segunda-feira, 10 de maio de 2010

Leoa

Eu tinha por volta de um ano de idade quando minha mãe engravidou novamente. Ela sonhava em ter três filhos com pouca diferença de idade entre eles. Tudo corria bem na segunda gestação (isso era 1977), mas ela estranhava que a barriga estava grande demais. Aos seis meses, ela usava as roupas que usou quando foi para a maternidade na primeira gravidez. Mas um dia, aos 6 meses de gestação, ela se sentiu mal. Travou, não conseguia sair do lugar nem se mexer para pegar o telefone. Achou que estivesse perdendo o bebê. Quando conseguiu telefonar, ligou para minha avó "postiça", já que a mãe dela havia falecido anos antes e ela não queria assustar meu pai. Minha avó a levou pra casa dela. E ela ficou lá repousando. Quando meu pai chegou para buscá-la, resolveu levá-la imediatamente para o hospital. Naqueles tempos não existia ultrassom e os exames eram muito mais precários e menos precisos do que hoje. Foi para o raio-x pra ver o que se passava.
Descobriu que ela não estava grávida de um, mas de dois. E aquele medo todo se transformou em uma emoção indescritível. Ela teria seus sonhados três filhos, só que dois viriam de uma só vez.
Foram pra casa e ficou tudo bem. Mas ela ficou enorme. Era magra, mas a barriga, de lado, tinha a largura de uma janela. Dormiu um mês sentada e comia com o prato sobre a barriga. Foi até 40 semanas de gestação, e o médico então marcou a cirurgia.
Naqueles tempos também não se sabia o sexo com antecedência e também não se conseguia calcular o peso dos bebês.
Foi para o centro cirúrgico. Primeiro, nasceu uma menina. Peso? 3,200kg. Enorme para uma gravidez gemelar. Então todos já se prepararam: o próximo deverá ser muito pequeno. De repente, aparece o pé do segundo filho e o médico exclama:
- P-u-t-a-q-u-e-p-a-r-i-u!!! Todos riem.
E sai o moleque. Meu irmão pesava 3,800kg!!!!
Minha mãe tinha simplesmente 7kg de criança na barriga. Até hoje nunca ouvi alguma história parecida. Meu médico, quando soube, ficou abismado. Também não conhece nada similar. Até porque hoje em dia dificilmente gêmeos nascem com 40 semanas.
Sei que os dois nasceram ótimos e saudáveis. Minha mãe, lógico, teve como passivo uma sobra de pele na barriga que teve que ser retirada com cirurgia plástica anos depois.
Minha homenagem nesse dia das mães vai pra ela, essa leoa que é a minha mãe. Que a vida inteira cuidou e defendeu seus três filhos com unhas e dentes. E agora, além de uma mãe maravilhosa, ela é a avó que toda criança sonha em ter. Eu e meus irmãos infelizmente não tivemos a sorte de ter uma avó assim, mas minhas filhas e meu sobrinho graças a Deus têm a vovó Lúcia.
Beijos, mãe. Ontem já te dei muitos pessoalmente, mas hoje fica aqui minha homenagem pública.
E, mesmo atrasado (ou não, porque isso vale para todos os dias), transmito aqui meu beijo grande a todas as mães leoas que acompanham esse blog. Ah, e esse texto aqui da Lya Luft está lindo, vale a pena ler.

19 comentários:

Glauco disse...

Rô, eu nasci com 3,820kg, para ser mais preciso...rs
E endosso todas as palavras direcionadas a nossa mãe. É realmente uma pessoa espetacular.

Beijão!

Camila disse...

Caramba!!! E eu achei q os meus gêmeos eram grandes!!! Eu tinha quase 6 kg de bebês na barriga, um com 3,2kg e o outro com 2,4kg. Cheguei a 37 semanas e 1/2. A sua mãe é uma verdadeira leoa, parabéns pra ela! E, honestamente falando, ter 3 filhos é mto bom, ainda mais quando podemos "economizar" uma gravidez, hahahah!
Um super beijo,
Camila
www.mamaetaocupada.blogspot.com

Paloma disse...

Que história bonita, Rô! Muitos beijos pra voc~e e também pra sua mãe.
Paloma e Isa

Flavia disse...

Leoa, mesmo!
Linda história, linda homenagem!
Parabéns pela mãe, e parabéns pra você tambem, e concordo com você que todos os dias são dias de mães (e filhas).

bjs

Mãe da Ana Luiza disse...

hahahahaha! PQP mesmo!!! Nunca ouvi/li nada parecido!
E parabéns pra vc e pra sua mamis!

Beijokas

Lia disse...

Que linda história! E que bebezões, hem?

Lilian Amorim disse...

Nossa!!!! Também nunca ouvi falar de gestação gemelar com crianças deste tamanho...rsrsrs
Parabéns pra sua mãe e pra vc.
bjs

Lilian Amorim disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Micheli disse...

Tb nunca ouvi falar de gestação assim! Que máximo! Parabéns para sua mãe e pra vc!
Um beijo.

Alê disse...

que linda homenagem! Beijos na mamae Leoa!!!! e em vc tb!
: )

Ana Paula mãe da Sophia disse...

Parabéns querida Roberta, realmente perto dessas leoas que não tinha ultrassom, fraldas descartáveis e outras maravilhas do mundo moderno, nós somos no máximo mamáes tigres, risos!

Cynthia Santos disse...

Gente, que história!
Que mãe!
E que bebês!!
TO passada aqui, essa gestação foi um milagre de Deus, né, Rô?!
Naquela época, gêmeos de 40 semana e com praticamente o mesmo peso, que benção!!!
Um beijo enorme pra você, e pra sua mãe leoa!!

Carol disse...

que linda história!
sua mae é mesmo uma leoa, parabéns pra ela!!

beijao!

Ser mãe é viver constantemente feliz! disse...

lindo seu ost, tbm sou gêmea e tbm acho incrivel tudo que as mãqes fazem pelos filhos...bjs

Sarah disse...

Linda história Roberta! Parabéns à sua mãe, a você e a todas as mamães!

Carol Garcia disse...

História boa de ler e de confortar a semana...
bjos
carol
viajandonamaternidade.blogspot.com

Viajando com Pimpolhos disse...

Excelente post e uma bela Homenagem!
Descobri o seu blog agora e estou me divertindo pq a minha filha tem a mesma idade que a sua e consigo enxergar perfeitamente as cenas contadas! Bj, Sut-Mie

N@nd@ disse...

Tem um selinho p vc no meu blog!

Denise disse...

Nossa, que linda homenagem!

Até eu fiquei pasma com os 7kg. Impressionante!

Bjs