quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Sangue e machucados

Eu estava na sala e só ouvi o choro estridente da Luísa. Eu conheço os choros dela como ninguém. Identifico à distância se é choro de manha ou de dor. E naquela hora eu senti que era berro de dor. Fui correndo até a cozinha e a babá estava toda nervosa, lavando a boca da Luísa na pia, toda ensanguentada. Que frio na espinha que dá. É um misto de sentimentos: de preocupação, de raiva, de medo.
Quando há muito sangue, é como se nossos olhos se cegassem, porque não dá pra ter a noção imediata do que está acontecendo. Eu vi que tinha um cortezinho no lábio, mas também tinha sangue dentro da boca e nos dentes. Muito medo de ter quebrado ou abalado um dente. Nossa, são segundos que parecem horas!!! Não era nada sério, apenas machucou a gengiva e fez um cortinho no lábio. Logo passou e ela voltou a brincar novamente.
Mas dá um gelo mesmo assim. Até porque este não foi o primeiro e certamente não será o último. Só peço pra ter forças sempre que for preciso. E que nunca aconteça nada de grave com ela, porque eu não sei se eu iria aguentar.

18 comentários:

Adriana Stock disse...

Que susto, Rô!!! Mas como foi? Ela caiu no chão ou bateu em alguma coisa?

Roberta disse...

Acho que ela ficou em pé na cadeira e apoiou no encosto. A cadeira ia virar com ela e tudo pro chão, e a babá correu pra segurar. Acho que nessa hora ela bateu a boca na própria cadeira. Mas por Deus ela não caiu de cara no chão.

Glauco disse...

Duro essas coisas, mesmo. Tomara q ela nunca enfie a cabeça num gancho de carroceria de caminhão, como a mãe dela... me lembro bem desse dia. Coitada da mãe.
Beijo

Letícia Volponi disse...

essa meninad ainda mata a gente do coração. A Laura tem até hoje a marquinha do dia em que caiu de cara no guarda-roupa. Outro dia também quase virou com cadeira e tudo. Segurei ela no ar.
Dá um beijo na Luísa por mim.

disse...

Roberta, quando a Maria Ísis tinha 6 meses ela me deu o maior susto do mundo. Deixei ela no bebe conforto vendo tv enquanto fui até a cozinha lavar a louça do almço dela e pegar em seguida os materiais pra fazer a higiene da boquinha, eis que quando estou no banheiro, ela grita loucamente.
Eu sai tão louca quanto e quando vi, ela tava com a boca toda cheia de sangue. Eu não sabia se chorarva, se gritava, fiquei cega. Ai na hora vinha passando uma vizinha e eu pedi a ela que visse pq eu tva muito nervosa. Sorte, foi um mini corte no lábio inferior que sicatrizou em 1 dia.
É muito louca essa relação que a gente tem quando os nossos filho sangram, a sensação é como se um pedaço nosso tivesse sido arrancado!

Mãe do Pitoco disse...

Roberta, uma coincidência: Pitoco ontem tb caiiu de boca no chão, chorou à beça e os dentinhos da frente que já estavam quebrados, quebraram um pouquinho mais. Fico louca quando isso acontece, assim como vc, tenho medo de que tenha afetado algum nervinho da boca, que tenha sido grave etc. Mas a dentista disse que é a coisa mais normal do mundo ter crianças com dentinhos de leite quebrados, porque eles são frágeis mesmo e elas são muito levadas. Enfim... na hora, meu corpo ficou arrepiado de medo, angústia... queria fazer passar a dor logo. É horrível mesmo, mas, como diz meu marido, é melhor se acostumar porque daqui a pouco tem joelho ralado, galo na cabeça etc. Quero nem pensar... bate na madeira... hihihi Mas crainaça saudável é assim mesmo: dá uns sustos de vez em quando. Que bom que já está tudo ótimo com a pequena. Beijos nas duas.

Cynthia Santos disse...

ai, só de ler essas histórias, meu coração aperta de um jeito... Arthur está com 7 meses e até hoje incólume...mas sei que a hora vai chegar... ai,ai...

Roberta disse...

Putz, Gla, é mesmo. Tenho cicatriz até hoje... Mas você se arrebentou muito mais do que eu e deu muuuito trabalho pra mãe rsrsrsrsrs...

Glauco disse...

Isso é verdade, Rô... sou todo remendado, de tanto me cortar... rs

Fe disse...

Ai menina, nem me fale...que a gente tenha sempre força meeesmo...eses dias Luísa caiu da cama de novo, só ouvi um "buuum" enorme e um choro de dor....desci as escadas (16 degarus que pareceram 3) feito louca...cheguei lá, ela espatifada no chão...nossa, que medo !! Mas tem um anjinho sempre por trás delas....é incrível...espero que esteja lá sempre..beijinhos p Lulu

Paloma, a mãe disse...

Ufa, é sempre um susto, mas acontece (e muito) nesta fase.

Ciça caiu e ralou o joelho descendo as ruas enladeiradas de Pirenópolis e re-ralou na escola (abriu a ferida). Aí colocaram um band-aid e ela exibe, toda orgulhosa, o dodói para todo mundo: balconista, passante etc.

Daniella PSF disse...

que bom que foi só um susto...
mas olha, ainda bem que você tem a consciência que esses sustos se repetirão... criança é assim mesmo... e olha acredite, Deus só nos dá peso, conforme podemos carregar... você tem força para aguentar tudo. acredite

Roberta disse...

Pois é, tenho mesmo que acreditar que Deus protege as grávidas, as crianças e os bêbados. rsrs

Renata disse...

Nossa, que susto. Ainda bem que não foi nada grave, tadinha! Você disse bem, não foi o primeiro e não vai ser o último...pode acontecer mil vezes que a gente nunca se acostuma. E eu ainda me sinto culpada, acho que devia estar mais perto, que podia ter evitado, coisa de mente neurótica.
beijos em vc e na pequena!
Re

Maria Luiza, minha vida!!! disse...

Ai flor, imagino seu susto mesmo viu! O primeiro tombinho da Malu, foi qd ela tinha ainda 9 meses, estava engatinhando, escorregou e foi com a boquinha no chão...ocorreu o mesmo, feriu a gengiva e saiu muuuuito sangue...Eu estava sozinha com ela em casa e fiquei mega nervosa...mas graças a Deus td se acalmou depois!
Que bom que a Luísa ficou bem depois! Grande beijo!
Fica com Deus!

Alê disse...

que susto,né???
Já passei por um desses.....é de arrepiar mesmo.Mas, que bom que não foi nada demais!
: )

piscardeolhos disse...

Ai, o jeito é passar a acreditar em anjo da guarda mesmo (o tal que tá sempre ocupado com as grávidas e os bebum...)
Beijo e força pra todas nós!
Roberta

Flavia disse...

nossa. eu tenho panico de sangue. sempre acho que ainda não estou preparada para ser mãe nessas horas.

bom fim de semana, bjs