segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Aviso: post escatológico

A última edição da revista Pais & Filhos traz uma reportagem sobre coisas que toda mãe deveria saber em relação à educação e cuidados com os seus filhos. E um dos itens é:
Calcinha e cueca sujas de cocô têm de ir pro lixo. Sem choro nem vela.
Pois bem, devia ter lido essa reportagem antes.
Dia desses ocorreu um acidente sem precedentes no clube. Luísa estava tão entretida brincando que 1) não percebeu que fez cocô ou 2) percebeu, mas ficou quieta porque não queria sair do parquinho.
Antes de continuar, um aviso: quem não gosta desses assuntos escatológicos, pode parar por aqui porque será difícil não tentar imaginar a cena. Quem não tem filhos também não precisa passar por isso e pode mudar pro site de notícias, porque eu sei que a tolerância ao assunto cocô é bem diferente antes de termos filhos.
Sei que fui descobrir que ela tinha feito cocô na calcinha um bom tempo depois, quando a levei pra fazer xixi. Não vou descrever aqui todos os detalhes da lambança porque foi nojento mesmo - a consistência do bicho era meio molenga. Só que eu, mãe de primeira viagem com uma filha desfraldada há pouco tempo, nem pensei em jogar a calcinha no lixo, olha só que zé mané!!! Fiquei tentando limpar a dita cuja lá no banheiro do clube. Olha, foi um desastre total.
Depois, quando eu cheguei em casa, botei a calcinha de molho. Quando a babá chegou na segunda-feira, ela me perguntou por que eu não tinha jogado a calcinha fora.
Me senti uma retardada. E pior: lembrei que taquei desnecessariamente a mãozão no cocô debaixo da torneira pra tentar limpar a calcinha.
Eca total. Ou melhor. Merda total.

16 comentários:

Cynthia Santos disse...

Ai, Ro, que coisa... a gente parece que trava nessas horas, né? Eu tive meu primeiro momento escatológico esse fim-de-semana. Arthur fez cocô dentro da banheira, no meio do banho! Quando percebi, tirei-o calmamente, sem fazer escândalo, e sentei meu baixinho na beira da banheira, como se estivesse no troninho. Ele me olhou meio sem entender, aí falei pra ele: "Pode terminar, filho" - e ele terminou...ehehehe não preciso dizer que papai nem chegou perto, né? eheheheeh
Relaxa, não é só você que trava nessas horas...eheheh
Beijo grande!

Marina disse...

hahahahaha
Gentem,impossível não visualizar a cena! hahahahah
Lição aprendida!

Letícia Volponi disse...

hahaha... confesso que a primeira pergunta que me fiz foi porque ela realmente não jogou no lixo, meu deus...

Tathyana disse...

Embora Alice tenha feito apenas uma vez cocô na calcinha, eu joguei fora. Nojo total...nenhuma mãe merece passar por isso.

Bjssssssss

Paloma disse...

Ah, eu não jogo as calcinhas fora não. Lavo, coloco de molho, ponho na secadora e Isa usa normalmente depois. Se, daqui pra frente, jogar as calcinhas foras toda vez, será preciso abrir uma fábrica...heheheeh...Ter filhos é também lidar com essas situações. Pra isso, sempre tenho um saquinho na bolsa e uma calcinha reserva pra Isa. Andam sempre comigo. bjo
Paloma e Isa

Li disse...

olha Roberta, eu não sabia que a gente tinha que jogar fora, mas já passei várias vezes por essa situação com meu filho e digo, não pensava duas vezes em jogar a cueca fora.
As vezes dava um aperto no coração, pois no começo comprava umas cuequinhas lindas e tal. Agora só compro as básicas mesmo porque sei que a qualquer momento ela pode ir pro lixo. hehehehe

Camilinha disse...

kkkkkkkkkkkkkk olha eu teria jogado sem pensar 2 vezes rs... mas faz parte neh... bjus

como minha querida Marina disse impossivel não imaginar a cena... bjus

Lia disse...

Isso me lembra uma propaganda que passava aqui em Brasília. "Confecções Tesoura de Ouro! Calcinhas e cuequinhas, um real! Calcinhas e cuequinhas, um real!"

Renata disse...

hahahaha, que situação. Olha, eu não acho necessário jogar TODAS as calcinhas sujas fora, pq haja calcinha no processo de experiência, né? Mas essa, fora de casa, no clube, nossa...não lavaria de jeito nenhum...rsrsrs!
beijos

Glauco disse...

eca, Rô... até eu teria jogado fora esta maldita calcinha...rs

Mãe do Pitoco disse...

hahaha Confesso, eu teria a mesma reação! hahahaha Vivendo e aprendendo com a experiência, no meu caso, com a experiência alheia. hehehe Beijocas

Paloma, a mãe disse...

Já joguei algumas calcinhas lindas fora sem nenhum remorso. Mas confesso que quem me despertou para isso primeiro foi o livro 'Mothern'.
Acho que a dica tem que ser repassada. Pra que sofrer, minha gente?

Dani disse...

Fica tranquila Rô, também não iria pensar em jogar fora não. Obrigada por mais essa dica: em caso de cocô meleca na calcinha, já pro lixo com a dita cuja!
Adorei a história! Não parei de rir até agora!
Beijo!
Dani

Anna Lucia disse...

Nossa, Rô, agora me transportei no tempo, já que os meus meninos estão com 14 e 10 anos. Mas me vi em desespero quando tive meu segundo filho e o primeiro teve um ciume tão grande que retrocedeu tudo, voltando a fazer cocô na calça com 4 anos. Imagine a situação, um na fralda fazendo caca o tempo todo e outro fazendo no na cueca. Ninguém merece. Eu parei de sair de casa de tão traumatizada. Mas tudo passa e depois a gente lembra com saudades deles assim, fofos como sua filha linda.

Anna Lucia disse...

Nossa, Rô, agora me transportei no tempo, já que os meus meninos estão com 14 e 10 anos. Mas me vi em desespero quando tive meu segundo filho e o primeiro teve um ciume tão grande que retrocedeu tudo, voltando a fazer cocô na calça com 4 anos. Imagine a situação, um na fralda fazendo caca o tempo todo e outro fazendo no na cueca. Ninguém merece. Eu parei de sair de casa de tão traumatizada. Mas tudo passa e depois a gente lembra com saudades deles assim, fofos como sua filha linda.

Priscila disse...

oi!
Eu de novo aqui navegando pelos posts antigos...
Eu comecei o desfralde do Gui com 2 anos 3 meses e acho que durou sem exagero quase um ano. Incontáveis os incidentes de cocô e xixi. Outro dia aconteceu uma coisa bem parecida (a última que me lembro) e eu joguei fora mesmo. A vontade que tinha era de jogar o short também. Também li essa reportagem da revista, mas na hora imaginei quantas cuecas já deveria ter perdido se jogasse fora a cada evento do tipo. Espero que a Duda me dê menos trabalho nesse sentido...