terça-feira, 18 de agosto de 2009

Segundo dia sem fralda

Me desculpem, mas eu adoro falar desses assuntos escatológicos. Se alguém tiver nojo, nem precisa ler. Também prometo que não vou fazer esse saldo diariamente, ok? Mas é que eu preciso contar pra alguém... hehe... e como o marido tá viajando, vocês foram os escolhidos.
Vamos lá. Saldo do segundo dia: dois xixis no "pipico", três xixis na roupa e... tchãrã... um cocozão no penico. Digo cocozão porque realmente esse foi de lascar. Quando vi, achei que outra pessoa tivesse feito. Tadinha, como aquele negócio saiu de uma criança tão pequena? Mas a babá jura que foi a Luísa mesmo.
Sei que não podemos rir sob hipótese alguma, mas há algumas cenas engraçadas nessa história toda. Agora pouco vejo a Luísa andando em direção à cozinha com as perninhas tortas, joelhinhos grudados, andando bem devagarzinho. Mas não deu tempo. Já estava toda molhada, tadinha. Ela chorou de vergonha. Falei que não tinha problema algum, que é assim mesmo e que logo não vai mais acontecer (figas).
O bom é que na sequência veio aquele cocozão que eu contei aí no começo, e ela se animou tanto que até esqueceu a vergonha do xixi na calça. Tirei até foto pra mostrar pro pai depois.
PS. Falando em traumas e vergonhas, eu nunca me esqueço do dia em que fiz xixi na calça na escolinha. Acho que eu tinha uns cinco anos, e usava um shortinho de elástico vermelho. A professora não me deixou ir ao banheiro (olha que bruxa) e eu fiz na calça. Eu era super tímida e quase morri de vergonha. Fui embora pra casa chorando. Não me esqueci até hoje. Vai ver que é por isso que eu fiquei assim. rsrs

10 comentários:

Letícia Volponi disse...

Luiza, meus parabéns! Que maravilha essa história de cocozão no penico! É isso aí, garota... Pelo menos a mamãe optou por guardar a foto para compartilhar apenas com o papai (rs).

Roberta, eu passei pela mesma coisa na escola. Tinha uns cinco anos também e estava de colã e meia calça. Pedi à professora de balé (eu odiava o balé) para fazer xixi e ela não deixou. Fiz no meio da aula e chorei copiosamente por horas de tanta vergonha. Minha mãe armou o maior barraco na escola depois.

Renata disse...

Que bom...essa menininha está aprendendo rapidinho, né?? Logo logo vai estar craque do penico!

Gente, cada vez que eu ouço essas histórias de xixi na calça pq a professora não deixou sair eu morro de ódio!!!

beijos

Isa disse...

Go Luiza, go!!!!

Paloma disse...

O melhor é levar mesmo numa boa. Eu sofri pacas com o desfralde da Isa. Foram meses de xixi e cocô na roupa. Mas descobri, depois, que ela fazia pra chamar minha atenção. Quando eu relaxei e parei de cobrar, pronto, ela mesma resolveu o assunto. Paciência e bom-humor são as melhores estratégias. bjos
Paloma e Isa

Roberta disse...

Nossa, Paloma... agora desanimei. Meses?? Achei que em duas semanas estaria tudo resolvido... doce ilusão, então?
Ai, que preguiça. Ainda bem que você só me disse isso agora, que eu já comecei. Senão acho que não teria coragem... rsrs
Minha tristeza só não é maior porque não sou eu que lavo a roupa dela :-)

Marina disse...

hahahahahahahaha
Roberta, eu tô rindo muito aqui de vc ter tirado foto do cocô pra dividir com o pai! hahahahaha
Em breve Luísa vai estar indo ao banheiro sozinha!
bjs

Alê disse...

Roberta pra te animar um pouco....Marina desfraldou muito rápido!!! O único problema q deu é q ela teve um periodo de intestino preso por conta dessa "transição" do desfraldar.Mas, tirou de letra!
: )

Ps- Noooooossa, me identifiquei muito com vc no seu relato da prof.bruxa.... isso tb aconteceu comigo e eu tb era(sou)tímida....
e lembro como vc o dia q aconteceu de fazer xixi na sala.trauma total!rsrsrs
beijos

Olhos e pensamentos disse...

ta uma mocinha o estranho q mesmo sendo bom ve las autonomas, nos dá uma sensação de perda...nossos bebes crescem...Mãe!! Bicho bobo

Lia disse...

Foto do cocô... aí você pegou pesado!! Hehehe
Pior acho não é nem fazer xixi nas calças, porque essas lembranças ficam muito remotas na nossa memória. Pior é quando você começa a menstruar e o sangue vaza na escola, você lá com seus 13 anos. Pânicos maiores virão.

Thaís Rosa disse...

hahaha! acho que eu também tiraria uma foto do cocozão pra compartilhar com o papis, ele merece esse prazer!!! hahaha
agora, que professora bruxa é essa??? tá na ativa ainda? processa!! rá!!
beijoca