quinta-feira, 15 de julho de 2010

Imboleixon

E chegou a minha vez.
Eis que dia desses estou no meu quarto tentando esticar um pouco meu sono da manhã - apesar de Luísa estar agitando a casa desde 6h e pouco. De repente, escuto no corredor:
- Imboleixon, xon, xon, imboleixon xon xon
Quase caí da cama. Pensei: "não posso estar ouvindo isso às 7h da manhã vindo da Luísa, devo estar sonhando". Só olhei pra cara do marido e ficamos os dois com cara de tacho.
E ela continuou. Dali a pouco aparece rebolando no meu quarto (pior é que estava toda fofa, jogando o quadril de um lado para outro enquanto se olhava no espelho).
O problema, nessas horas, é a gente dar mais corda do que deveria e, em vez de deixar aquilo passar despercebido até que ela esqueça, dar ainda mais força pra ela.
Mas não resisti em perguntar:
- Filha, onde você aprendeu a cantar essa música?
- Ontem eu fui lá na Bahia e tocou essa música na paia.
Cacilda, como é que eu vou ficar brava? Tudo bem que não foi ontem e sim há alguns meses que fomos para a Bahia. E lá realmente tocava essa música toda hora no hotel e nas rádios locais. Mas até aí ela nunca tinha se manifestado desde que voltamos. Achei engraçado. Talvez ela tenha ouvido algum amiguinho cantando e resgatou da memória.
Mas, ah, quer saber? Resolvi não esquentar. Quando eu era criança eu rebolava músicas da Gretchen e isso não mudou em nada minha vida. Então deixa ela. Daqui a pouco ela esquece o tal do "imboleixon".

24 comentários:

Lia disse...

É isso aí. Não adianta ensinar pra criança a maldade onde ela não vê. E, convenhamos: a história da Bahia foi demais! Fofura!

Paloma, a mãe disse...

Ninguém está imune, Rô. Ninguém. Mas que eu irei tomar mais cuidado quando for à Bahia com as minhas meninas, irei (se bem que a Ciça aprendeu na escola, nem foi na terrinha...)
Beijos

Genis disse...

Essas crianças nos surpreendem com cada uma... rsrsrs
Até que "rebolation" é menos pior do que aquelas músicas pornográficas denominadas "funk". Bjs.

Adriana Stock disse...

Pois é, complicado isso. Até aqui de longe tô com esse problema! O Moa fica brincando com a Paola e com o Diego, cantando essas músicas. No início, dizia pra parar. Não teve jeito. Mas faço censura quando o negócio fica mais pesado. Uma vez ele começou a cantar créu e eu quase surtei.

Marina disse...

Tá certíssima!
beijo

Carol Garcia disse...

Aconteceu em casa, Rô!
a bendita propaganda de uma máquina de cartões de credito, com um cachorrinho fofo dançando ao som dessa pérola e me vira o Isaac:
Xon! Xon!
Au Au, Xon! Xon!
com aquele swing masculino que só é diferente lá na Bahia!
afffffff
foi igualzinho... pensei em todo Tom Jobim e Rolling Stones que cantamos, mas não deu, ri e deixei ele rebolento pela casa.

E essa Luisa????
vontade de morder!
bjo bjo xon xon!!!!

Sarah disse...

Concordo com vc Roberta, logo o imboleixon passa. Até porque, quando a gente reprime muito acaba até chamando mais a atenção pra coisa. Então deixa ela.
Mas, apesar da música ser péssima, ela devia mesmo estar muito fofa dançando!

Camilinha disse...

kkkkkkkk viu como criança presta atenção em tudo...
mas logo log ela tira da cabeça esta musica nada construtiva.


bjs

Dani disse...

Rárárá! Queria estar aí prá ver!
Deve ter sido hilário, vai!
Quando vi a Nina cantando "eboleixon" aqui em casa a primeira vez, arrepiei. Mas agora, nem ligo mais!
Acho que dar relevância é pior.
E é bem como vc falou: dancei tanto "conga la conga" quando eu era criança...
Beijo, querida!
Dani

Joice disse...

Ahh coisa mais FofAAaaaa!!!!

Eu ia esmagar!!!!!!! =)

Beijokassss

Sandra - Mamãe e Aprendiz... disse...

Ser mãe é mesmo "fogo", hein amiga? A gente precisa conter a vontade de rir e esmagar as nossas fofas pra poder ensinar as boas maneiras e os bons costumes... rsrsrsrs...
Mas tbm acho que é fase sim, e passa!
Bjos e bom final de semana!

Giovana disse...

Claro Roberta, deixa rolar, ja ja passa, melhor mesmo é apreciá-las nesses momentos de fofurice.

Fui lendo e imagiando a cena!!
Bjs

Kah disse...

Nessa fase eles não tem maldade! O melhor é fazer o que você fez que logo esquecem...
Mas tem que gravar um vídeo para mostrar aos namorados no futuro!
Beijos

Nutrição & Cia disse...

Eles são um gravadorzinho e repetem de tudo que ouvem lógico, mas e claro que a gente prefere " o sapo náo lava o pé......." linda.

Cynthia Santos disse...

Ih, Ro, não esquenta... Arthur dança vários ritmos, desde o funk ao batedeira-ligada e máquina-lavando-roupa... fez barulho, ele dança e "canta"! Eu me divirto! Mas claro que prefereria que ele gostasse de outros ritmos...ehehehehe
Beijo grande!

Stella Barbosa disse...

Oie... te acompanho a alguns dias.. e eu ADORO o q vc escreve... sua filha e linda... dou muita.. muita risada com as coisas q vc conta... bjs
Stella
http://stellabarbosa.blogspot.com/

Letícia Volponi disse...

Adorei o post! Primeiro imaginando essa coisa gostosa que é a Luisa rebolando e cantando (mesmo que a música seja uma grande porcaria). segundo porque concordo com você: para que fazer alarde se já já ela vai esquecer? Terceiro porque fiquei imaginando se seu momento fã da gretchen não tivesse passado e você andasse rebolando piripiripiri, ai, ui.. por aí (rs)

Chris Ferreira disse...

Oi Roberta,
KKKK, eu também rebolava as músicas da Gretchen e queria ser chacrete. Pode? Fica na frente da televisão copiando as danças. Era fanzoca da Rita Cadilac e da Índia Amazonense. E nem por isso fiquei mal na vida.
Agora a Sofia também esta cantando essa música que eu não sei onde ela aprendeu. E ela canta o FLATULATION, Xon, xon. Acho que foi uma versão parecida com isso que ela viu no Faustão e entendeu desse jeito. Soe na minha cama e começa a rebolar, parece uma minhoca cheia de gases.
beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/

Dani disse...

Ro, também acho que nessas horas o melhor é não dar muita trela mesmo... do jeito que ela esqueceu uma vez, esquece a segunda.
________

off topic: andando de blog em blog, sei lá como fui parar neste aqui: http://meufilho11.blogspot.com/2010/07/gravida-barriga-curva-de-rio.html#comments

Veja que coincidência entre este post e um seu de um tempinho atrás (eu lembrei na hora, porque quando você escreveu, eu morri de dar risada, de total identificação com a situação...)
Não sei o que você acha destas "homenagens", mas achei que deveria te avisar
Beijos

Dione disse...

Fui contar essa história pro meu marido e a Nina tava perto. Aí ela começou:metion,on on, imetion, on on. kkkkkkk, socorro!!!!

Thiago minha Vida disse...

Nossa Roberta, tô aqui morrendo de rir...com o "imboleixon"...
Criança sai com cada uma né? e a sua por sinal é fofíssima. Bom tô nesse mundo de blogueira a pouco tempo e já tem um tempinho que visito o seu blog, e acho muito interessante tudo o que leio por aqui...mais acho que é a primeira vez que comento. Sua filhota é linda, e que esse bebê venha com muita saúde para alegrar ainda mais essa família linda.
Se quiser dá uma passadinha lá no meu blog pra me conhecer um pouquinho e meu pequeno tb.

Bjos.

zouzou e eu disse...

hahahahaha
muito bom!
e com certeza temos q pensar por aí. quem nunca imitou as mocinhas do chacrinha?!?
tadinha, e com certeza elas fazem isso pra chamar nossa atenção. manuela super já faz várias coisas com esse objetivo e só tem 1 ano e 3 meses!
beijos!

Ana Paula disse...

Hahaha, realmente é de cair o queixo! A minha filha tb chegou um dia cantando e rebolando, aos 3 anos. Não sabia o que fazer, pois acho péssima a música, de mal gosto... mas se reprimisse é que ela iria cantar mais... então ri na hora, pq nao tinha como nao rir, disse que a mamãe achava a música feia e logo ela esqueceu....rs! Hoje ela fala quando vê alguem cantando: que feio né mamãe!
Estas crianças....

Patrícia Boudakian disse...

hahaha as crianças lembram mesmo das coisas... até dessas coisas mequetrefes não é mesmo... ai ai

beijos