quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Bruxa do 71

Vocês já repararam que tem umas idosas mal-humoradas que gostam de encrencar com grávidas e mães de recém-nascidos? Eu descobri, durante uma determinada fase da gestação, que algumas senhoras olhavam feio pra mim quando eu estava na fila preferencial. Digo senhoras porque nunca vi isso acontecer com um homem. Juro, já ouvi casos patéticos de velhinhas fazendo pouco caso de gestantes, como se a pessoa ali com quinhentos quilos (ou com 50, não interessa), falta de ar e mal estar (ou não, também não interessa) estivesse ali furando a fila preferencial e se aproveitando de uma velhinha indefesa.
Evidentemente, deixo claro aqui antes que alguém me reprima: não estou generalizando, até porque tem senhoras boníssimas que amam grávidas e pessoas em geral. Estou me referindo apenas a uma categoria específica de velhinhas más candidatas a bruxas dos desenhos infantis.
Também me lembro bem de um dia que eu estava no caixa preferencial com a Luísa no colo, bebezinha. Imaginem, bebê impaciente num braço, passando compras com o outro. Fácil, né? Daí apareceu uma velha mal-amada (nem era tão velha assim, acho que ela tinha adquirido recentemente o direito de usar aquele caixa), olhou bem pra minha cara e perguntou, com faiscas nos olhos: "ué, esse não é o caixa preferencial?"
Eu olhei pra cara dela com o meu olhar fuzilante que só o meu marido conhece e respondi: "é". E continuei minha compra. Com aquele ódio na garganta que eu fico quando me deparo com uma pessoa do mal.
Prontofalei. Desabafei. E que Deus me perdoe por amaldiçoar uma velha.

PS. Quem não sabe o que Bruxa do 71 tem a ver com a história é porque não assistiu Chaves na infância, certo? Bruxa do 71 era a velha que atormentava a vizinhança com uma vassoura na mão.

16 comentários:

Marina disse...

Roberta, elas são insuportáveis mesmo! Mas só topei com um espécie dessa raça uma vez durante toda a gestaão! Não é uma maravilha? hahahahahahaha

Bjs

Fran disse...

Eu já ouvi comentários do tipo: elas pensam que gravidez é doença!

Dani disse...

Rô, sábado à tarde, estava no supermercado com a Nina fazendo compras. Depois de uns 20 minutos no carrinho, ela enjoou de ficar ali sentadinha e pediu para descer. Eu deixei. Ela então começou a correr em volta de uma pilha de leite condensado. Eu, que aguardava ser atendida na fila dos frios, fiquei brincando com ela de "cut". De repente, surge uma velhinha de uns 80 anos do meu lado me dando o maior sermão, dizendo que criança não pode correr em supermercado, que era para eu pegar minha filha no colo imediatamente. Menina...me deu um nervoso! Nunca tinha acontecido isso comigo antes... Com todo respeito, acho o cúmulo as pessoas se meterem assim na vida dos outros! A idade não pode servir de desculpa para as pessoas serem tão desrespeitosas assim! No meu caso, não falei nada e continuei brincando com ela. Ignorei mesmo.
É isso.
Beijo pro cê!

Milka disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkk
adorei o seu post de hj...ja passei aqui algumas vezes mas não me lembro se comentei..
eu tbem tenho uma luiza de 5 meses, passa lá pra conhecer.
bjus

Lia disse...

Afe! E o pior é que: 1) elas vão ter o resto da vida pra usar a porcaria do caixa, enquanto mães passam na frente apenas por um breve período; 2) elas não fazem nada na vida e não sei por que têm tanta pressa.
Mas confesso que morro de raiva dos jovens cara de pau que usam o caixa preferencial pras compras do churrascão de domingo. Aí eu tenho de dizer: tenho visto muito mais homens que mulheres fazendo isso.

Cynthia Santos disse...

Dureza mesmo é encarar ônibus de barrigão... os bancos preferenciais têm um aviso do tamanho deles que são preferenciais e sempre tem gente (que não é idosa nem gestante avançada) sentada. Passei muita raiva na gravidez por conta disso!
E Dani, eu tinha dado uma bela resposta... não aguento velho mal-educado. Vocês já repararam como eles estão cada vez mais mal-educados e folgados? Eu até respeito a sabedoria pela idade (quando tem, né, nem sempre idade é sinônimo de sabedoria...), mas se quer respeito, tem que respeitar também, independente da idade!
Beijos!

Lu disse...

Ei ROberta!!!
Sempre leio seu blog, mas já comentei aqui??? Estou realmente vivendo o sintoma do esquecimento da gravidez! Não me lembro de um nada!!!
Quanto a isso, graças a Deus, no supermercado e no ônibus sempre me deparei com idosos muito educados. Idosos que se levantaram no ônibus para eu sentar. Achei muito respeitoso da parte deles.
Apesar disso, uma mulher ficou me olhando, me olhando, e não se levantou. Como ela parecia idosa, passei a roleta e me sentei nos bancos preferenciais de trás, que abençoadamente estavam vazios. Depois de uns 2 ou 3 pontos, a indivídua se levanta e passa a roleta. Idosa o caramba!!! Só estava aproveitando. E isso porque o ônibus estava vazio!!! Isso é o cúmulo!
Ah: e à aqueles desconhecidos que nos dão palpite na educação das nossas crianças, "get a life"! Isso, não aguento!
Beijos

Fe disse...

Mas não são só a velhinhas que te olham feio não. Já passei por situações onde novinhas, bonitinhas mesmo, me olhavam feio, do tipo "to atrasada já" ou "o que essa gorda ta furando fila". Um horror mesmo....eu particularmente só pegava essas filas especiais qd. realmente estava me sentindo indisposta, caso contrário ficava na fila comum mesmo.

Carol Pascual disse...

Aconteceu comigo no super, estava no caixa atras de uma senhora e comecei a colocar as coisas na esteira, dai cometi o error de pedir para ela me passar o separador, se ofendeu e nao me deu, dai a caixa me passou. Nao contente comecou a reclamar, como se eu fosse fazer alguma coisa a ela. Dai eu disse: olha to com 8 meses de gravidez o que eu poderia fazer contigo, ta maluca, nao fala mais comigo. Ignorei.
Em Londres nao existe caixa especial, tem que ir pra fila mesmo. No transporte publico tem acentos especiais, mas tem sempre um gurizao fortao ou uma guri se maquiando, e dai tem que pedir para eles sairem. Mas tambem tem as pessoas gentis de todas as idades que dao o lugar. Bj

Anônimo disse...

Precisamos ter em mente que pessoas ruins envelhecem.

Roberta disse...

Anônimo, você matou em cima.

tatiana disse...

MInha querida . Vc está de parabéns. Seu blog é sensacional!Estou indo pra Buenos Aires com a minha filha de um ano digitei no google e apareceu vc :)
Agora serei sua seguidora.
Uma pergunta: que documentos do bebê é preciso levar pra viajar pra B.A.
Bjs e obrigada!

Roberta disse...

Oi, Tatiana, que bom! Seja bemvinda!!
Pra Buenos Aires, pode levar documentação brasileira: certidão de nascimento ou RG. Aceitam ambos. Só não esqueça, no seu caso, de levar seu RG também, caso não vá usar o passaporte, porque eles não aceitam a carteira de motorista como documento no exterior. bjs.

Anônimo disse...

Ok. Muito obrigada minha querida!
Depois em conto como foi .
Bjão

Ana Cecilia disse...

Quando eu estava gravida tb topei com uma velha chata.. Estava no metro sentada nos bancos sem ser os preferenciais, dai entra a velha e a menina que ta do meu lado levanta para ela sentar, dai eu pra adiantar o lado dela chego pro lado para velha sentar, dai ela comecou a dar escandalo dizendo que nao era para eu mudar de lugar pq ela ia sentar onde a outra menina tinha cedido o lugar e nao eu.. dai sentou e ficou reclamando um tempao e eu falei ta bom, chega e deixei ela falando sozinha, o pior foi que teve outra mulher que comecou a dar razao a velha... ai eu fiquei sentada contando ate 3450 para nao mandar as duas para aquele lugar.. Dai quando eu me levando pra descer as duas caem pra traz e falam, ah, vc ta gravida... desculpa.. eu nem olhei pra traz... continuei ignorando-as. Duas mal amadas!!
Beijos!!!

Priscila Sant'Anna disse...

Realmente não sei como podem ser amargas assim, sendo que são mulheres e tiveram filhos! É um absurdo!
Eu passei por uma quando estava amamentando no shopping e a velha me olhou feio e ainda disse se eu não tinha vergonha de fazer aquilo em público! É mole?

Bjs
Pri e Bia