quinta-feira, 7 de maio de 2009

Os tempos mudaram

Vou começar o post adiantando que respeito muito o trabalho e a carreira do Dr Rinaldo De Lamare, autor de "A Vida do Bebê", aquele livro grosso azul com um bebezinho lindo na capa que nossas mães tinham em casa. Afinal, não é qualquer um no Brasil que tem seu livro batendo a marca de 40 edições e mais de 6,5 milhões de exemplares vendidos. A primeira edição foi de 1941, "atualizada" ao longo dos anos mesmo depois da sua morte, em 2002, aos 92 anos.
Ok, agora vamos até onde eu queria chegar.
Em uma parte desse livro (da 41ª edição) que fala sobre o quinto mês de vida do bebê, ele dá alguns conselhos "úteis":
- "Sono. Depois de três a cinco meses, o bebê dorme sete a oito horas por noite, sem acordar. (QUANDO ELE TEVE FILHOS AS COISAS ERAM DIFERENTES? OU A MINHA FILHA É QUE TEM PROBLEMAS E É A ÚNICA QUE ACORDAVA DE MADRUGADA ATÉ 1 ANO DE IDADE?). Depois dos cinco meses, procure mantê-lo acordado por mais tempo durante o dia para ele dormir melhor à noite. Não o coloque para dormir antes das dez horas. Entre os seis e os oito meses, mantenha-o entretido com seus brinquedos favoritos. Ele se ocupará deles, deixando seus pais dormirem, até pegar no sono. (JESUS AMADO, COMO É QUE NINGUÉM ME FALOU QUE ERA ASSIM TÃO FÁCIL?). Se ele acordar, deverá ser por sede, fome, gases ou por sua fralda estar molhada. (AH, TÁ.)"
Agora minha parte preferida: "Quebra da rotina - será útil ou não? Alguns pediatras aconselham entre os quatro e os sete meses levá-lo para almoçar na casa dos avós ou fazer passeios curtos e agradáveis". GENTE, ATÉ ESSA FASE ELE SUGERE QUE A CRIANÇA NÃO SAIA DE CASA? NOS TEMPOS ATUAIS? O que ele diria se soubesse que a Luísa viajou de avião aos dois meses?

Um comentário:

Cissa disse...

Roberta de Deus! Tá explicado. A Luísa não dormia ou ficava "de boa" com os brinquedinhos porque andou de avião! Eu acho que o Dr.Lamare diria...PECADORA!