mim era confortavel, dava pra usar a poltrona de amamentação...
Espero que vcs se acertem e logo ela volte a mamar normalmente dos 2 lados.
Abraços

maesemfrescura disse...

Olá, Roberta.
É a primeira vez que entro no seu blog e com certeza vou seguir... adorei!!!
O meu pequenino largou o peito com 3 meses e não teve jeito... tentei todas as posições e nada. Fazer o q, né?!
Acesse o meu blog também.
Vamos trocar links?
http://maesemfrescura.blogspot.com

Bjs, Pri

Dani disse...

Será que isso é coisa de leonina então? Porque, ó, Nina tinha muita preferência pelo direito...o esquerdo era o maior sufoco! Acabou aceitando o coitado meio que na marra! Na época nem tentei outra posição...esqueci...
Boa sorte aí, Rô.
Beijo, querida!
Dani

Dani disse...

Que danadinha, vê se pode...
Pode ficar com invejinha destas mamadas de 15 a 20 minutos da Rafaela? Porque aqui a Helena continua a mesma esganadinha de sempre, hehe. As mamadas que duram menos de meia hora são tão comemoradas!

Carol Garcia disse...

Tais frita, Rô!

a pitica já está manifestando suas vontades.
kkkkkk

mas logo vc se ajeita.

bjocas

Mari disse...

Rô,
Eu amamentava o Pedro direto na posição invertida, nas duas mamas. Como eu não tinha poltrona, o que eu fazia era colocar uma almofada grande nas costas e a almofada de amamentação na frente, com ele deitado nela. Talvez para a(s) mamada(s) da madrugada não seja mesmo tão confortável quanto a poltroninha, mas no resto das mamadas tenta desta forma. Eu ficava bem relaxada... Dava super certo.
Alguém falou tbém da posição deitada. Eu nunca consegui direito, mas acho q tbém deve funcionar já que talvez a Rafa não sinta a diferença.
Boa sorte!
Bjos!

Martha disse...

E o que a pessoa faz quando uma mama produz muito mais leite que a outra? Assim, desde que o leite "desceu", a produção foi maior na mama direita. Eu tentei estimular de todas as formas, Láis pega tanto uma mama quano a outra, na verdade ela gosta de dormir mamando o que produz menos, mas mesmo assim já estou com uma mama maior que a outra uns dois dedos... Nao sei o q fazer?!
Marido diz para eu relaxar que depois agente ve o q faz... mas, como sou muito magra, aparece muito e fica muito feio..
São coisas da maternidade? deve ser! Pelo menos a pequena ainda esta mamando igual uma bezerrinha! rs
Bjs

Pri Colnaghi disse...

Oi Roberta!!
A Beatriz fez dessas algumas vezes na gravidez. Sismava em mamar em um peito só. Ficava assim uns 2 ou 3 dias e depois voltava ao normal.
Quando acontecia, ia esgotando a mama que "não era utilizada" pela pequena temperamental. Hehe...
Coisas da maternidade... :o)

Bjs,

Pri
http://doidaeamae.blogspot.com.br

Chris Ferreira disse...

Oi Roberta,
a Sofia também se rebelou contra o meu seio, só que foi o esquerdo. Eeu deixeipor isso mesmo. Resultado fiquei durante um ano com a mama direita enorme e a esquerda pequenininha. Depois que ela parou de mamar no peito tudo voltou ao normal.
beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/