domingo, 5 de julho de 2009

Um cocô emocionante

Hoje foi um dia histórico aqui em casa.
Bom, estou eu na sala, umas 7 da noite, vendo TV. Luísa perambulando pela casa, fazendo a baguncinha que lhe é de costume. Ela chega na sala e para na minha frente. Fala "pum" e começa a resmungar alguma coisa na língua dela que eu não entendi. Perguntei se ela queria fazer cocô e ela disse que sim, e saiu da sala. Eu nem tinha me levantado ainda e ela me aparece com o penico na mão, ali na sala. "Pico, mamãe".
Saí gargalhando e levei o penico de volta pro banheiro. Várias vezes ela já pediu pra sentar no penico, mas nunca fazia nada. Mas, enfim, acho ótimo que ela peça, porque é um sinal de que logo vai começar a sair da fralda.
Tirei a fralda dela e vi que ela já tinha feito cocô. Ainda assim, dizia que queria sentar no penico. "Quer fazer mais cocô, filha?" "Qué." Coloquei ela ali no peniquinho e fiquei em frente a ela, fazendo som de "shhhhhh" pra ver se estimulava a fazer pelo menos xixi no peniquinho.
Daí ela, que já é uma moça muito grande e envergonhada e precisa de privacidade, falou que queria que eu saísse do banheiro, e que ela iria ficar ali no penico. Pensei: "caramba, olha só o nível".
Mas respeitei a vontade dela, né, afinal nem todo mundo consegue fazer cocô na frente de outra pessoa... rsrsrsrsr
Saí do banheiro, deixei a porta encostada e fui jogar a fralda suja no lixo lá fora. E eis que escuto: "cocôoooo, mamãeeeee". E não é que cheguei lá e, pela primeira vez, ela tinha feito cocô no peniquinho, direitinho?
Alguém vai rir se eu disser que fiquei emocionada? E ela toda orgulhosa, sorrindo: "óoóóó, cocô", mostrando o feito. E eu gritando pra contar pro Luiz, quase chorando de alegria porque ela tinha usado pela primeira vez o penico.
Como ele estava ao telefone, falei pra Luísa esperar pra mostrar pro papai. Ela estava tão empolgada que queria carregar o penico com o cocô e levar pro quarto pra ele ver. Não deixei, óbvio. Muuuito engraçado. Ficou de plantão ao lado do pai esperando ele desligar o telefone. Quando ele desligou, ela saiu correndo até o banheiro pra mostrar: "óóóóó, cocôoo, papai!"
Então, depois de tudo devidamente registrado pela minha máquina fotográfica (registrei a cena dela quase enfiando a cabeça no penico, namorando o cocô), seguimos para a descarga em um tom emocionado de despedida, ao som de "tchau cocôooo". E dona Luísa com um sorrisão no rosto, num orgulho só.

6 comentários:

Lia disse...

Oi, Roberta! Vim aqui só dar um alô e dizer que adorei seu comentário no meu blog. Claro, adorei seu blog também (linkei lá no meu!). Deve ser muita curtição criança nessa idade... mal posso esperar.

Glauco disse...

depois desse relato emocionante, estou saindo para almoçar...rs
beijo

Mari disse...

esse seu post me inspirou a tentar com a Alice, e batata: primeiro cocô no penico! incrível!!
Acho um barato como as dias estão a mesma fase, é tudo muito parecido!
beijo!

Roberta disse...

Jura, Mari! Bom que elas estão na mesma fase porque a gente vai trocando dicas... beijos

GG disse...

Eheheehehee!
Mas o caminho é esse. Meu filho só fez o dele quando ficou sozinho no banheiro. Eles querem privacidade, que nem nós. :)

O problema é que teve uma vez que ele se trancou lá sozinho. Mas essa é uma outra história...

Thaís Rosa disse...

hahahaha! adorei esse post... mãe é tudo igual mesmo, em todas as fases! cheguei aqui através do blog da mari, bem legal seu blog.