terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Help, I need somebody, help

Não tenho mais forças. Uma criança de dois anos e meio acordando três a cinco vezes por noite é de matar qualquer um.
Luísa nunca foi das dorminhocas, então estou acostumada a levantar à noite. Mas nas últimas semanas a coisa piorou muito.
O duro é que, quando ela dormia no berço, chegava um momento em que eu a deixava chorando um pouco, pra ela tentar dormir sozinha de novo. Agora, na cama, ela levanta e vai para o meu quarto. E eu levanto pra levá-la de volta pro quarto dela.
O que acontece, na real, é que eu nunca consegui fazer a Luísa dormir sozinha na cama dela. Cada vez que ela acorda, ela já vai me procurar. Invejo aquelas mães que conseguem e fico tentando entender o que eu fiz de errado. Eu a levo pra cama e ela já fala "fica aqui só um pouquinho". Eu converso, explico que ali é o cantinho dela dormir, etc etc. Só que, enquanto ela não dorme de novo, eu não consigo sair do quarto porque ela acorda e chora. Geeente, que dureza. Às vezes eu chamo a babá pra revezar comigo (maridón levanta muito cedo então é poupado dessa tarefa), mas o drama é o mesmo.
Alguém tem dicas do que eu posso fazer pra ela voltar a dormir sozinha, pleeeease?

22 comentários:

Fabi disse...

Roberta,
Sou fã número 1 do seu blog. Tenho uma filha da mesma idade que a Luísa e me identifico muito com seus posts.
O que eu faço nestes casos noturnos é conversar muito com a minha filha; falo que a cama "grandona" é da mamãe e do papai e quando ela insiste pergunto se posso doar a cama dela para alguma menina que não tem uma caminha. Para ajudar, tenho comprado lençois de personagens que ela gosta e sempre deixo uma luzinha acesa no quarto. Ok, às vezes não dá certo, e fico ao lado da cama dela até ela dormir. Mas NUNCA a deixo dormir na minha cama para ela não acostumar. Paciência é a chave de tudo!
Boa sorte!
Beijo, Fabi

Maria Luiza, minha vida!!! disse...

Ai amiga...qe situação complicadamesmo viu! A Malu ainda dorme no berço e geralmente eu tb aplico a tática de deixa-lachorando sozinha até dormir....e funciona. Mas tenho muito receio, pq sei que quando ela for pra caminha, terei osmesmo problemas que vc está tendo...Muito difícil essa fase né? Penso como a Fabi, que paciência nesse caso é realmente fundamental.
Grande beijo!

Paloma, a mãe disse...

Rô, a Ciça, mesmo sendo dorminhoca, inventou de acordar à noite nos chamando. Tenho certeza que, tanto no meu quanto no seu caso, tem a ver com a insegurança do desconhecido (irmãozinho na área). Acho que o melhor é conversar muito, falar que ela precisa dormir na cama dela e vc na sua. E respeitar esta fase dela sem dar tanta importância, porque deve passar. E, para que passe, transmitir muita segurança para ela semprte. Lembre que ela está enfrentando muitas mudanças (casa nova, cama nova, escola nova, irmã nova). Acho que é a forma dela de dizer que tá difícil lidar com o novo pacote, mas, juntas, vcs conseguem. Lá em casa durou uns dois meses e melhorou.
Beijos

Priscila disse...

O Gui dormiu mal até 1 ano. Depois melhorou. Quando eu estavav grávida da Duda acordava quase toda noite e ia pro meu quarto. Era a mesma novela que você relata.
Quando ela nasceu, repentinamente parou de acordar e passou a dormir a noite toda. Há um mês, passou a acordar de novo. Tento colocar os brinquedos preferidos do lado dele de noite. Às vezes ele acorda agarrado no brinquedo.
Bjs.

Comer para Crescer disse...

Roberta,
Que dureza! E ainda grávida(parabéns!!!!!), quando temos um sono anormal. Mas vamos alguns detalhes:
- Luísa começou na escola nova, certo? Muita agitação, novidades, inseguranças que se refletem no sono (tinha de ser no sono? não podia ser...). Como disse a Fabi, resta a ti a inglória tarefa de aguentar.
Uma dica que pode suavizar, mas não é garantia de 8 horas seguidas de sono:
- Rotina de sono (banho, história, rezar) e deixá-la na cama quase dormindo. Ela vai levantar, é certo. Mas vc vai colocá-la para dormir quantas vezes forem necessárias. Uma hora ela dorme (reze para ela não acordar a noite). Não consigo deixar berrar na cama. As vezes, meu sono é tanto que acabo dormindo na cama dos meninos.
Apenas uma observação: dormir, se desligar do mundo, é uma das ações humanas mais difíceis (para adultos e pior para crianças) e é o instinto que a faz te procurar (mesmo que pelo choro), pois sentiu medo e foi buscar segurança. Por isso que vencer o nosso cansaço e osono é parte importante nessa história. Mas sei que é uma dureza. Eu, por exemplo, fico quebrada depois de uma noite de dorme e acorda.
Vc deixa uma luz fraca acesa no quarto dela?
Espero que essa fase passe logo.]beijos da Pati
e boa sorte

Camila Bandeira disse...

Situação complicada né? O que posso te dizer é que você tem que ter muita paciência, porque tem a ver mesmo com todas as mudanças que ela vem passando. Ainda bem que tem sido agora, já pensou você com barrigão e fazendo tantas mudanças na vida da Luísa? Você já acertou muito em ter colocado logo no colégio, mudança, quarto novo. De resto é fazer aquela tática mesmo da "super nanny": levá-la de volta pro quarto váaarias vezes. Eu também digo pra Gabi que ela não se preocupe, que pode dormir tranquila, que amanhã a mamãe vai estar esperando por ela, etc... Com ela funciona e ela dorme melhor.

Patricia disse...

Aquele livro "Soluções para noites sem choro para crianças de 1 a 6 anos" tem várias dicas para resolver isso. Não custa tentar!
Para fazer Mariana dormir mais cedo o livro foi tiro e queda.
Boa sorte!
beijos

Giovana Gomes disse...

Situação complicada e muuuuuuito cansativa mesmo, imagino.

Quando o Pedro mamava no peito acordava sempre, eu o amamentava e o colocava de volta no berço, isso umas 3x na noite. Depois que parou de mamar, passou a acordar somente uma vez e como suspeitava que fosse fome, dava mamadeira e ele voltava a dormir.

Mais tarde, ja nao mamava mais mamadeira de madrugada ele teve uma semana meio doentinho e com febre (semana essa em que ele ficou na nossa cama)depois disso ele começou a acordar no meio da madrugada querendo ir pra minha cama, sinceramente nao vejo problema em compartilhar a cama nao, afinal de contas trabalhamos a semana toda e ficamos pouco tempo com ele, sem contar que nossa vida de casal não é afetada com isso, pois ele sempre acorda depois das 2 da manha, o pego no berço e o levo pra minha cama, lá ele permanece ate as 7 da manha, achei melhor assim, meu marido acorda as 5 da manha e eu as 7, nao tenho pique nem paciencia pra ficar acordada ate ele pegar no sono por vááárias vezes.

Mas uma dica pra vc é: Voce ja tentou dar a ela uma bonequinha ou sei la qualquer brinquedinho que ela goste pra dormir com ela???? Tipo filha a "sua amiguinha" vai dormir aqui com vc, cuida dela ta??? Nao a deixe sozinha.... sei la, algo desse tipo.

Paciência querida.....

Um beijo grande nas duas....
Ahhhh coloquei seu blog nos meus favoritos ta????

Letícia Volponi disse...

Ro, que barra. É duro manter a paciência quando o corpo pede trégua, mas não tem muito jeito. O fato de vc não deixar ela ficar na sua cama já é nota 10, mas acho que tudo isso tem muito a ver com todas as mudanças que ela está enfrentando, especialmente, com a irmã e ela não sabe te dizer o que está sentindo. O que eu faço às vezes é conversar e combinar que contarei uma história ou cantarei uma música e que depois ela vai dormir. Costuma funcionar.

Nádia disse...

Acho que vc tem que comprar o livro da encantadora de bebês, tá todo mundo lendo e usando as técnicas, acho que vai te ajudar. Eu vou comprar pra mim tb, pq meu bebê tá com 10 meses e faz uns 3 meses que só dorme na minha cama...Bjus!

Lu Terceiro disse...

Oi Rô, eu ia te indicar o mesmo que a Patricia. O "Soluções para noites sem choro" é super bem recomendado. Tem todas essas mudanças que a Luisa e vcs estão passando, mas eu acho que pode ajudar. Boa sorte e beijos!!

Kelly - Retrato de Mulher disse...

Oi Roberta... Sou leitora do seu bloguinho, e acho que já deixei alguns recadinhos anteriores, mais deve fazer um tempo que não comento por aqui. Desculpe :(
rs

Mais olha, vou te deixar oq eu penso, mas desconsidere se achar que estou errada.

O Matheus mamou no peito até 1 ano e 8 meses e só o desmamei qdo achei que ele estava preparado para isso, depois com 1 ano e 10 meses comecei o desfralde e só conclui qdo ele completou 2 anos, nesse mesmo periodo entre 1 ano e 10 meses até os 2 aninhos comprei a caminha dele e deixei lá no quarto sem obriga-lo a dormir lá, apenas fui falando pra ele que aquela era sua caminha nova etc, etc, etc,
comecei o colocar para dormir apenas durante o dia na caminha e a noite ele ainda dormia no berço, no meu quarto, até que chegou o dia em que ele mesmo optou em ir para a cama, e desse dia em diante é lá que ele dorme.
Ainda tenho que acordar ao menos 2 vezes a noite, muitas vezes porque ele acorda e me chama.

O que eu quero dizer é que cada criança tem o seu tempo, e seus medos, é preciso respeitar isso, e se vc acha que ela não está preparada para dormir sozinha, então, não deixe ela dormir sozinha, não precisa forçar ela a fazer algo que ainda não esta pronta para assimilar.
Tente pegar o colchão da cama dela e colocar no chão do seu quarto, apenas por um periodo, até que vc perceba que ela se sente mais segura e pronta para ficar sozinha de verdade em seu quarto.
Vai ser bom pra ela pois se sentindo segura vai dormir melhor, e bom pra você que tbm precisa descansar.
Roberta... se não for pra ser agora adie essa mudança para mais tarde... vc já sabe que a bebezinha que vai chegar não vai perceber se está ou não dormindo no quarto da mamãe, mais a Luísa sabe, e te garanto que no fundo ela vai te agradecer por você ter tido paciencia de esperar ela crescer.
Eu sou aquela que muitas vezes vai contra os ensinamentos da Super Nany, pra mim mimo, e carinho, não estraga ninguém, ao contrario, ajuda a pessoa a crescer com mais segurança e felicidade.
Tudo ao seu Tempo !

Desculpe se falei demais, espero ter podido ajudar em alguma coisinha.

Boa Sorte, e Bons Sonos !
Bjuss

Paloma disse...

Eu acho que ela não fica na cama porque percebe que você não está segura ao colocá-la. Ela percebe que, se pedir, você fica. E acho que isso atrapalha o processo. Acho que, da primeira vez que você leva, você conversa. Nas outras, somente a coloque pra dormir e saia do quarto. Comigo, funcionou. Pode ser que dê certo pra você também. bjo
Paloma e Isa

Tathyana disse...

Roberta, Alice tmb inventou de acordar a noite depois que eu anunciei a gravidez. Essas meninas são super sabidas. Eu canto a pedra da insegurança mesmo, do medo do desconhecido. Depois que as aulas começaram ela voltou a dormir direito, a noite toda sem levantar, só que agora está doente e coloquei o colchão dela no meu quarto. Quanto melhorar, terei um retrocesso novamente. Aqui, eu sempre conversei com ela antes de deitar, que não era pra cordar de noite e ir pro nosso quarto. Ameacei colocar de castigo e de fechar a porta. POde parecer um comportamento bruto o meu, mas ela estava me desafiando, pedindo limite falava: "eu vou pra nossa cama se eu quiser". Foi dureza e tenho certeza que ainda será. Boa sorte por aí.

Val disse...

Oi, acho que faz tempo q comentei aqui, mas leio todas as suas postagens. Essa, em especial, vim ler os comentários para buscar umas dicas tb, pq o meu pequeno vai passar para a caminha agora. Ele não gosta de dormir comigo e o pai, graças a Deus, dorme tranquilo no berço, no nosso quarto. Mas são raros os dias em que o coloco lá e ele dorme sozinho. Normalmente, ele adormece vendo televisão. É errado, eu sei, mas coloco dvs de musicais gospel para ele ir acalmando, e ele pega no sono. Levo-o para o berço e ele dorme até o outro dia. Mas concordo que, no seu caso, é só por causa das enormes mudanças pelas quais a Luísa vem passando. Paciência. E tente resolver antes do bb nascer, já imaginou as duas acordando juntas ou alternadamente?

Laura disse...

Eu tb sofro muito desse mal...a gente perde as forças mesmo !!!!!
O meu caso é um pouco diferente, pois a Clar ainda dorme no berço, mas acorda várias vezes a noite !!! A gente aqui em casa faz esquema revezamento: mamãe, papai, avós, tia e tio.
Agora, acho que no seu caso é por causa do irmãozinho, é preciso conversar bastante e ter muita paciencia mas muita paciencia mesmo!!!

piscardeolhos disse...

Ro, concordo com quem disse que tem a ver com as mudanças. Mudanças bem significativas, por sinal.
Agora isso não tira o peso da situação, né? A gravidez já deixa a gente pedindo arrego, imagina com toda essa interrupção no sono?
Puxa, só posso te desejar força, muita força. E que vc possa dormir um pouquinho durante o dia.
Mas faz sentido o comentário da Paloma de conversar a primeira vez, mas depois simplesmente colocá-la na cama. Eu acho. Pro bem dela também, cujo sono tbem está sendo interrompido, né Ro?
Pra te animar: ontem foi a 9a.noite que Noah dormiu a noite inteira NA VIDA. Sabe qual foi o santo remédio?
Um ar condicionado barulhento do novo ape! Smplesmente não ouvi ele chorar e daí ele acostumou, menina! Mas isso é assunto pra post...
beijo e força ai!

Yuska Pires Sampaio disse...

Querida Roberta
Poxa que chato hein, falando em inveja das mamaes que conseguem eu tamben tenho!
Nesse exato momento Marcella ta la no berco, chorando pra sair de la como se tivesse numa prisao! Fica assim ate a 1 da manha, e dorme, depois acorda denovo as 3! SOCORROOOO. Meu Maridao tb acorda cedo pra trabalhaar (5 da manha) entao tb economiso ele. Mas que da vontade de chaqualhar-lo pra ele cuidar um pouco da viu hahahaha. Boa sorte querida. Pra Nos duas!

Fe disse...

Oi Rô, acho que muita gente já disse tudo o que eu poderia dizer p vc. A Luísa é tranquila, dorme a noite toda (por enquanto e espero que fique assim..), e pra minha sorte quer dormir no "quato Lulu" (por enquanto tbém....)Como disse uma vez, essa fase passa logo, então porque não às vezes ceder...(é tãããããããão gostoso !!!!!!). Claro que SEI que não é o certo, mas o que é certo na hora do sono, e da ~carinha que elas fazem quando pedem "xó um poquinho mamãe...". Enfim, é uma fase, e que como todas as outras, passa rápidinho....Calma, paciência, reza você tambémk, e boa sorte..que passe logo logo...super beijo....comprei um presente pra Rafaela !!!

Avassaladora disse...

Ai Roberta, quando você descobrir, me avisa, please, sofro do mesmo mal

Li disse...

Ola Roberta
Esse acorda, dorme é realmente uma canseira. O Pietro vive dando esses surtos, mas passa... nunca passa de duas semaninhas. hehehehe
E eu que tenho a Paola que tbm acorda pra mamar, dai vira o Ó!
Bom... Eu sou das mães que deita com o filho até ele dormir, pois não vejo nada de mais nisso. Acho bem pior se a criança vai dormir na cama dos pais.
O Pietro passa por essa fase quando está num momento de mais ciume e precisa mais de mim, depois tento compessa-lo durante o dia e vejo que as coisas melhoram aos poucos!
Espero ter ajudado!
Bjos

PS: Sempre espero uma visitinha sua no meu blog!

Anna Lucia disse...

As noites são realmente complicadas para quem tem filho pequeno. E quem disse que um filho é dificil, não imagina o que vem com o segundo. Mas perceba que eles funcionam muito no nosso ritmo. Assim, quanto mais irritadas ficamos mais eles ficam impossíveis. O melhor conselho que a pediatra me deu foi adotar comportamentos bem diferentes de dia e de noite. Criança dorme de dia com janela aberta, de noite mais no escuro e com fralda boa para não ter de trocar muitas vezes. A tal "luzinha" fica no corredor e não no quarto. Você colocou uma bicama, bem legal, assim você pode deitar ao lado dela e tranquilizá-la até dormir (ela ou você, kkk). Mas o principal de tudo: adote a rotina do sono. Banho, escovar dentes, ler um livro, rezar na cama e pronto. Isso dá para a criança a certeza de que "tudo está no seu lugar". Hoje, com filhos de 10 e 14 anos, basta falar vamos tomar banho e eles me dizem: "ah, mãe, não quero dormir agora". É, meu bem, a dificuldade continua. Mas tudo se resolve. bjokas