domingo, 4 de maio de 2008

Carrinho de bebê

Eis um item que deve ser escolhido depois de muita pesquisa. Há vários modelos disponíveis nas lojas e você terá muitas dúvidas sobre essa compra. Há modelos que são confortáveis para os pais, porque ocupam menos espaço no porta-malas do carro, e há aqueles que são confortáveis para a criança. Eu, particularmente, fiquei com a segunda opção e não me arrependo. Fico até com dó de ver aqueles carrinhos pequenos de passeio em que a criança fica praticamente na diagonal, pendurada pelo cinto de segurança. Se tirar o cinto, ela escorrega direto para o chão. Esses carrinhos também não costumam deitar muito, então a criança fica toda torta quando cai no sono.

Minha experiência: um amigo nosso trouxe dos EUA um carrinho da Chicco - parênteses: pagamos quase R$ 1.000 a menos do que custa no Brasil. Se você tiver a oportunidade de viajar ou puder encomendar para alguma pessoa de maior intimidade (afinal é uma encomenda "trambolho'), vale muuuuito a pena. Voltando, compramos o carrinho com o bebê-conforto, daquele modelo maior que não fecha igual guarda-chuva. Confesso que ele é mesmo um trambolho que ocupa a maior parte do porta-malas, mas é muito leve para empurrar e o bebê fica muito confortável nele. Quando a Luísa cai no sono no meio do passeio, o encosto deita todo pra trás e ela dorme até de lado. O bebê-conforto também é item indispensável para os primeiros meses. A Luísa ficava nele a maior parte do dia, no comecinho. Ficava mais confortável e "encaixadinha" ali do que no próprio berço. Dica: é importante que o bebê-conforto venha com o encaixe do carro, porque assim você só vai precisar comprar cadeirinha de carro depois que a criança tiver uns 9 quilos.

- Se quiser comprar o carrinho modelo "guarda-chuva", aquele que tem duas alças separadas, experimente fazer o teste com o carrinho de algum conhecido. Eu, particularmente, experimentei o de uma amiga (era da Peg Perégo) e não gostei (empurrei na rua com a filha dela dentro, o que é diferente de testar o carrinho vazio na loja). Eu achei que ele trepida mais que o outro nas calçadas e é mais chato de empurrar, porque você tem que segurar com as duas mãos.
- De qualquer forma, é bom testar, antes de comprar, se o carrinho cabe no porta-malas.

2 comentários:

Cris disse...

UFA!!! este item já temos então fico aliviada de saber que optei pelo grandinho que ocupa o porta-malas, mas que dá mais conforto para o baby ;)

Priscilla disse...

Comprei o carrinho da Peg Pérego(PLIKO P3). Adorei, além dele ser leve e fechar guarda-chuva(cabe tranquilo na mala), acho ele muito confortável...ele é carrinho berço e passeio, quando saimos e ele acaba dormindo, o carrinho fica bem na horizontal, ele é larguinho...achei perfeito...dinheiro bem pago...meu filho tem 1 ano e usamos muito!!!