domingo, 4 de maio de 2008

Fraldas e higiene

Fraldas e cocôs: se você não fizer um "chá de fraldas" e optar por comprar as suas (foi o meu caso porque eu não tinha espaço para guardar), aproveite pra fazer estoque nas promoções. Fique de olho nos anúncios de grandes supermercados e de lojas especializadas (como a Alô Bebê, minha preferida), que fazem excelentes promoções de vez em quando.
Minhas marcas preferidas: quando ela nasceu usei as fraldas tamanho RN (recém-nascido) da Turma da Mônica, e depois passei para a Pampers. Dica a partir da minha experiência: compre a Pampers verde, porque um dia resolvi experimentar a de embalagem vermelha, mais barata, e vazou tudo. Eu diria que este é um item que não compensa comprar pelo preço. Descubra a marca que melhor se adapta ao bebê - provavelmente a melhor não será a mais barata, acredite.
Aliás, enquanto a criança não estiver comendo papinha, o cocô vai dar trabalho mesmo. Tem dia que não há fralda que segure e a coisa vai subir até o pescoço. Então, sempre saia de casa com uma troca de roupa extra. Um dia vazou o cocô da Luísa no sofá da casa de uma amiga minha, quase morri de vergonha.
Depois que começar a comer fruta e papinha, o cocô imediatamente muda daquela pasta mole e meio verde/mostarda para uma consistência mais firme (os primeiros saem bem escuros, quase pretos, e bem duros. Isso também varia de acordo com a alimentação - se comer mamão, fica laranja e mais mole; se comer beterraba, fica vermelha).
PS. Não fique com nojo. Você vai perder essa frescura depois que o bebê nascer, pode ter certeza...

Kit higiene:
O que usei nos primeiros seis meses: shampoo (meu preferido é o da Johnson's que pode lavar corpo e cabeça), lenços umedecidos, pomada para assadura (a de melhor custo-benefício é mesmo a Hypoglós, apesar de haver outras boas no mercado - porém mais caras), cotonetes, algodão, toalha de banho e kit manicure (as unhas precisam ser cortadas toda semana, porque crescem rápido e o bebê acaba se arranhando). Higiapele: a pediatra da minha filha permitia o uso de vez em quando, mas isso varia bastante de pediatra para pediatra. Óleos também são permitidos para massagem tipo shantala.
Lenços umedecidos: você vai usar muito. Nos primeiros três meses, é recomendável usar apenas quando sair de casa, dê preferência pelo algodão com água morna. Mas depois dos três meses eu passei a usar também para fazer aquela primeira "limpeza" do cocô. Porque tem determinados cocôs que são uma coisa inexplicável, difícil imaginar que saem de seres tão pequenos e delicados... hehe... Então eu uso o lenço pra limpar o grosso e depois passo o algodão com água morna ou fria pra limpar. A dica para as compras é a mesma das fraldas: aproveite pra fazer estoque nas promoções, porque são caros. Há várias marcas boas, geralmente compro a que está com preço melhor. A única que eu não gosto porque é fininha demais é a Baby Wipes.

O que eu nunca usei:
-Termômetro de banheira. Eu ganhei um no chá de bebê, mas nunca usei. Como minha mãe passou comigo os primeiros 15 dias após o nascimento da Luísa, eu senti mais segurança e rapidamente aprendi com ela a sentir a temperatura da banheira com o cotovelo e a mão. Mas se você tiver insegurança na hora do banho e não tiver ninguém mais experiente pra te ajudar no início, o termômetro vai te dar mais segurança.
-Toalha fralda: é uma fralda de pano em tamanho maior. Me disseram que era para secar o bebê recém-nascido, mas eu nunca usei. Como eu tinha comprado toalhas de banho que tinham fralda por dentro, sempre usei essas toalhas.
-Trocador da banheira: a banheira da Luísa tinha trocador, mas eu sempre troquei no trocador do quarto dela. Se você não vai usar, aquilo acaba virando meio trambolho porque dá mais trabalho pra abrir e fechar se estiver com a criança no colo.

Achei que nunca ia usar mas é importante: o aspirador nasal. Você só vai saber que é útil no dia em que seu filho tiver o primeiro resfriado.

Só depois de 6 meses: perfume, protetor solar, hidratante e outros cremes. Cuidado com alergias, prefira os produtos sem álcool.

Nenhum comentário: