sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Algumas dicas de cuidados com recém-nascidos

- Procure forrar sempre o trocador de plástico com uma fralda de pano. Além de ser mais quentinho para o bebê, evita que a meleca se escorra pelo móvel caso o baby faça xixi ou cocô durante a troca (coisa que eles mais adoram, diga-se de passagem).

- Um bom lugar para guardar fraldas descartáveis é a primeira gaveta da cômoda (quando o trocador fica sobre esse móvel). Eu guardo o estoque no guarda-roupas, mas sempre deixo umas oito ou dez fraldas no cantinho da primeira gaveta da cômoda, junto com os bodies e calças, assim está sempre à mão.

- Mesmo sendo mãe de segunda viagem, repeti alguns erros da primeira vez, como comprar macacões que fecham atrás. Esses são chatos à beça na hora da troca, especialmente à noite.

- Se a pele do bebê estiver muito ressecada, você pode hidratá-la com um pouco de óleo de amêndoas.

- Além das tradicionais bolsas de água quente, que eu particularmente não gosto, existem algumas alternativas de bolsinhas térmicas interessantes para momentos de cólica. A minha preferida é uma bolsinha de ervas e grãos naturais, forrada de tecido, comprada em lojas de produtos naturais ou algumas farmácias de manipulação. Basta colocar no microondas rapidinho (máximo 15 segundos, dependendo da potência do seu micro) e ela fica quentinha e com cheirinho calmante.

- Quando for comprar qualquer remédio para a criança, pergunte na farmácia ou para o médico se há a versão para crianças e bebês. Há alguns que, além da versão "uso adulto e pediátrico", também têm a linha específica para bebês, geralmente mais suave e com equipamentos de aplicação mais adequados. O Tylenol, por exemplo, tem uma versão "Bebês" com aplicador e gosto mais suave. O Rinosoro é outro que tem uma versão específica para crianças, chamado Rinosoro Infantil, com aplicador e spray mais adequado.

- Uma das melhores coisas pra tirar aquele amarelo de cocô das fraldas e roupas é, depois de tirar o grosso na água corrente, colocar um pouco de sabão de coco na água e na sequência despejar água bem quente (fervendo) diretamente na mancha. Deixar de molho por uma meia hora e esfregar.

- Limpe as partes íntimas do bebê antes de dar banho, retirando bem a pomada anti-assadura que geralmente fica nas dobrinhas. Assim você não contamina a água e também limpa mais facilmente a leleca (apelido dado pela Luísa) da menina ou o pipi do garotinho.

- Lenço umedecido é uma maravilha pra limpar golfadas no sofá, na roupa ou no tapete ou qualquer outra sujeira de emergência.

PS. Se quiserem acrescentar mais dicas e comentários a esta lista, fiquem à vontade. Depois eu publico um novo post contemplando as sugestões.

23 comentários:

Andréia Méro disse...

Olá Roberta,
Parabéns pela chegada da pequena Rafa!
Adoro seu blog e passo sempre por aqui.
Ótimas as dicas do post, como vc deixou a gente a vontade quero só chamar atenção quanto ao uso de blosas de água quente, para que as mamães observem se a roupinha que o bebê está usando tem botões de metal, pois eles esquentam com o calor podendo provocar queimaduras na pele do bebê. Tenho até um post sobre isso, passa lá no blog p/ dá uma conferida http://cantinhodemae.blogspot.com/2010/07/bolsa-de-agua-quente-e-colica.html
Beijão!

Re disse...

Nossa, adorei esse post. Acabei de descobrir que estou gravida e as suas dicas vao ser de grande ajuda daqui a 9 meses :-). Bjs

Flavia Bernardo disse...

Ro,
adorei as dicas!! Algumas usei e ainda uso, outras não. Por exemplo, nunca forrei o trocador com uma fraldinha de pano, embora muitas amigas façam isso também.

Só queria deixar uma dica importante em relação ao óleo de amendoas. É importante usar óleo 100% vegetal nos bebês, especialmente para fazer massagens, shantala, hidratar, etc. Os oleos Johnsons e similares são óleos sintéticos, ou seja, são feitos com produtos derivados de petroleo, que definitivamente não são anda bons para os bebês. Os óleos 100% vegetais são mais caros, mas o mais adequado pra eles pra evitar, inclusive, alergias.
A Weleda tem o óleo de Calendula 100% vegetal, que é ótimo e super cheirosinho. Fica a dica que aprendi no curso de shantala que fiz. Fiquem longe dos óleos sintéticos.

bjks
Flavia

Pinguinho da Mamãe disse...

Rô..
Precisei tanto destas dicas a 1 ano e 8 meses atrás...kkk
Onde vc estava???kkk
Brincadeira.
Adorei, são dicas preciosas mesmo.
Bjs e bom fim de semana
Ju

Sarah disse...

Essa de forrar o trocador com uma fralda de pano é ótima, aprendi quando Bento era pitoquinho. No meu caso, eu usava duas fraldas: uma para evitar vazamentos pelo móvel e outra para cobrir o pirulito enquanto pegava a fralda descartável, pomada ou algodão. Depois de levar várias xixizadas, aprendi a usar a fralda tapa-pirulito.
beijo!

Lily disse...

Adorei as dicas! Bebezinha a caminho, chegando na proxima semana se Deus quiser e as dicas serao colocadas em pratica com certeza!!

Dani disse...

Boa Rô! Essa do macacão que fecha atrás eu também tinha esquecido. É difícil mesmo!
Minha dica: tenham "bastantes" bodies e calças avulsas, daquelas de malha, bem confortáveis. São pau prá toda hora!
Bj!
Dani

Carol Passuello disse...

Oi! Acompanho o blog, mas á a primeira vez que comento!

Dica para quando estiver trocando menino: tenha SEMPRE a mão outra fralda para quando ele começar a fazer xixi no meio da troca.

Bjs

Amanda disse...

Eu aqui marinheira tb de primeira viagem tenho aprendido algumas boas tb:
- se não tiver bolsa de agua e nem paciencia para passar a ferro um pano para fazer compressas, é só esquentar a fraldinha no microondas...

- colocar o sabonete liquido mergulhado na banheira minutos antes de passar no bb (fica quentinho) - dica da Keka...

- eu uso algodão com agua morna para limpeza pós fraldas, para isso tenho uma garrafa térmica no quarto


- e body agora só vou comprar os de botão do lado, comprei uns sem botão e eles ficam enormes no pescoço, fica horrível...

Adorei a sua dica sobre deixar de molho a fralda de coco amarelo, eu estava já colocando no sabão em pó e as vezes nem saía!

Bjs
Bjs

Mrs_Dalloway disse...

Roberta,

Parabéns pela chegada da Rafaela!!!
Eu adorei esse post. gostei muito das dicas sobre a bolsinha de ervas e sobre a retirada das manchas de cocô...

Beijos e bom fds

Beca Bricio - Mulher que pariu disse...

Roberta,
muito boa suas dicas!!

bjs:)

Maya disse...

AMEI!!!
Eu que ainda não tenho experiência nenhuma, anoto todas as dicas pra qdo a Julia chegar!
Obrigada!!

Alê disse...

Adorei as dicas!!!
Na príma gravidez vou lembrar delas!
: )
beijos em vcs!

Babi disse...

Olá, Roberta!!
Parabéns pela chegada da Rafaela.
Leio sempre seu blog e hj resolvi deixar um comnetário, as dicas são boas sou marinheira de primeira viagem e ñ sabia que os macacões que fecha atrás são mais dificil.
Será que vc poderia dar algumas dicas para o enxoval, pq agente vê lista na internet e vê muitos itens será que todos agente irá usar?? Bjs,
PS: Acho seu blog muito bom, eu adoro!

Sheila disse...

Ah, eu sempre forrei o trocador com um paninho, mesmo porque aquele plástico esquenta muito as costas do bebê. E quanto aos macacões que abotoam nas costas são péssimos mesmo. Maria Luiza tinha um lindo, mas que eu usei pouquíssimas vezes porque era muito chato de colocar. O bom são aqueles cheios de botões ( de pressão) na frente que abrem até as pernas. Uma maravilha!

Beijo e bom fim de semana!

Sheila disse...

Ah, eu sempre forrei o trocador com um paninho, mesmo porque aquele plástico esquenta muito as costas do bebê. E quanto aos macacões que abotoam nas costas são péssimos mesmo. Maria Luiza tinha um lindo, mas que eu usei pouquíssimas vezes porque era muito chato de colocar. O bom são aqueles cheios de botões ( de pressão) na frente que abrem até as pernas. Uma maravilha!

Beijo e bom fim de semana!

Raquel disse...

Como sou PHD em refluxo, rsrsrs
uma dica de quem passou por ele nos primeiros meses, é deixar sempre uma troca de roupa em cima da cômoda. De madrugada, Ana sempre vomitava, e facilitava ter uma roupinha por perto.
Outra coisa que lembrei é que o óleo de amêndoas serve para passar na cabecinha quando começam aparecer aquelas "casquinhas". É só passar e puxar com o pente que sai aquela "craca" todinha.
E quando mais "velhinhos", quando já tomarem mamadeira, o ideal é ter pelo menos três e deixá-las lavadas e esterilizadas antes de dormir, para não corrermos o risco de ter que lavá-las de madrugada. Terrível!
Ah, eu deixava sempre uma toalha de banho no banheiro, já que dependendo do número 2, tinha que dar aquela lavadinha básica. Aconteceu de não ter a toalha ali e enxugar com a de rosto.
Este início não é fácil, né? Dicas nunca são d+!
bjão

Dani disse...

Ah... lembrei de mais uma: passei a usar babadores na hora de amamentar quando a Helena tinha uns 10 dias. Às vezes rola aquela golfadinha básica ou então um vazamento de leite, e é muito mais fácil trocar só o babador que toda a roupa (fui muito mirim por ter demorado 10 dias para perceber que bebês recém-nascidos também se beneficiam do uso de babador? rs).

Roberta disse...

Soh agora eh que começo a descobrir certas coisas tipo "o cocô amarelo que fica nas fraldas". Antes eu lia em voz alta pro meu marido mas como a gente estah se aproximando dessa realidade ele estah achando cada vez menos engraçado... ehehehehe...

Gostei da ideia da bolsa termica calmante. Vou procurar por aqui...

Beijinho!

Carol Garcia disse...

Rô,
sou fã das bolsinhas quentes naturebas.
em casa usamos uma de sementes de soja.
ótimo post.
bjocas

Lu, mãe do Bruno disse...

adorei as dicas. Lembrei de uma coisa: quando o bebê tá maiorzinho acho essencial ter aquela bombinha - com bico bem redondo - para puxar a sujeirinha do nariz. Uma das maiores dificuldades que eu tinha era cortar as tais unhinhas que parecem de papel. São tão finas que dobram quando a gente tenta cortar.E o pior é que elas crescem rápido demais. Para essa tarefa não tenho dica, é difícil de qualquer jeito.
Beijão.

Silmara disse...

Roberta, seu blog é bárbaro!
Boa sorte com seu bebezinho!
Um beijo
Silmara

www.silmarabebe.blogspot.com

mariana disse...

Adorei as dicas!