sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Dicas para comer melhor

A revista Crescer de novembro/2008, em uma edição especial de 15 anos, traz algumas dicas interessantes para o dia-a-dia com o bebê, desde como fazer seu filho comer sem sofrimento, como viver bem com os avós, como lidar com o choro, sono, babás etc. Vale dar uma olhada.
Eu vou reproduzir aqui as 10 dicas em relação à alimentação para depois que o bebê começa a comer comidinha, ou seja, depois dos seis meses:
1. Respeite os horários das refeições. Nem sempre é fácil cumprir o cronograma, mas é importante manter uma rotina. A criança deve se alimentar seis vezes por dia (café-da-manhã, lanche, almoço, lanche, jantar, lanche). Quanto mais ela estiver acostumada a essa rotina, melhor ela irá comer.
2. Dê o exemplo. Não pense que vai criar um filho fã de frutas e verduras se você só come no fast food.
3. Não faça malabarismos. a driançada precisa aprender que comer é importante e gostoso. Ela precisa experimentar e sentir o sabor dos alimentos. Aviõezinhos, brinquedos e televisão acabam distraindo a criança daquilo que ela deveria fazer. Segundo pesquisas, esse é um passo grande para a obesidade.
4. Desenvolva o gosto de sentar-se à mesa. Quando a família estiver em casa, aposte em refeições coletivas. Seu filho vai associar a hora de comer à satisgação da convivência com a família, e ainda vai aprender a se comportar à mesa.
5. Comer = prazer. A hora da refeição deve ser séria, mas não rígida. Tudo bem deixar seu filho comer na sala uma vez ou outra.
6. Não transforme guloseimas em prêmio. Aquela famosa frase "se você comer tudo, ganha a sobremesa!" deve ser riscada do seu repertório. Caso contrário, a criança associa o que está comendo a um sacrifício.
7. Inclua-o na preparação da refeição. Peça a seu filho qeu ajude a separar os ingredientes e colocá-los dentro da panela, arrumar a mesa etc. Ele vai ficar ansioso para provar as delícias que fez.
8. Um cardápio para todos. Depois que seu filho passar da fase da papinha, pode comer a mesma comida da família, com o tempero da casa.
9. Considere a diferença entre lanche e refeição. Café-da-manhã, almoço e jantar são as refeições maiores e não devem ser substituídas por lanches, a não ser em dias especiais.
10. Faça uma horta. Plante tudo que o tamanho do seu quintal permitir ou use vasinhos de tempero. Seu filho vai adorar regar a planta, vê-la crescer, colher e, claro, comer tudo!

Nenhum comentário: