terça-feira, 5 de maio de 2009

Carrinhos e a acessibilidade

Consideradas as devidas proporções, as mães de bebês conseguem ter uma visão muito mais apurada de como é difícil a questão da acessibilidade no Brasil, mesmo nas grandes cidades. Basta dar um passeio de carrinho com o bebê pelo bairro ou por lugares públicos para percebermos o quanto deve ser difícil para uma pessoa que anda de cadeira de rodas. No caso do bebê, ainda temos o recurso de colocá-lo no colo e pedirmos para outra pessoa mover o carrinho por lugares estreitos ou com escadas. Mas e um cadeirante, como faz?
Além das calçadas irregulares e esburacadas, as dificuldades de acesso nos restaurantes e lugares públicos, falta ainda a educação e respeito das pessoas em relação ao assunto. Hoje mesmo, em um simples passeio voltando da pracinha com a Luísa no carrinho, tive que dar a volta pela rua duas vezes porque carros estavam parados fechando a rampa de acesso das calçadas. É de doer tamanha falta de respeito.

Um comentário:

luterceiro disse...

Oi Roberta! Te mando o livro por correio, se vc quiser, é só me manda seu endereço para o meu mail. Tenho uma política aqui em casa (pelo pouco espaço) de passar para frente o maior número possível de livros :) Minhas saidas andam meio limitadas, mas meu marido pode postar.
bjs, Lu