quinta-feira, 6 de agosto de 2009

A maldição dos brinquedos

Os brinquedos que tocam musiquinha...ah, os brinquedos que tocam musiquinha...
Quando eu estava grávida, achava tudo lindo. Idem quando a Luísa nasceu. Até porque ela ainda não brincava com os brinquedinhos, eles ficavam apenas ali no quarto, enfeitando.
Mas um dia ela começou a brincar. E eu comecei curtindo as musiquinhas, decorando as sequências. De repente, aqueles barulhos começaram a me deixar meio maluca. Porque fui descobrindo que as músicas são as mesmas em quase todos os brinquedos. E que aquele som meio enferrujado que sai das bonecas, carrinhos e outros itens musicais não tem nada de música para os nossos ouvidos.
Eis que depois de um tempo os malditos começaram a tocar sozinhos. Não sei se isso acontece na casa de outras pessoas também ou se é só aqui que habitam os fantasmas dos brinquedos de musiquinha. A Luísa ganhou um maldito cachorro que toca música e fala uma frase diferente em todas as partes do corpo que você aperta. Várias, mas váaaarias vezes, na madrugada, quando eu ainda amamentava ou quando a Luísa acordava por alguma razão, eu me sentei na cama que fica no quarto da Luísa e bati o braço ou a cabeça no tal cachorro e o maldito começou a cantar. "Cabeça, ombro, joelho e pé, joelho e pé. Cabeça, ombro joelho e pé, joelho e pé. Olhos, orelhas, boca e nariz. Cabeça, ombro joelho e pé, joelho e pé". Ali, de madrugada, no meio do silêncio. No escuro. Eu queria matar o cão. E o pior é que, no escuro, eu nunca achava a chavinha pra desligar aquela m... Pra me provocar, ele continuava com um "Péeeee, pé amarelo". Quando você acha que acabou, o fdp tira mais um sarrinho da sua cara e solta um "tchaau tchaau."
Mas existem alguns ainda mais assustadores. Eles começam a tocar sozinhos sem a gente encostar. De repente, quando você acaba de colocar o nenem pra dormir, a música desgraçada enferrujada começa a tocar não se sabe como nem onde, no meio da caixa de brinquedos.
É ou não é assustador? Eu, hein...

17 comentários:

Mãe do Pitoco disse...

hahaha Roberta, vc definiu perfeitamente como som enferrujado. Aqui em casa tb acontece muito disso, principalmente quando ele já está dormindo ou quando estamos no carro, cheio de bugiganga pendurada e começa a tocar um brinquedinho que a gente não sabe exatamente onde está. hahaha Beijocas nas duas

Alê disse...

Roberta, me vi nesse teu post!!!A Marina tem esse cachorrinho "maldito", e ele tocou várias vezes na madrugada! Pior é escutar esse pentelho pela babá eletrônica e ter coragem de ir lá verificar.rsrs
acabei deixando-o desligado direto pq ele insiste em tocar principalmente na madruga....estranho,né...
beijos

Renata disse...

Nossaaaaaaaaaaaaaaaaa, ódio mortal dos brinquedos com musiquinha. O André tem um que não tem como desligar, ele desliga sozinho depois de toda uma sequência de músicas. A gente morre de medo de encostar nele quando estamos guardando os brinquedos, pq isso já aconteceu várias vezes e, É CLARO, o André acordou...rsrsrs!
beijos

Letícia Volponi disse...

Que bom! Achei que fosse só na minha casa que acontecesse e que eu era uma mãe neurótica com barulhos. É muito irritante o bagulhinho tocar sozinho.

Renata, se o teu brinquedo que não tem como desligar for uma maldita estrelinha, bem-vinda ao time.

Eu achava tudo uma graça no início, hj tenho vontade de tirar a pilha de todos eles. Prometi que nunca vou dar brinquedos sonoros aos filhos de quem quer que seja.

Olhos e pensamentos disse...

sofri muito com isso tambem e ainda sofro, minha filha é meio moleca e quase não liga pra bonecas, ela ganhou uma barbie fairtopia q bate assas, toca uma musica como se fosse passando fase em video game, um sinal estranho...pois bem, a boneca fica dentro do armario dela e o computador no quarto dela, toda hora escuto o barulho e tomo um susto!
Blog atualizado:
http://olhosepensamentos.blogspot.com/

Roberta disse...

Hahaha, pelo jeito todas as mães passam por isso! Ainda bem que não é só em casa que os brinquedos falam sozinhos!!

Tathy disse...

Hahahahah Roberta Alice tinha uma abelhinha insuportável que do nada começa: "olá sou seu novo amaiguinho, aperte a minha barriga..." e pra finalizar tinha o tchau, tchauuuuuuu. Mas eu aguardei o9 nome e a cara de todas as pessoas que a presentearam com brinquedos musicais irritantes e vou me vingar quando eles tiverem filhos. Porque eu sou má!!!

Beijossss

Paloma disse...

HAHAHAAHAHAH!!! A Isa tinha esse cachorro. Ele costumava falar sem ser tocado, o que era irritante demais. E olha que você ainda não entrou na fase dos instrumentos. Isa ganhou uma flauta e quase me deixa doida também. Mas são fases. Uma hora, passa. E, quando não passa, a gente repassa o brinquedo. O cachorro, já doamos...hehehe...bjo
Paloma e Isa

Roberta disse...

Tathy, é verdade, tinha me esquecido dessa abelhinha maldita também. A Luísa também ganhou uma dessa da minha irmã e eu tinha verdadeiro ódio. Acabou a bateria e eu nunca mais substituí!!

Adriana Stock disse...

A Paola tem um livro com bichinhos que faz barulho. Dia desses a ovelha deu um berro no meio da madrugada. Quase tive um treco.

Flavia disse...

Aqui todos os brinquedos do João funcionam sem pilha ou são abertos cirurgicamente para ser retirado o provador do barulhinho infernal. Coisas do super-papa.

Estou preparando uma "sessão" no blog para os relatos, posso linkar o teu também?

Beijos

Lia disse...

Menina, li seu comentário sobre o blindex no blog da Adriana. Cara, de novo! Aconteceu a mesma coisa com uma amiga minha, o marido dela teve um corte enorme na perna! Estou terminando de reformar meu apartamento e não queria botar blindex por causa disso. Mas minha mae disse que é quase impossivel isso acontecer, blablabla... caraca, acho q vou de acrilico mesmo.

Patricia disse...

Me identifiquei também. Marianinha tem um urso Pooh que eu juro que tem vida própria. Medo desses brinquedos que falam sozinhos, cantam sozinhos...coisa de Chuck! Fora que quase todos da Fischer Price têm a mesma musiquinha. Por que não variam, hein? hein? bjs. Adorei o blog.

Dani disse...

Rô, aqui em casa também tem um exemplar desses brinquedos assustadores: uma boneca que dá risada! Terror total quando ela, do nada, resolve rir lá pelas 3 da manhã! A Nina não acorda não. Mas eu...acordo e fico morrendo de medo! Beijo! Dani

Roberta disse...

Dá pra escrever um livro com tantas histórias desses Chucky que assombram nossas casas... hahaha...

Thaís Rosa disse...

hahaha! aqui também tiramos as pilhas dos brinquedinhos assombrados... o coisa pentelha!

Marina disse...

ahahahahahahaha!!!!
Tô me acabando de riri, Roberta! A minha ainda tá na barriga e eu já falei pra todo mundo que é bom evitar os brinquedos barulhentos qd forem presentear a pequena! Tenho pavor tb!!! hahahahaha