quarta-feira, 17 de junho de 2009

Como se fala fralda, mesmo?

Por mais que você conheça bem um idioma estrangeiro (a não ser que seja totalmente fluente), é sempre bom fazer uma listinha com a tradução de alguns termos básicos da língua local quando vai fazer uma viagem internacional com criança. Vale lembrar que alguns termos específicos da vida infantil não faziam parte do nosso vocabulário até então, por isso você pode ser pego desprevenido. E são palavras que não costumam estar naquelas dicas básicas de guias de viagem. Eu comi bola dessa vez, crente que falo bom inglês (e na Alemanha é bem fácil se comunicar em inglês), e passei um apuro para comprar simples fraldas!! Gente, eu não me lembrava de jeito nenhum como se falava fraldas em inglês! Em alemão, então, nem se fala, porque só sei falar eisbein e chucrute.
Eu levei um estoque de fraldas na mala, espalhadas por todos os espaços vazios possíveis, justamente para não depender de comprar lá. Mas teve um maldito dia em que saímos para passear e eu só coloquei uma fralda extra na mochila. E, lógico, essas coisas se atraem: você nunca se esquece de levar determinado item extra, e normalmente não precisa dele, mas naquele dia que você esqueceu certamente vai precisar (aconteceu com a fralda e também no único dia em que esqueci de levar uma troca de roupa e o xixi vazou na calça). Eis que, nesse dia, eu tinha acabado de trocar a fralda cheia da Luísa e ela me faz um cocozão daqueles na sequência (porque eu já disse que criança adora esperar a fralda limpinha pra fazer um cocô mais à vontade). Além de ouvir uma bronca irritante do meu marido (por que só eu tenho que lembrar de tudo, alguém pode me explicar?), tive que sair à procura de um lugar que vendesse fraldas. E não foi fácil. A gente pensa que todo lugar é como o Brasil, que tem uma drogaria ou um supermercado em cada esquina e ali tem todos os itens de emergência necessários. Mas não é bem assim. As farmácias na Alemanha (pelo menos em Munique) não vendem fraldas, somente as drogarias especializadas, e estas são poucas. Supermercado? Acho que não vi nenhum, não sei onde se escondem.
O lance é que, quando entrei na primeira farmácia para perguntar se eles tinham fraldas...putz! A palavra fugiu completamente da minha cabeça. Fiquei parecendo uma louca, fazendo movimentos em volta das partes íntimas pra explicar o que eu queria. Fazia sinais e tentava explicar qual era a utilidade daquilo que eu estava buscando. Tentei jogar um "baby pants" e o farmacêutico me mandou para uma loja de roupas. Por sorte me ocorreu a palavra mágia "Pampers" e aí ele compreendeu. Acho que me achou uma louca, mas pelo menos me explicou onde ficava a drogaria mais próxima.
Ah, para constar, aí vai o serviço: fralda em inglês é diaper e em alemão é windel.

6 comentários:

Glauco disse...

nappy :)

Roberta disse...

Na verdade há ainda outras traduções em inglês, cujo uso mais frequente depende do país: diaper, nappy, flap, napkin

Keiko disse...

Oi Roberta

Vom visitar seu cantinho sim!

É incrível mesmo quanto conhecimento novo se faz necessário, viajando ou não com criança! A gente fica sabida a beça! :-)

Tá anotado o windel, se um dia formos pra essas bandas! ;-)

Até,
Keiko

Cissa disse...

Chupeta, você sabe? Bem, eu já tentei o que tem no dicionário - Pacifier- não funcionou. A palavra é Soother, se fala suder. Essa só quem já foi Nanny de sobrinho gringo que sabe. :)

Roberta disse...

Acho que a sugestão é levar em desenhos ou fotos, assim a gente só mostra e resolve, né? haha... porque além de tudo tem essa: nem sempre o que está no dicionário é a palavra comumente usada... e o que vale nos EUA é muitas vezes diferente do inglês britânico e por aí vai.

Anônimo disse...

Se vc tivesse sido um au pair, saberia! rsrsrsrsrs
Saudades Rô! Lari